Sete pessoas são presas por envolvimento com roubo de cargas



Por Redação
Operação Lacuca
Operação Lacuca (Clevânio Henrique)

Atualizada às 18h15

Em uma ação conjunta, o Departamento de Investigações sobre Crime Organizado (DEIC), o Tático Integrado de Grupos de Repressão Especiais (Tigre) e a Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas, deflagrou na manhã desta quinta-feira (25) em Arapiraca, a operação Lacuca – “Piratas do Asfalto”.

O objetivo da operação é erradicar o crime de roubo de carga na região. Ao todo, sete pessoas foram presas após determinação judicial. Seis viaturas com 24 policiais participam da operação, que realizou buscas e apreensão em diversas residências e galpões do município.

Foram cumpridos mandados de prisão a seis pessoas: Adailton Silva de Oliveira - vulgo Coca, Adriano da Silva Oliveira, Manoel Messias da Silva - conhecido como Gago, Beto Mago, Emerson Tardele Bezerra - o Gordo, residente em Arco Verde-PE, e Pedro Alexandre da Silva Oliveira. Apesar dos mandados, policias informaram que um dos acusados conseguiu fugir. O nome dele ainda não foi revelado.

As buscas e apreensões foram realizadas nas residências de quatro dos seis acusados, sendo nos bairros Cavaco, Baixa Grande, Mangabeiras (Lixão), Boa Vista e Jardim Esperança. A senhora Nancir Tavares de Oliveira, mãe de Pedro Alexandre, também foi presa por receptação.

A policia apreendeu refrigeradores, maquinas de lavar roupa e maquinários de academia, além de cinco veículos - Golf de cor prata e placa KKA-0462 / Olinda-PE, Fox de cor vermelha e placa MNJ-1734 / Arapiraca, Focus preto de placa MVG-0566 / Penedo, um Gol e um caminhão, encontrado em um deposito em Lagoa da Canoa, ambos com placas ainda não informadas.

A Operação Lacuca (Piratas do Asfalto), está sendo comandada pelo delegado Marcos Lins Machado, titular da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas de Maceió. Segundo ele, o principal ponto usado pelo bando para cometer assaltos era a BR 101, principalmente nas imediações de São Migueldos Campos-AL. Ainde de acordo com o Delegado que comanda  a operação, as investigações estavam sendo feitas já ha alguns meses. Como só agora os madados foram emitidos, de imediato cumpriram o que foi determinado pela justiça.

De acordo com informações da polícia civil, seis equipes estão trabalhando nesta operção.No início da tarde, foi descoberto um caminhão Mercedes Bens, modelo 1218, placas GVH 8023 de Governador Valadares-MG com uma carga de materiais de limpesa e de escritório na cidade de Lagoa da Canoa. O material encontrado e o caminhão  foram levados para a central de polícia e posteriormente à sede do DEIC em Maceió.

Além deste caminhão, outros dois, foram encontrados em São Miguel dos Campos, também abarrotados de mercadorias roubadas e já foram encaminhados para Maceió.

Os produtos apreendidos foram inicialmente recolhidos a  central de polícia civil de Arapiraca de onde  já foram transportados juntamente com os acusados  para a sede do DEIC em maceió. Lá, o Delegado Marcos Lins Machado, irá ouvir todos os envolvidos.

Ainda na tarde desta quinta-feira, foi descoberto um galpão e outros depositos usados pela quadrilha, nas cidades de São Miguel dos Campos, Lagoa da Canoa e Arapiraca. De acordo com informações as oitivas não serão realizadas em Arapiraca, isso porque a operação envolve outras cinco cidades.

O delegado Marcos Lins Machado, titular da delegacia de roubos e furtos de veículos e cargas de Maceió, deve começar a ouvir os acusados ainda nesta sexta-feira(26). 


 


Mais Imagens



Veja Mais


Comentários

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.


  • Avatar

    {{ comment.nome }}

    {{ comment.created_at | date : 'dd/MM/yy HH:mm' }}

    {{ comment.comentario }}