Em entrevista ao programa Comando Geral da Rádio Novo Nordeste, o coronel Orisvaldo, comandante do 7° Grupamento Militar do Corpo de Bombeiros, explicou que a única unidade de resgate existente em Arapiraca não está sendo utilizada por falta de manutenção. Com isso, o militar desmente a denúncia de que a viatura não funciona devido a falta de óleo lubrificante.

Segundo o coronel, o automóvel ultrapassou 15 mil quilômetros rodados e que por isso é necessária a manutenção urgentemente. Ele ainda contou que o orçamento já foi enviado para Maceió e que aguarda a autorização do Grupo de Gestão Integrada do Corpo de Bombeiros.

“Falta manutenção para ela. Já ultrapassamos o limite de quilômetros rodadas e não podemos prejudicar o carro. Fizemos um documento e já enviamos para Maceió, só que até agora não tivemos resposta. O 7° GBM só possui uma unidade de resgate e com isso a população fica descontente e desamparada”, falou.

Orisvaldo ainda disse que a unidade especializada em incêndio conta apenas com dois mil litros de água. “A quantidade é muito pequena. Não podemos apagar dois incêndios em dois municípios no mesmo dia. Ainda bem que contamos com a colaboração da Coca-cola e dos carros-pipa da Prefeitura”, concluiu.