Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Francisco Tenório

A ministra Laurita Vaz, do Superior Tribunal de Justiça, negou, nesta quinta-feira (14) um novo pedido de habeas corpus para o ex-deputado federal Francisco Tenório. O indeferimento segue a mesma linha adotada pelo Tribunal de Justiça de Alagoas, que negou a concessão de liberdade para Tenório.

A decisão só será publicada no Diário da Justiça Eletrônico (DJE) de amanhã (15), mas já está disponível no site do STJ, onde é possível verificar que a ministra também já abriu vistas do processo ao Ministério Público Federal.

A prisão

Francisco Tenório foi preso, no dia 02 de fevereiro, em Brasília, por agentes da Polícia Federal, por determinação da Justiça Alagoana. No dia seguinte, o ex-deputado foi transferido para Maceió e levado para a Casa de Custódia da Polícia Civil.O irmão de Tenório, o ex-deputado José Maria Tenório classificou a prisão como carnavalesca e disse que tudo não passou de "perseguição do juiz Maurício Brêda".

Tenório é acusado de participação nas mortes de Cícero Belém e Cabo Gonçalves.