Agência Senado Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Renan Calheiros

O senador Renan Calheiros (PMDB) voltou a mostrar seu poder político dentro da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (CHESF). Graças a sua intervenção, nesta segunda-feira, a organização da 16ª edição da Paixão de Cristo do Morro da Massaranduba anunciou que a Chesf patrocinará o evento, previsto para acontecer de 21 a 23 de abril.

A influência do parlamentar alagoano na companhia já pode ser vista também em outra oportunidade. No final do ano passado, especulou-se que o prefeito Luciano Barbosa (PMDB) poderia assumir a presidência da Chesf, já que seria uma indicação de Calheiros. Na ocasião, também foi informado que Barbosa não aceitou o convite, devido seu “racha” com o vice-prefeito Rogério Teófilo.

Também no ano passado, a Chesf venceu o leilão para operação da nova subestação de energia elétrica em Arapiraca. A construção da subestação de 230/69 kv irá gerar aproximadamente 300 empregos diretos e deverá ser concluída até o final de 2012. A construção da subestação é a esperança para que o sistema de transmissão de energia elétrica na Região Agreste do Estado melhore consideravelmente, e que os apagões que já fazem parte da rotina dos moradores da região não mais aconteçam.

Paixão de Cristo

A confirmação de que a Chesf patrocinaria a Paixão de Cristo de Arapiraca caiu como uma luva para a organização, já que a encenação teve por pouco de não ser realizada. De acordo com o coordenador do evento, Wagno Godez, o dinheiro do apoio será suficiente para pagar a infra-estrutura.

“Estávamos contando com a emenda do senador Fernando Collor, mas infelizmente devido a cortes no orçamento, perdemos o valor. Mas, nada disso irá nos desanimar. Essa colaboração da Chesf, através do senador Renan Calheiros e do apoio dado pela deputada Célia Rocha e pelo prefeito Luciano Barbosa não poderíamos realizar o evento esse ano”, explicou.

Elenco

No ano passado, com a liberação da verba de emenda do senador Collor, a Paixão de Cristo foi um verdadeiro sucesso. A encenação reuniu mais de 50 mil pessoas durante os três dias do evento. No papel de Pôncio Pilatos estava o ator Thiago Fragoso e no de Maria a atriz Cristiana Oliveira.

Neste ano, com a redução dos custos, a peça terá mais de 200 atores, entre elenco principal e figurantes, este ano haverá mudanças em alguns papéis. O ator Erivaldo Garrote deverá interpretar Jesus Cristo, substituindo Marcos Cordeiro que permaneceu interpretando o papel principal durante vários anos.

Maria será interpretada pela atriz maceioense Diva Gonçalves, integrante da Companhia Nega Fulo de Teatro, ganhadora de vários prêmios com a peça “A Farinhada”. Já Pôncio Pilatos será interpretado pelo ator Jorge Adriani, da Companhia Joana Gajuru, também de Maceió.