100 dias de agonia do prefeito James Ribeiro

  • 06/04/2009 23:49
  • Geral

0s dias 100 de governo do prefeito James Ribeiro Sampaio Calado Monteiro virou uma agonia sem fim, deixando o seu eleitorado desesperado e bastante triste com a sua administração, que de positivo mesmo só o aumento de 300% do seu salário.

Ele já conviveu com inicio de greve no setor de saúde,já atrasou pagamento e até se irritou na porta da prefeitura com manifestante da saúde, chegando até dar murro na lataria de dois veículos parados perto da prefeitura. Teria o James até ameaçando uma manifestante, onde em voz alta teria dito "vou vai se arrepender desse protesto."

A insatisfação vem tomando conta em Palmeira dos Índios, onde as promessas de James ficaram no palanque. Até o resultado de uma auditoria para levantar administração do seu arqui-inimigo Albérico Cordeiro(PTB) que por duas vezes,levou a lona eleitoral, James ainda não divulgou resultado.

E o pior é que James Ribeiro ainda terá por cima, de prestar depoimento em breve no Ministério Publico Federal de Mato Grosso sobre uma propina de R$ 5 mil reais teria recebido na Operação sanguessuga quando era assessor parlamentar na Câmara Federal.

James ainda não justificou em entrevista a imprensa, porque a prefeitura vai pagar R$ 2,90 por um litro de gasolina, cujo posto de combustível ganhou a licitação. É a gasolina mais cara do Nordeste. E vai ter que aguentar críticas pela reforma de gabinete luxoso da secretária de educação.

É por isso, que ele anda nervoso e batendo até nas latarias dos veículos. Até agora não respondeu a denúncia feita pelo seu ouvidor da saúde, médico Hélio Morais sobre o PSF. Tá faltando equilíbrio e bom senso ao garoto James Ribeiro, cujo Poder subiu a cabeça e anda culpado seus insucessos a imprensa.