A palavra “não” custou caro para Cícero Avelino da Silva, de 28 anos. Ele foi agredido a pauladas e ainda teve a parede de sua casa derrubada a golpes de machado pelo seu próprio “amigo”. O fato aconteceu quando ambos bebiam em frente a sua casa no Sítio Baixa da Onça, zona rural de Arapiraca.

Cícero fazia uma festa na companhia de outros amigos, quando Eduardo Bezerra dos Santos, de 24 anos, chegou ao grupo pedindo para que um dos amigos tomasse meio corpo de cachaça junto com ele.

Ao se negar a tomar a cachaça junto com ele, Eduardo ficou enfurecido com a resposta e começou a discutir com Cícero. Bastante alterado, o acusado pegou um pedaço de madeira e começou agredir a vítima.

A fúria de Eduardo foi tão grande que chegou a derrubar metade de uma parede da casa com um machado. A Policia Militar foi acionada para acalmar o acusado, o que aconteceu após sinais de resistência.

Eduardo Bezerra foi levado em uma unidade de resgate do SAMU para a Unidade de Emergência do Agreste, onde foi medicado e em seguida foi conduzido à central de Policia de Arapiraca onde responderá por lesão corporal, dano e ameaça.