Arquivo / Igor Castro Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Antonio Albuquerque

Em aparte ao pronunciamento do deputado Judson Cabral (PT), que destacou os alarmantes índices de violência no Estado, o deputado Antonio Albuquerque (PT do B) informou que a criminalidade na região do Agreste alagoano está prestes a acabar com as feiras de gado. Ele cobrou providências por parte da segurança pública e disse que a situação é preocupante.

"Para minha tristeza, a região do Agreste vive uma situação de insegurança pública generalizada. É um absurdo o que tem ocorrido naquela região, com muito pouca divulgação. A situação é tão preocupante que estamos na iminência de ver acabar as feiras livres de gado. As pessoas não negociam mais com um mínimo de tranqüilidade, porque não podem levar nenhum valor consigo, já que podem ser vítimas de assalto da pior espécie", disse.

Albuquerque criticou ainda a atuação do 3º Batalhão de Arapiraca, que no último final de semana realizou uma operação na cidade de Limoeiro de Anadia sem, no entanto, efetuar nenhuma prisão. "Mas deixou a população da minha pequena Limoeiro aterrorizada", acusou, acrescentando que um munícipe da cidade foi constrangido na porta de casa, onde se encontrava conversando com a família. "Ele teve as pernas separadas no chute. Eram atos pirotécnicos e agressivos", completou Albuquerque.