Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

O Sistema Coletivo Antigo do Agreste vai ser interrompido por 48 horas, começando na madrugada desta terça-feira (19) até o final da noite de quarta-feira (20). O motivo da pausa é a manutenção preventiva de equipamentos e adutoras para garantir a constante melhoria na prestação do serviço.

Os trabalhos serão efetuados no complexo adutor localizado no Morro do Gaia, em São Brás, na estação elevatória de Campo Grande e ao longo da adutora, incluindo intervenções nas ventosas, registros, válvulas hidráulicas, bancos de capacitores e conjuntos motobombas, além de outros componentes.

A interrupção temporária vai afetar os municípios de Campo Grande, Coité do Nóia, Girau do Ponciano, Lagoa da Canoa, Feira Grande, São Brás e Olho d’Água Grande, além da parte baixa de Arapiraca (bairros: Baixão, Boa Vista, Brasília, Cacimbas I e II, Canafístula, Centro, Guaribas, Itapuã, Jardim Tropical, Manoel Teles, Nova Esperança, Olho d’Água dos Cazuzinhos, Ouro Preto, Poço Frio, Primavera, São Luiz I e II, Verdes Campos, Brisa do Lago, Zélia Barbosa e Sítio Alazão).

Já na parte alta de Arapiraca e nas cidades de Craíbas e Igací, o abastecimento não sofrerá interrupções no período, visto que são atendidas através do novo Sistema Adutor do Agreste.

Os serviços serão executados pela empresa parceira Agreste Saneamento, com acompanhamento de técnicos da Unidade de Negócio Agreste, da Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal). Quando o sistema for reativado, o abastecimento voltará ao normal gradativamente durante toda a quinta-feira (21).