Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

O deputado federal Severino Pessoa (Republicanos/AL) votou contrário à Medida Provisória (MP) 907, que trata de diversos temas relacionados ao Turismo, além de cortes de 50% no orçamento de instituições do chamado Sistema S, que inclui o Serviço Nacional do Comércio (SESC), Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC), Fecomércio, entre outros.

Pessoa afirmou que a MP não atenderia aos preceitos constitucionais de relevância e urgência, além de prever um corte anual no orçamento nas instituições.

Ao justificar seu voto, o deputado ressaltou a importância dos mais de 300 mil atendimentos realizados pelo Sebrae em todo o país, a exemplo de consultoria, seminários, oficinais e cursos.

“Não podemos permitir a retirada dos recursos orçamentários das instituições, tão importantes para a qualificação de milhares de brasileiros para o mercado de trabalho”, frisou Severino Pessoa.