Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

A Startup Inloco divulgou nesta terça-feira (14) um novo levantamento sobre os índices de isolamento social em todo o país. Com data do último domingo (12), os dados apontam um aumento no número de alagoanos que estão cumprindo a recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS) e se mantendo em isolamento. O estado pulou de 49,94%, no último sábado (11), para 56,34%, no domingo.

 

Segundo o levantamento da Inloco,

 que monitora a localização de celulares de todo o Brasil, Alagoas é, agora, o estado nordestino com pior índice de isolamento social. Nos dados anteriormente divulgados o estado ocupava a segunda colocação.

 

Conforme a Inloco, todos os estados brasileiros registraram índices acima dos 50%. Tocantins foi a federação que registrou o percentual mais baixo, 53,96%. O maior índice de isolamento social do país foi registrado no Distrito Federal, 63,39%.

 

A Organização Mundial de Saúde (OMS) tem declarado que o isolamento social é a forma mais eficaz de evitar a rápida propagação da Covid-19 e que a medida é considerada um dos principais fatores que apontam uma diminuição no ritmo de novos casos registrados, além de ser uma forma de retardar o pico da contaminação.

Segundo especialistas do Sistema de Monitoramento Inteligente (SIMI), a adesão ideal de isolamento para controlar a disseminação do novo coronavírus é de 70%.

Com as taxas baixas, o número de leitos disponíveis no sistema de saúde do país não será suficiente para atender a população, caso o número de contaminados continue a crescer.