Foto: Adalberto Custódio Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Ruas desertas, lojas fechadas e a sensação de feriado. Esse foi o cenário registrado na manhã deste sábado (21) na região central de Arapiraca no primeiro dia de cumprimento à determinação do governo do estado, que decretou o fechamento do comércio e o isolamento social como forma de conter a propagação do Coronavírus em Alagoas.

Locais como o calçadão da Praça Manoel André, Praça Marques e Largo Dom Fernando Gomes estão praticamente desertos em pleno dia de sábado. Em dias normais esses locais são pontos de grande aglomeração de pessoas, principalmente oriundas de municípios vizinhos, que aproveitam o dia para fazer compras e injetar divisas na economia de Arapiraca, cidade pólo da região Agreste.

Na região central apenas supermercados, farmácias, hospitais, postos de combustíveis estão abertos, além de alguns vendedores ambulantes que se arriscam a faturar algum trocado.

Já nos bairros a situação é bem diferente. Nesses locais, a equipe de reportagem do Minuto Arapiraca presenciou quitandas, mercadinhos, papelarias, lanchonetes e até barzinhos funcionando “normalmente” contrariando a determinação estadual.