Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Estão em andamento em Arapiraca obras da Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) que somam quase R$ 12 milhões com recursos próprios da empresa estadual. Trata-se da implantação dos Distritos de Medição e Controle (DMCs), Válvulas Reguladoras de Pressão (VRPs) e 25 quilômetros de redes primárias.

O objetivo é otimizar a oferta de água à população, equalizar a pressão na rede, o que vai resultar em redução do número de vazamentos e, ao mesmo tempo, redução de perdas, de custos com energia elétrica e com produtos químicos. Ou seja: não haverá aumento da oferta de água, e sim melhor distribuição da água que a Companhia já distribui na cidade, beneficiando assim 235 mil habitantes.

“Com o equilíbrio da pressão na rede, vamos colocar mais água onde a pressão é menor e reduzir a pressão onde ela é maior. Isso também vai resultar em menos rompimentos, isto é, menos vazamentos pela cidade”, ressaltou o presidente da Companhia, Clécio Falcão, que nesta quinta-feira (6) visitou um dos trechos da obra, na Rua Pio XII, no bairro Massaranduba, acompanhado pelo vice-presidente de Gestão de Serviços de Engenharia, Geraldo Leão, pelo superintendente de Serviços de Engenharia, Paulo Bandeira, e por técnicos da empresa.

O consórcio vencedor da licitação e que está fazendo as obras a serviço da Casal é formado pelas empresas Telesil Engenharia e BBL NE Soluções em Engenharia. Ao todo, serão implantados 24 DMCs e 11 VRPs. Em cada frente de serviço, o local está devidamente sinalizado. Ao final de cada trecho, é feita a reposição do pavimento.