Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

O lançamento da moeda social eletrônica Livre; do programa Renda Melhor, além da inauguração do Banco Comunitário de Desenvolvimento entrarão para a história como os grandes divisores de águas da história do desenvolvimento econômico e social de Limoeiro de Anadia.

Idealizados pelo prefeito Marcelo Rodrigues, os projetos foram lançados na manhã desta sexta-feira (21), numa concorrida solenidade que reuniu mais de 2 mil pessoas nas dependências da Escola Municipal Pedro Ferreira, no povoado Cadoz, entre elas diversas autoridades, a exemplo do senador Rodrigo Cunha, representantes da Ufal, vereadores, entre outros.

A moeda Livre deverá fortalecer o comércio local, visto que só poderá circular dentro do município. De forma gradativa, os comerciantes locais já estão aderindo à ideia, realizando o credenciamento e ficando aptos para receberem a moeda local.

Juntamente com a moeda, a Prefeitura também lançou o Banco Comunitário de Desenvolvimento, que será gerenciado pela Associação de Mulheres do Cadoz. O Banco Comunitário atuará como instituição de fomento, onde futuramente, após estar capitalizado, terá condições de fornecer crédito aos pequenos empreendedores, inclusive agricultores familiares.

Já o Programa Renda Melhor, a princípio deverá contemplar mais de 800 famílias carentes previamente cadastradas pela equipe técnica da Secretaria Municipal de Assistência Social. 

Cada família terá um cartão, onde mensalmente, será creditado um auxílio de R$ 70 reais convertidos na moeda social Livre. O valor será liberado através do aplicativo É Dinheiro, que permitirá a essas famílias o consumo nos estabelecimentos credenciados e, consequentemente, aquecer o comércio local.

“Nossa gestão é pautada em cuidar das pessoas. Por isso estamos lançando o programa Renda Melhor, que contemplará as pessoas com baixa renda. Ao mesmo tempo o projeto ajudará a aquecer o nosso comércio, através da moeda Livre, uma moeda local que ganhará força e, não tenho dúvidas, será modelo para outros municípios alagoanos”, frisou Marcelo Rodrigues.