Hector Martins anuncia licenciamento da presidência da OAB/Arapiraca

  • Redação
  • 11/12/2019 17:18
  • Cidade

O presidente da OAB/Arapiraca, Hector Martins, anunciou que irá se afastar temporariamente da presidência da Subseção, a partir do dia 15 de janeiro. Durante a última reunião com a diretoria e as comissões de 2019, na tarde de terça (10), ele justificou que o afastamento é necessário para evitar que especulações prejudicquem o funcionamento da Ordem no município.

"É de conhecimento de todos que, desde abril do corrente ano, meu nome passou a ser ventilado para uma possível disputa para a prefeitura de Arapiraca. Isso vem sendo motivo de críticas da oposição e até mesmo o nosso OAB na Comunidade passou a ser alvo de comentários indevidos e até criminosos. Irei me licenciar da presidência da instituição a partir do dia 15 de janeiro de 2020 para justamente analisar esse cenário de fora, para que nossa instituição não seja contaminada e para que nossas ações continuem a ser respeitadas. A OAB/Arapiraca não pode parar por conta dessas especulações", afirmou o presidente.

O afastamento temporário tem prazo de 30 dias e, neste período, assume o vice-presidente da instituição Sérgio Marques. Na reunião, Hector Martins pediu aos membros das comissões que continuem empenhados em suas ações e que ajudem na gestão da Subseção. "Se chegamos até aqui, foi justamente por conta da nossa parceria. Ninguém solta a corda e é assim que iremos chegar ainda mais longe, como uma instituição que conseguiu mudar a visão que a sociedade tem dos advogados, que sabe que pode buscar na ordem apoio para a resolução de problemas", destacou.

Na reunião, os membros das mais de 20 comissões da OAB/Arapiraca fizeram um balanço das ações executadas durante todo o ano de 2019, como o OAB na Comunidade, a atuação em casos como o preço dos combustíveis, a questão da Frigovale com os marchantes, atendimento à população por meio da Ouvidoria, seminários, palestras, curso de pós-graduação e projetos que se transformaram em leis e também sobre o cumprimento de mais de 90% das metas estabelecidas para a gestão.