Polícia intensifica diligências para prender primo de deputado

  • teresa
  • 11/08/2009 14:31
  • Municípios
A equipe do delegado Isaías Rodrigues , que apura a tentativa de homicídio contra o professor universitário Charlton Rerison Barbosa e a noiva dele Jane Keila Vitor Alcantara, initensificou as diligências para prender Carlos Alberto Schienke de Albuquerque Melo, mais conhecido “Carlinhos”, primo de deputado estadual Dudu Albuquerque.

Carlinhos é apontado como autor dos disparos que atingiram Charlton e Jane Keila. Em seu depoimento, Jane Keila confirmou que o primo do parlamentar atirou nela e no noivo.

"Estamos com algumas informações e as diligências continuam. Não podemos adiantar mais detalhes para não atrapalhar as investigações, mas estamos trabalhando", disse o delegado Isaías Rodrigues, que conduz o inquérito.

O mandado de prisão para Carlinhos foi expedido pelo juiz Durval Mendonça, da comarca de Santana do Ipanema.

O crime

O crime ocorreu durante a principal festa do município de Santana do Ipanema, a Festa da Juventude, no dia 19 de julho, depois que “Carlinhos”, junto com um amigo identificado como Juliano Rodrigues de Lima, o "Branco", membro da família dos Boiadeiros de Batalha, colidiu no retrovisor do carro do professor, que reclamou do acidente. Após a reclamação do professor, Carlinhos teria descido do carro e atirado no professor e na sua noiva.  

Juliano Rodrigues foi detido, por posse de munição, mas já foi liberado.