Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Torcida Organizada Mancha Negra

O novo técnico do ASA, Evandro Guimarães, sentiu a atmosfera do Gigante das Alagoas em 2015. A sensação de emoção aconteceu no jogo do alvinegro com o Cuiabá (MT).

Desde essa época que o baiano pensou em trabalhar para o ASA, mas nunca entrou em contato com o clube. Até a diretoria escolher o seu nome esta semana e o convidá-lo para comandar o time.

“Nunca me passou pela cabeça em fazer uma ligação, já tive umas duas ou três sondagens, mas só especularam quando eu estava no Salgueiro (PE), em 2016, porém não aconteceu. Então as coisas vieram até a mim e quando Deus escolhe é natural”, afirmou Evandro Guimarães.

O novo técnico ressaltou, ainda, que não foi apenas uma escolha profissional, mas também emocional quando aceitou o convite da diretoria do ASA para ser o técnico da temporada que começará em 2020.

Ele virá com o auxiliar técnico João Paulo com quem trabalha desde 2016, quando foi técnico do Salgueiro, de Pernambuco.

“Quando eu tive a oportunidade de assistir ao jogo do ASA e gostei muito do ambiente atmosfera e pensei comigo: um dia eu trabalho nessa equipe”, destacou ele, que virá para Arapiraca disposto a buscar àquela atmosfera, de um ASA hoje adormecido.

“Vamos resgatar essa atmosfera do ASA e como nordestino vamos trabalhar nessa reconstrução do time e coloca-lo de volta ao cenário esportivo”, frisou Evandro Guimarães.

A passagem do técnico baiano pelo Brusque (SC) serviu de uma grande lição e aprendizado pela falta de estrutura do time e das condições precárias que enfrentou para poder vivenciar novos desafios na vida.

“Passei por uma experiência incrível de trabalhar sem as condições necessárias e o diferencial foi a montagem da equipe que eu montei, mas não treinei e ficou a minha marca de um time que começou a ganhar com o elenco que eu levei e está lutando para conquistar seu espaço com o apoio e a vibração da torcida”, declarou o novo técnico.

 

Compromisso e equipe


Desde que fui convidado a ser técnico do ASA, que estou pensando nesse trabalho que será com compromisso, com ímpeto, dinâmica e tenho que pensar diretamente que irei para uma equipe grande.

Sobre a escolha do novo elenco do ASA, Evandro Guimarães afirmou que é importante a seleção dos jogadores e quem a equipe vai escolher para defender e usar a camisa do alvinegro.

“Cada jogador que vier para o ASA tem que ter esse sentimento de compromisso conosco e resgatar o time de Arapiraca de onde ele está, um pouco adormecido, porque o ASA é gigante”, finalizou Evandro Guimarães.