Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

A Delegacia Regional de Arapiraca, comandada pelo Delegado Everton Gonçalves, deu início na tarde de hoje a chamada Operação Zuruó, que visa à recuperação e devolução de aparelhos telefones celulares roubados/furtados.

Replicando a ideia iniciada pelo delegado José Carlos, da Delegacia de Roubos da Capital, a 4DRP diligenciou durante a semana e conseguiu recuperar cerca de 20 aparelhos de telefone celular, os quais foram devolvidos aos proprietários na tarde de hoje.

O Delegado Everton explica que as pessoas que adquirem aparelhos sem nota fiscal ou sem garantia de procedência podem estar cometendo o crime de receptação. Assim, a Autoridade Policial orienta a não mais realizar negócios dessa maneira, pois a pessoa pode se prejudicar e até ser presa.

Na Operação Zuruó a pessoa identificada como usuário/possuidor de um aparelho roubado é convidado a comparecer à delegacia e devolver o objeto, explicando como o adquiriu, ficando assim isento de responsabilidade. Aos que não comparecerem, fica o risco de serem presos a qualquer momento pelo delito de receptação. 

A orientação vale também aos que revendem e comercializam aparelhos celulares sem procedência, tendo em vista que comentem um crime mais grave de receptação qualificada. 

O nome dado à operação (Zuruó) é uma expressão nordestina que significa pessoa ou alguém amalucado, avoado, ou seja, que adquire produto de origem ilícita correndo risco de ser preso.