Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

O presidente do diretório municipal do PSL, Abelardo Silva, afirmou que o PSL Arapiraca não terá candidatos de mandato nas eleições municipais do próximo ano. A decisão foi tomada durante uma reunião interna, envolvendo a direção do partido e pretensos pré-candidatos ao pleito majoritário e proporcional de 2020 no segundo maior colégio eleitoral de Alagoas.

De acordo com Abelardo Silva, os atuais políticos de mandato ingressaram no PSL num momento em que o partido era considerado nanico e que ainda não tinha as ideologias do presidente Jair Bolsonaro, que se filiou ao partido em março de 2018, foi eleito presidente sete meses depois e tornou a sigla a maior do Brasil.

A decisão do colegiado municipal do partido de Bolsonaro atinge diretamente os vereadores Edvanio do Zé Baixinho e Márcio Marques que, segundo Abelardo, deverão migrar para outras siglas na janela partidária que deverá abrir em abril do próximo ano.

“Buscamos formar um grupo de pessoas que defendam as causas do partido, que hoje é considerado o maior do Brasil, com 76 deputados estaduais, 53 deputados federais, 4 senadores, 3 governadores e o presidente”, afirmou Abelardo.


ESTRUTURA

Ainda de acordo com o presidente do PSL, o partido, que conta com mais de 220 filiados em Arapiraca, é o mais interessante para quem é de direita e pretende sair candidato nas eleições de 2020, visto que além do maior fundo eleitoral, o partido oferece estrutura e todo suporte necessário.

“O PSL saiu na frente no planejamento para as eleições municipais. Estamos trabalhando no processo há vários meses, sempre realizando reuniões quinzenais com os potenciais pré-candidatos, que ainda dispõem de assistências jurídica e contábil para que não tenhamos problemas durante a prestação de contas”, frisou.


EXPECTATIVAS

Abelardo Silva afirma que a meta do partido é apresentar 26 candidatos a vereador em Arapiraca, sendo 18 homens e 8 mulheres e a expectativa é eleger entre 4 e 5 vereadores. Ao ser questionado sobre os nomes de consenso para formar a chapa majoritária, Abelardo afirmou que a chapa, provavelmente, deverá ser formada pelo advogado Claudio Canuto (prefeito) e pelo médico Nuzamário Brito (vice).

Abelardo Silva disse ainda que a direção do partido está bastante otimista, tanto para a eleição majoritária quanto para a proporcional e que os arapiraquenses buscam nomes novos. “Hoje, nas pesquisas internas, o candidato disparado para a Prefeitura de Arapiraca chama-se ‘nenhum deles’. A população está ansiosa por nomes novos, principalmente que não sejam políticos profissionais”, finalizou.