Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Depois de esperar 18 anos pela realização de concurso público, os servidores do Detran, decidiram na tarde desta quarta-feira, dia 11, aderir ao “estado de greve”. A informação foi confirmada pelo presidente do Sindicato dos Servidores do Detran (Sinsdal) Clayberson Ferraz Torres.

Segundo o sindicalista “o Detran pode entrar em greve por tempo indeterminado a qualquer momento”.

Clayberson comentou que “existe uma carência de cerca de 160 servidores que se afastaram das atividades devido a problemas de saúde ou aposentadoria, e os que ainda seguem nas atividades, principalmente de ponta, não estão suportando a demanda, que é crescente”.

O presidente do Sinsdal reforçou ainda que aconteceram diversas reuniões com representantes da Secretaria da Fazenda, porém houve avanços quanto à pauta da categoria.

“Muitos postos de trabalho estão sendo ocupados por pessoas terceirizadas ou comissionadas”, lamentou o presidente do Sinsdal ao destacar que a greve é o último recurso que os trabalhadores têm para fazer valer seus direitos.