Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Durante o andamento da operação policial no município de Girau do Ponciano, que resultou na morte de nove acusados de tentar roubar uma agência bancária na cidade, Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic), da Polícia Civil de Alagoas, prendeu dois pernambucanos que estavam hospedados na cidade de Arapiraca com material explosivo.

Ação policial, que contou com o apoio dos militares do Bope, era voltada para combater a quadrilha especializada em explosão de banco, que reuniu diversos membros de outros estados.  Os dois acusados estavam em uma pousada, localizada no bairro Jardim Tropical.

Diego Pinto Biondi, 36 anos, e Raphael Maia Lins Talles, 33 anos, foram flagrados pelas equipes com dois metalões ocos recheados com emulsão explosiva. De acordo com o relatório do Centro Integrado de Operações da SSP, a dupla é natural de Recife.

Eles foram levados para Maceió para a sede da Deic, onde prestaram depoimento e ficaram presos.