Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

A crise na Organização Arnon de Mello parece não ter fim. Depois de demitir vários profissionais no início da semana, a empresa anunciou o fim da sucursal da TV Gazeta em Arapiraca.

O encerramento das atividades resultou na demissão de quatro profissionais, sendo dois jornalistas (Giovanni Luiz e Priscila Anacleto) e dois cinegrafistas (Rubem Lopes e Janisson Umbelino). Apenas o jornalista Tony Medeiros não foi desligado pelo fato de ser um dos dirigentes do Sindicato dos Jornalistas e, por conta disso, possuir imunidade.

Recentemente, os ex-funcionários lideraram no Agreste uma luta em favor da categoria. A principal reivindicação era impedir a redução do valor do piso salarial, imposta pela direção da Organização Arnon de Mello e Pajuçara Sistema de Comunicação.

O fim da sucursal da TV Gazeta em Arapiraca representa uma enorme perda para o jornalismo, principalmente com a cobertura dos principais fatos do interior alagoano, em especial das regiões Agreste e Sertão.