Foto: Laís Pitta - Diário Arapiraca Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

A Mineração Triunfo Pedras atua na extração e beneficiamento de agregados (britas) de granulometrias variadas para uso na construção civil há 21 anos. Com sede na Vila Aparecida, na zona rural de Arapiraca, a empresa lançou, em 2015, o Programa Triunfo Ambiental.

Como qualquer outra empresa que explora o meio ambiente, no caso a Triunfo retira pedra do solo, existe a necessidade de recompensar. Então o programa de extensão, o qual é piloto em Alagoas, busca trazer a parte teórica da Ufal, através do Centro de Referência em Recuperação de Áreas Degradadas do Baixo São Francisco (Crad), para a comunidade por meio de um conhecimento técnico científico.

Mais que isso, o Programa Triunfo Ambiental vai a campo com o intuito de preservar a Caatinga, bioma exclusivamente brasileiro. A ideia é produzir mudas de espécies arbóreas nativas da Caatinga, são 918 no total e a Triunfo hoje trabalha com 30. Todas elas possuem importância ecológica e farmacológica para a região, como a Arapiraca e a Craibeira, árvore símbolo do estado de Alagoas.

A engenheira agrônoma Francismary Barros disse que o diferencial do Triunfo é que além de produzir e plantar, a empresa acompanha o desenvolvimento periodicamente para saber se a espécie está se desenvolvendo. “O que foi plantando em 2015, agora estamos colhendo os frutos”, comemorou.

“No começo viajamos para o Sertão, Alto Sertão, para buscar sementes em reservas protegidas, hoje encontramos essa variabilidade aqui mesmo”, disse. O Triunfo Ambiental já produziu 10 mil mudas, geralmente elas são plantadas por crianças de escolas do Agreste. 

Até animais endêmicos da Caatinga são encontrados atualmente, como o tatu bola. Vez ou outra um funcionário da Triunfo cruza com um deles pelo caminho.

O diretor da empresa, Marcos Vasconcelos, também conversou com o Diário Arapiraca e destacou outro ponto interessante. Além da comunidade ser envolvida no projeto, 90% da mão de obra fabril é da região mesmo.

Já sobre o Programa Triunfo Ambiental, o diretor garantiu que a causa nunca foi para arrecadar fundos. Além disso a empresa doa qualquer produto para ações religiosas, seja ela qual for.

Está então explicado o sucesso da empresa, mais uma no coração de Alagoas, Arapiraca.