Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

O atendimento do Restaurante Popular Jerimum será retomado na próxima segunda-feira (5), a partir das 11 horas. Os pratos feitos serão fornecidos no valor de R$ 2,60, incluindo suco e sobremesa.

O prefeito Rogério Teófilo se reuniu, durante esta semana, com representantes da Secretaria de Desenvolvimento Social e com a empresa vencedora do processo licitatório, e garantiu que o serviço ofertado será monitorado pela prefeitura. “É importante dizer que a prefeitura está atenta a qualidade do alimento ofertado à população e vai monitorar diariamente o serviço ofertado”, disse o gestor arapiraquense.

De acordo com a secretaria de Desenvolvimento Social, o intuito do fechamento foi garantir a qualidade do serviço prestado à população e prevenir acidentes de trabalho. O preço cobrado anteriormente pelo almoço era de R$ 4,00, mas o valor caiu devido aos custos de produção que serão menores com a nova gerência, através da empresa vencedora do processo licitatório, o que possibilitou a redução de 35% do valor pago anteriormente.

A nova gerência realizou a limpeza de toda a estrutura e manutenção das caldeiras e equipamentos utilizados na preparação dos alimentos, a exemplo do fogão, forno elétrico, máquina de lavar louça, exaustor, elevador, entre outros.

A comida servida diariamente no Jerimum terá qualidade e preço baixo, possibilitando o usuário uma alimentação nutritiva, além dos acompanhamentos gratuitos que será alguma fruta ou doce caseiro e um copo de suco.

A secretária da pasta, Anadja Almeida, destacou o beneficio diário do restaurante com o fornecimento de alimentação saudável com preço baixo. “O trâmite da licitação aconteceu dentro dos conformes e da legalidade agora temos uma empresa séria que já atua no mercado para gerenciar o Restaurante Popular Jerimum. Acompanhamos todo o processo de recuperação e vamos reabrir o local com uma equipe responsável e profissionais que tem o perfil adequado”, pontuou Anadja.

“A secretaria está disponibilizando um técnico para monitorar a qualidade do alimento ofertado à população e vai monitorar diariamente o serviço ofertado. Fiscalizar será uma conduta constante, garantindo um serviço de qualidade’, concluiu a secretária.