Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

A Delegacia do município de Campo Alegre irá investigar o acidente automobilístico ocorrido neste domingo (02) e que deixou três pessoas mortas e mais cinco feridas na AL 220. Segundo testemunhas, o acidente foi provocado por um carro desgovernado na pista, mas essa informação será apurada.

O motorista do ônibus, que seguia de Anadia para Campo Alegre, acabou perdendo uma perna depois que ficou preso às ferragens. Alan Douglas da Silva, 31 anos, está internado na Unidade de Emergência em Arapiraca, onde também estão internadas as outras vítimas.

O ônibus conduzido por ele chocou frontalmente com uma árvore na rodovia. Duas vítimas, Josivaldo Ferreira dos Santos, 46 anos, e Odete dos Santos, 65 anos, estão na UTI da Unidade de Emergência. Outras pessoas sofreram ferimentos leves.

As vítimas fatais, uma mulher Lucicleide da Silva, 25 anos, e a filha de apenas dois meses, foram sepultadas na cidade de Campo Alegre, juntamente com o jovem José Bruno da Silva.

As investigações deverão durar mais de 30 dias e um laudo será elaborado para apontar as possíveis causas.