Atirador comprou arma no mesmo lugar que o de Virginia Tech, diz TV

  • teresa
  • 07/08/2009 17:28
  • Brasil/Mundo
O atirador que matou três mulheres antes de se suicidar numa academia de ginástica da Pensilvânia, nos Estados Unidos, comprou acessórios para suas armas no mesmo lugar que vendeu a arma do atirador da Universidade de Virginia Tech, palco de um massacre em 2007, segundo a “Fox News”.

Segundo a emissora de TV, o homem identificado como George Sodini, 48, comprou os acessórios na TGSCOM Inc., da cidade de Green Bay, estado do Wisconsin, antes de abrir fogo contra várias pessoas na academia na última terça-feira (4), deixando outras nove pessoas feridas.

Ainda não há informações sobre o tipo de acessórios que Sodini comprou. Seung-Hui Cho, o atirador de Virgina Tech, adquiriu uma pistola de calibre 22 na mesma loja em fevereiro de 2007, dois meses antes de matar 32 pessoas e também se suicidar em seguida na universidade.

A polícia que investiga o massacre na academia de ginástica informou que Sodini adquiriu suas armas legalmente. O presidente da empresa, Eric Thompson, confirmou, segundo a emissora, que o atirador comprou as armas, após uma TV de Pittsburg obter um recibo.

Ainda segundo a “Fox”, o presidente da empresa disse estar colaborando com as investigações.

Ligou para mãe

A mesma emissora, segundo a “Fox News”, divulgou que o atirador teria ligado para sua mãe antes de pôr em prática seus planos. “Eu vou matar várias pessoas. Eu não espero sobreviver depois disso”, teria dito Sodini, de acordo com a emissora.

O atirador já havia divulgado os planos de atacar o local em seu blog na internet. Em seu diário, George Sodini detalha sua raiva da sua mãe e do seu irmão e sua atração pelas mulheres. Ele narra a rejeição que sentiu de muitas mulheres e relata uma tentativa de realizar o ataque antes, na qual "amarelou".

Os vizinhos de Sodoni o descreveram como antissocial. Sua página na internet tinha registrado o dia da sua morte, 4 de agosto, dizia que ele nunca havia sido casado e encerrava com as palavras "Morte vive".

Na noite de terça-feira (4), ele entrou em uma academia de ginástica de Bridgeville e disparou contra as pessoas. Seu blog foi tirado do ar na manhã desta quarta-feira (5)
"Por que fazer isso?? com garotas jovens?? Apenas leia abaixo. Mantive um blog que inclui meus pensamentos e ações, depois que vi que este projeto ia acontecer", diz um trecho o diário na internet.

Três mulheres, de 46, 49 e 39 anos morreram no ataque. Alguns relatos dizem que a ex-namorada de Sodini também ficou ferida.

"As mulheres simplesmente não gostam de mim. Existem 30 milhões de mulheres desejáveis nos EUA (minha estimativa) e eu não consigo encontrar uma.", diz o diário. Em outro ponto, ele se diz sozinho. "Todas as noites eu fico sozinho, e então vou para a cama sozinho."

Na entrada do dia 3, véspera do ataque, ele avisa que o "grande dia" está chegando. "Tirei os dias de hoje (segunda-feira) e amanhã para praticar meus passos e garantir que está tudo bem polido. Preciso pensar em cada detalhe, só tenho uma chance. Também preciso estar completamente mergulhado em algo antes que consiga ser bem-sucedido. Não bebo nada desde sexta-feira. Preciso de esforço total. Amanhã é o grande dia."

Os tiros ocorreram no interior da academia de Bridgeville, uma cidade próxima a Pittsburgh, em um salão onde havia aulas de dança latina só para mulheres. Segundo uma testemunha, o atirador vestia roupas próprias para exercícios físicos. "Ele andou em direção à sala, sabia exatamente o que estava fazendo", disse Moffatt.

Apagou as luzes

De acordo com a polícia local, o homem entrou num salão, se dirigiu para os fundos, apagou as luzes e disparou por cerca de cinco minutos. A polícia diz ter encontrado duas armas na cena do crime.

Um porta-voz da Misericórdia Hospital confirmou que cinco mulheres feridas deram entrada na emergência do complexo, três em estado grave. O Allegheny General Hospital recebeu mais dois feridos e um porta-voz disse que ambos não corriam risco de morte. Um porta-voz do Hospital St. Clair informou que registrou a chegada de três feridos, um em estado grave.