Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

O vigilante suspeito de ter matado o empresário e advogado Petrúcio Tojal foi preso nessa quinta-feira (14) pela Polícia Civil (PC). Valdir dos Santos Azevedo apresentou duas versões para o delegado que pediu a prisão em flagrante do suspeito.

Segundo o delegado Everton Gonçalves, inicialmente o vigilante apresentou a situação para um latrocínio dizendo que três homens tinham invadido a loja da vítima e empurrado Petrúcio do 1º andar, após uma luta corporal.

Depois, Valdir voltou atrás da versão e disse que o empresário tinha sofrido um acidente e caído do primeiro andar, mas que não tinha presenciado a queda.

Após ser questionado novamente pela polícia, Valdir disse que a vítima tinha caído por acidente e que o fato foi presenciado por ele. Ainda segundo o delegado, há indícios que Valdir tenha empurrado o advogado do primeiro andar da loja.

Outras testemunhas serão inquiridas durante os próximos dias objetivando esclarecer completamente o caso.