Uma tragédia. Essa é a expressão que resume o sentimento dos pais de uma garota de apenas 13 anos de idade, morta após ser atingida na cabeça por um tiro acidental de espingarda calibre 28, na manhã de hoje (28), no Sítio Manoel Gomes Zona Rural, de Coité do Noia.

A estudante Larissa Souza da Silva ficou em casa, juntamente com outra irmã menor de idade, enquanto os pais seguiram para a feira Livre de Arapiraca. As irmãs estavam sob os cuidados da avó, que reside próximo a residência das netas.

As garotas se assustaram com os latidos dos cachorros e, sem que a avó percebesse, pegaram uma espingarda calibre 28 - conhecida popularmente como soca tempero - e foram até o quintal da casa saber o que estava acontecendo.

Foi neste momento em que se ouviu o disparo. Diante dos gritos da imã mais nova, vizinhos e a própria avó já encontraram Larissa Souza caída no chão sangrando bastante. O disparo atingiu a região da cabeça, nas proximidades do ouvido. A menor não resistiu aos ferimentos e morreu no quintal da casa.

Policiais Militares foram ao local, mas nada puderam fazer. O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal de Arapiraca.