Polícia inicia investigações sobre morte casal e criança; pai da menina é apontado como suspeito

  • Redação
  • 30/09/2021 21:58
  • Polícia
Foto: Reprodução / Redes Sociais
Casal de agricultores e neta foram encontrados mortos dentro de residência em São Sebastião
Casal de agricultores e neta foram encontrados mortos dentro de residência em São Sebastião

A Polícia Civil já iniciou as investigações preliminares da morte do casal de idosos e da neta deles, encontrados mortos nesta quinta-feira (30), na residência da família, em um sítio localizado na zona rural de São Sebastião. A principal linha de investigação é que eles tenham sido vítimas de latrocínio – roubo seguido de morte.

Em vídeo divulgado à Imprensa, o delegado que coordena as investigações, Fernando Lustosa, disse que uma equipe da Perícia Oficial foi enviada ao local para recolher pistas, para que a polícia consiga determinar a dinâmica do crime.

Conforme informações levantadas no local, o pai da menina é pontado como principal suspeito. Ele é companheiro da filha do casal assassinado, que é adotada. No entanto, a Polícia Civil não confirmou a informação e segue com as investigações do caso, no intuito de identificar a autoria dos crimes.

Os corpos dos avós e da menina, de apenas três anos, estavam enrolados em lençóis no banheiro da casa,no Povoado Terra Nova, zona rural de São Sebastião. Segundo informações da Polícia Militar. Populares relataram que há alguns dias familiares não conseguiam contato com as vítimas.

O triplo homicídio repercutiu nas redes sociais.  Há relatos de que o casal de agricultores teria tido acesso a um empréstimo para investir na propriedade, mas desapareceram após term ido ao banco. Testemunhas acreditam que o casal foi morto por alguém que queria roubar o dinheiro dos idosos. Ainda não há confirmação de que algo tenha sido levado do imóvel.

Segundo a polícia, a residência estava fechada e sem sinais de arrombamento, levando a crer que o triplo homicídio tenha sido cometido por algum conhecido da família. 

O Instituto Criminalista (IC) e Instituto Médico Legal (IML) foram acionados para perícia e remoção do corpo e, de acordo com as primeiras informações periciais, avós e neta foram assassinados a facadas.