AL permanece na fase vermelha, mas funcionamento dos bares e restaurante é estendido até às 20h

  • Redação
  • 14/04/2021 09:32
  • Cidade
Foto: Ilustração/Maikai/Arquivo
Bares e restaurantes de Maceio

Todo estado permanece da fase vermelha do distanciamento social controlado, conforme o novo decreto estadual, que entrou em vigor nesta quarta-feira (14). A principal alteração feita pelo governador Renan Filho com as novas regras foi a ampliação do horário do funcionamento dos bares e restaurantes. As regras foram publicadas em uma edição suplementar do Diário Oficial, nesta terça-feira (13), quando venceu o último decreto.  

A partir de hoje, os bares poderão funcionar das 5h até ás 20h, sendo proibido a abertura para receber clientes durante os finais de semana. “Podendo funcionar após as 20h, e durante todo o sábado e domingo, apenas por serviços de entrega, inclusive por aplicativo, e na modalidade “Pegue e Leve”, sendo expressamente proibido o consumo local, tanto de bebidas quanto de comidas”, estabelece o decreto. 

Manutenção

Pelo decreto, seguem proibidos de abrir o Centro de Maceió de sábado à segunda-feira; e shoppings aos sábados, domingos e terças. O horário dos shopping segue das 11 as 20h e das lojas segue das 9h as 17h

Também segue restrita a circulação de pessoas entre 21h e 5h da manhã. 

Academias, igrejas, templos e similares podem abrir respeitando o limite de 30% de ocupação, assim como o transporte intermunicipal de passageiros pode atuar apenas com 30% da capacidade.  

Academias com 30% de ocupação, sob agendamento, vedada a utilização por pessoas com mais de 60 anos ou com comorbidades que possam ser agravadas pelo Covid-19;  Igrejas e templos religiosos, 30% da capacidade máxima; Salões de beleza, sob agendamento;  Transporte Intermunicipal, com capacidade de 30% e ônibus, funcionando com 50% de capacidade. 

Segue proibido a realização de todos os eventos, pessoais e comerciais; funcionamento de boates, casas de shows e similares; marinas e Clubes Náuticos: fechados em fins de semana.