Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

O drama de uma família, formada por mãe e cinco filhos, ganhou destaque nas redes sociais desde o último final de semana. Morando numa casa de taipa prestes a desabar, mãe pede ajuda para construir uma residência segura para abrigar seus filhos no povoado Salomezinho, zona rural de Porto Real do Colégio.

Ana Paula, de 33 anos, é mãe de 5 filhos e foi abandonada pelo marido. A família mora em uma simples residência construída com barro amassado sobre grades de madeira, a chamada taipa.

De acordo com Ana Paula, as paredes do imóvel estão instáveis e escoradas com móveis e pedaços de madeira. O teto, coberto com telhas e lonas, também está comprometido e com as últimas chuvas a família não consegue dormir temendo que ocorra uma tragédia.

Desempregada, a jovem mãe faz apelo para construir um novo lar que ofereça mais conforto e segurança. “Estou ‘vivendo de doações e de alguns bicos em casa de família. Não consigo dormir direito, com medo da casa desabar sobre os meus filhos. Preciso de cimento, blocos e madeiras, quem puder me ajudar eu agradeço”, disse.

Um vídeo com a situação vivida pela família foi postado por moradores da localidade e tem cerca de 5 mil visualizações. A comoção dos moradores foi instantânea e inúmeras pessoas começaram a entrar em contato para saber como ajudar.

A construção de um novo lar para abrigar Ana Paula e seus filhos já havia sido iniciada graças à doação de alguns amigos e conhecidos da jovem, mas, com a campanha nas redes sociais, é esperado que consiga o mais breve possível materiais de construção necessários e suficientes para concluir a pequena casa para viver em segurança com os filhos pequenos.
 

Como ajudar?
 

 

As doações podem ser feitas na residência de Ana Paula, no povoado Salomezinho, ou por uma conta Banco do Brasil; AGÊNCIA 1720-5 CONTA CORRENTE 8946-x. A conta pertence a uma professora da localidade, identificada como Regina de Oliveira, que está realizando mutirões para ajudar a jovem mãe. Também foi disponibilizado um número para contatos via telefone (82) 98132-2287