Nova diretoria do ASA terá gestão de futebol colaborativa

  • Assessoria
  • 02/12/2020 11:05
  • Esporte

Moisés Machado reassume a presidência da Agremiação Sportiva Arapiraquense (ASA), a partir desta terça-feira (1º), para o biênio 2021/2022, com gestão de futebol colaborativa.

Para o presidente, a diretoria quer a colaboração de todos os integrantes nas tomadas de decisões, como também na construção da imagem e formação do time. Ele deixa claro que quem quiser apenas criticar e não contribuir estará descartado.

“Vamos fazer uma nova gestão com características marcantes da gestão de futebol colaborativa e quem não quiser contribuir para o desenvolvimento do time e o crescimento do clube está descartado”, posicionou-se Moisés Machado.

Ele ressaltou que quer o apoio da imprensa esportiva, de forma pragmática e com a contribuição de todos, inclusive respeitando o período de negociação e contratação de atletas para que o clube possa fechar contratos sem interferência dos profissionais de imprensa na abordagem aos atletas sem ter fechado com o Alvinegro.

“Vamos conversar com os profissionais que cobrem o clube para que neste período de contratação possamos primeiramente fechar os contratos para evitar especulação e que o atleta passa negociar com o clube sem qualquer tipo de interferência por parte da imprensa que os procuram antes mesmo de finalizarmos a negociação”, frisou Moisés Machado.

 

Vitórias de 2020

Na reunião que aconteceu na noite de segunda-feira (30), na sede do Clube Alvinegro, Moisés Machado fez questão de ressaltar os últimos dois anos do ASA, sob sua gestão, em que o Fantasma das Alagoas teve lutas, empates, derrotas e, sobretudo, vitórias.

Ele destacou a vitória do ASA como campeão da Copa Alagoas, em janeiro deste ano, contra o CEO, que venceu nos pênaltis por 4 a 3, dentro de casa no Estádio Fumeirão, e saiu de um jejum de sete anos sem conquistar um campeonato.

Além desta vitória, o presidente do ASA lembrou que o Alvinegro foi campeão no Campeonato e-Alagoano, também neste ano de 2020, em junho, quando o pro player Ewerson Portela venceu o CSA por 6 a 5. Uma vitória e uma conquista extraordinária para o clube arapiraquense.

 

Incentivo ao esporte amador

Nas categorias de base, Moisés Machado tem se firmado como um dos dirigentes que mais atuam no incentivo para a formação de atletas e inclusão de jovens talentos encontrados minuciosamente em cidades do interior de Alagoas.

Para se ter uma ideia, na categoria Sub-20, o ASA participou da Pré-Copa do Nordeste, o que, segundo Moisés Machado, representa uma participação decisiva e importante para o Alvinegro.

Ele frisou também os trabalhos que são desenvolvidos com as equipes das categorias Sub-13, Sub-15 e Sub-17 em uma parceria, quase que fusão, entre o Arapiraca Futebol Clube (AFC) e o ASA.

“Trouxemos talentos jovens do futebol amador para o futebol profissional do ASA, a exemplo do atacante Gabriel, do município de Feira Grande, e que foi destaque no time titular do ASA na última competição, então temos muitas vitórias e conquistas para destacar”, afirmou Moisés Machado.

O atual presidente do ASA também lembrou do time feminino, um trabalho que vem se consolidando cada vez mais e com o apoio de todos os membros da diretoria e conselheiros do Clube Alvinegro.

“Estamos com uma equipe unida e vamos trabalhar para fazermos uma excelente formação e se unir em nome deste time glorioso e que muito orgulha os arapiraquenses”, concluiu Moisés Machado.