Servidores criticam reajuste oferecido pelo Governo

  • Redação
  • 08/04/2011 11:44
  • Cidade
Arquivo - Cada Minuto

A expectativa dos servidores públicos sobre o anúncio do reajuste salarial foi “frustrada” após o Governador Teotônio Vilela conceder um aumento de 5.91% a todos os profissionais da área de saúde, educação, segurança e outras do estado. Há quatro anos os servidores públicos aguardam o reajuste na folha salarial.

Saúde

Para o presidente do Sindicato dos Médicos, Wellington Galvão, o reajuste salarial não representa ‘nada’ para os profissionais. “Esse aumento não supera em nada a defasagem salarial que temos hoje. Era melhor que ele (Téo Vilela) ficasse calado e não anunciasse nada”, acrescentou Galvão.

O sindicalista disse que ainda que o canal de negociação com a secretaria de Gestão do estado será mantida para garantir a gratificação e tentar a amenizar a situação dos médicos.

Polícia Civil

O presidente do Sindpol, Carlos Jorge disse que na realidade o reajuste dado ‘não é nem visto’ com esse valor irrisório. “Na realidade não dar nem para ver esse dinheiro na conta do servidor. Era bem melhor ele ter ficado calado e não ter anunciado isso”, colocou o sindicalista, afirmando que essa medida só vai causar mais revolta nos servidores.

Educação

Os servidores da Educação de Alagoas já estão articulando uma manifestação para repudiar o aumento dado pelo governo. De acordo com a presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Educação de Alagoas (SINTEAL), Célia Capistrano o reajuste é vergonhoso.

“Passamos quatro anos sem receber nenhum tipo de aumento salarial chega ser vergonhoso esse reajuste apontado pelo governo. Vamos fazer algum tipo de manifestação em breve”, declarou Célia.