Prefeitos das cidades investigadas prestarão depoimento na PF

  • Redação
  • 08/04/2011 07:09
  • Polícia
Arquivo - CadaMinuto
Sede da Polícia Federal em Alagoas

Na segunda-feira (11) o delegado André Costa deve dar início a uma sequencia de depoimentos sobre o esquema que apura o desvio de R$ 8 milhões de recursos destinados à merenda escolar em municípios do interior alagoano desbaratado durante a Operação Mascotch.


Os prefeitos de Girau do Ponciano, Poço das Trincheiras, Estrela de Alagoas, Senador Rui Palmeira, Lagoa da Canoa, Traipu e Craíbas, serão os próximos a prestarem depoimentos. De acordo com assessoria do órgão, as oitivas com os prefeitos serão realizadas conforme agendamento.


Ontem, a primeira-dama da cidade de Traipu Juliana Kummer, a vice-prefeita do município Julianne Machado e o ex-secretário de finanças da cidade Traipu Francisco Carlos Albuquerque dos Santos, foram soltos. Os três eram os únicos dos 16 acusados que permaneciam detidos na carceragem da PF, no bairro do Jaraguá.

A Operação
A Operação Mascotch foi desencadeada na última dia 30, por agentes da Polícia Federal em 13 municípios de Alagoas. Um desvio de R$ 8 milhões em recursos da merenda escolar foi descoberto. As investigações apontaram que o dinheiro era usado para a compra de uísque e ração de cachorro. Entre os presos, primeiras damas e ex-secretários das cidades onde foram constatadas as irregularidades.


Os 16 mandados de prisão e os 28 de busca e apreensão foram expedidos pelo Tribunal Regional da 5ª Região (TRF-5).


Inquérito
O delegado André Costa afirmou ontem à reportagem do CadaMinuto que irá sugerir o desmembramento do inquérito ao Ministério Público Federal. Ele acredita que a medida ajudará no andamento do processo.


“Um processo com menos réus tem mais chances de ser julgado mais rápido. Esse inquérito inclusive é o mesmo da Operação Caetés, deflagrada no ano passado, onde foram presas pessoas com envolvimento no mesmo crime", disse Costa.