Corregedoria estaria perto de prender funcionário do Fórum

  • Redação
  • 06/04/2011 05:39
  • Cidade
Assessoria PM
Armas

Logo após o sumiço de quase 200 armas, a direção do Fórum de Arapiraca pretende tomar atitudes para melhorar o sistema de segurança no local, entre elas instalar câmeras para monitorar a entrada e saída de juízes, advogados, funcionários e sociedade em geral do local.

Segundo informações, a corregedoria estaria perto de apontar o nome de um funcionário que teria ajudado os irmãos Rosaldo Pedro da Silva e José Williams Pedro da Silva, ambos policiais militares, presos acusados como facilitadores da saída das armas de dentro do fórum.

Entenda

No último dia 23 de março, a Polícia Militar apreendeu nove armas (três revólveres calibre 38 e seis pistolas calibre 380) na residência de Wilson Santos, que acusou o irmão, Jackson Costa, de ser o “dono” das armas.

No dia seguinte, o chefe da 4ª Delegacia Regional de Polícia, Jânio Vieira, contou que seis das nove armas haviam sido apreendidas e deveriam estar presas no Fórum de Arapiraca. Desde então, a PC começou uma grande investigação sobre o caso.

Uma semana depois, após depoimento do “dono” das armas encontradas pela Polícia Militar no bairro Cavaco, o jovem Jackson Costa, denunciou os dois irmãos, Rosaldo Pedro da Silva e José Williams Pedro da Silva. A informação fez parte da delação premiada.