O goleiro Dida, pentacampeão do mundo pela Seleção Brasileira de Futebol, esteve em Lagoa da Canoa na manhã deste domingo (28), onde recebeu a visita de amigos, familiares e do prefeito Álvaro Melo (PMDB), onde conversaram sobre o desenvolvimento do município e, principalmente, os investimentos que a atual gestão vem fazendo no sentido de incentivar às práticas esportivas.

Na oportunidade, Dida também agradeceu ao prefeito Álvaro Melo pela homenagem em ter colocado o seu nome [Nelson de Jesus Silva] no ginásio poliesportivo do município. “É uma honra ter meu nome exposto no maior empreendimento esportivo de Lagoa da Canoa”, frisou o atleta.

Ainda durante o bate papo com o prefeito, Dida falou sobre a importância do esporte nas vidas das crianças e dos jovens canoenses, destacando que Educação e Esporte devem caminhar juntos.

O prefeito Álvaro Melo falou ainda sobre o orgulho de todos os canoenses em poder ver um atleta da terra sendo destaque não somente no futebol brasileiro, mas em todo o mundo. “Independente do time que ele jogue, estaremos na torcida pois ele sempre estará representando Lagoa Canoa”, disse, orgulhoso, o prefeito.

Na atual gestão, o esporte tem recebido inúmeros investimentos a exemplo da construção de quadras poliesportivas, realização de torneios amadores e, principalmente, o incentivo às práticas esportivas na grade escolar.


SOBRE O DIDA

Dida nasceu em 1973 na cidade baiana de Irará. Ainda criança veio com a família morar em Lagoa da Canoa, onde iniciou seus primeiros passos como atleta. Com 17 anos jogou nos times de base do ASA de Arapiraca  e depois foi para o extinto Cruzeiro, também de Alagoas.

Em 1992 iniciou sua carreira profissional no Vitória (BA). Depois passou por vários clubes, nacionais e internacionais, a exemplo do Cruzeiro (MG), Corinthians (SP), Portuguesa (SP), Grêmio (RS) e atualmente no Internacional (RS). Dida também passou por clubes internacionais, a exemplo do Lugano (Suíça) e do Milan (Itália).

Em 2005 Dida foi eleito o segundo melhor goleiro do mundo pela FIFA e pela Federação Internacional de História e Estatística de Futebol e o terceiro melhor em 2004. Em janeiro de 2012 foi considerado o terceiro melhor goleiro da América do Sul dos últimos 25 anos, ficando atrás de Taffarel e Chilavert.

Pela Seleção Brasileira, Dida fez história ao fechar o gol e fazer o Brasil conquistar o Pentacampeonato Mundial diante da Alemanha, de quem ganhou pelo placar de 2 a 0.