Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

A dança como extensão necessária de nosso corpo, de nosso gestual. É esta perspectiva que vem trazer a 12ª Mostra de Dança Alagoana, que percorre as cidades de Alagoas durante os meses de julho, agosto e setembro.

Neste próximo domingo (10), o município de Arapiraca receberá uma das etapas da edição, tornando-se capital da dança em Alagoas. Grupos de todo o estado estarão se apresentando diversas vertentes.

Com o apoio da Prefeitura de Arapiraca, o evento, que acontece às 19h no Teatro do Sesi, bairro da Primavera, prima por oferecer uma visão atual da dança alagoana, bem como desenvolver uma integração maior entre seus participantes dos mais diferentes estilos, além de estimulá-los na prática e crescimento dessa arte.

“Quem ganha com isso é o público arapiraquense, sedento por arte, já que poderá presenciar apresentações, como o flamenco cigano, dança de salão, dança afro, tango, dança do ventre, balé contemporâneo, jazz, dança do ventre, street dance, free step, hip-hop, frevo e zu”, adianta a secretária Municipal de Cultura e Turismo (Sectur), Tânia Santos. A entrada para o evento é franca.

A Secretaria de Estado da Cultura (Secult) lançou edital para a 12ª Mostra de Dança Alagoana em abril deste ano, tendo boa recepção. Ela é uma realização da própria Secult, do instituto Eu Mundaú e do Fundo de Desenvolvimento de Ações Culturais (FDAC).