Aliado ao som calcado no Rock N' Roll e no ronco do motor das motocicletas de cilindradas diversas, curtas-metragens arapiraquenses que ganharam destaque em Alagoas e até impulso em circuitos nacionais aparecerão numa das noites do Arapiraca Moto Festival, que acontece durante este Carnaval.

O evento alternativo, de 1º a 3 de março no Mercado do Artesanato Margarida Gonçalves, vem para dar uma opção a mais aos moradores da cidade que não migram para as praias do estado em busca de folia. Na contramão de um costume já enraizado, com o apoio da Prefeitura de Arapiraca, os organizadores pontuam as ações culturais em meio à programação.

Uma delas é o I Curta Arapiraca, que traz à tona cinco curtas-metragens e documentários elaborados por cineastas da terra e que foram bem recebidos por público e crítica nos últimos anos.

"O objetivo é aproximar o que temos de melhor no segmento da Sétima Arte para que os arapiraquenses possam entrar em contato com o que está sendo feito por aqui", diz Ciro Magalhães, empresário que idealizou o evento. A organização do festival é da Pancake House e Lagartos do Agreste Moto Club.

Serão exibidos de forma gratuita, no domingo (2) a partir das 18h, "Hoje Tem Espetáculo?" (2010), "Salão dos Artistas" (2012) e "Flamor" (2013), de Leandro Alves, e "KM58" (2011) e "O Que Lembro, Tenho" (2012), de Rafhael Barbosa. 

"Esta é mais uma janela de exibição que ganhamos para expor nossas produções e estimular outras novas. O mote inicial é exibir o que vem sendo feito por aqui, mas futuramente queremos aumentar esse leque e transformar essa mostra é um festival nacional, recebendo projeções diversas", pontua o cineasta Leandro Alves.

Como prova da força do cinema arapiraquense, o "Salão dos Artistas", que conta a vida do mestre afinador de sanfona Cecílio Francisco da Silva, "seu Cecílio", foi premiado no 3º Festival de Cinema Universitário de Penedo e a tocante trama "O Que Lembro, Tenho" venceu na 3ª Mostra Sururu de Cinema Alagoano e na 6ª edição do Festival de Cinema de Triunfo e ainda foi indicada no 5º Festival Júri Popular.

Segundo a secretária Municipal de Cutlura e Turismo (Sectur), Tânia Santos, é muito importante esta movimentação que está acontecendo no cenário do cinema em nosso município.

"Há dois anos consecutivos, Arapiraca recebe outro festival notável, a Semana do Audiovisual [Seda], que apresenta o que há de melhor na Sétima Arte em nosso estado, além de proporcionar palestrar e oficinas ensinando argumento de cinema, som direto e pós-produção de filmagens, por exemplo. É um período riquíssimo que vinvenciamos e, com mais esta investida, nossa cidade só tem a ganhar mais adeptos", destaca a secretária de Cultura.

A programação do Arapiraca Moto Festival não fica só nisso: haverá shows das bandas – em sua maioria, de Rock – Arranha Céus, Macaco Sabiá, Metamorfose, Verena (Girau do Ponciano), Janu e os Matutos Urbanos, Ariel/ Kaliban (Palmeira dos Índios), Taboca, Blues Deluxe (Maceió), Phobbiah, L100 (Maceió), Virgin Killer (cover de Scorpions – PE) e Jailbait (cover de Motörhead – Maceió), além de discotecagens com Paulo do Bar e Cícero Brito e exposições de arte.

Para conferir mais detalhes sobre o I Curta Arapiraca, acesse o link: http://arapiracamotofestival.com/curta-arapiraca/