Notícias

Maceió terá 18 voos fretados aos finais de semana a partir deste domingo (1)

  • Redação*
  • 30/10/2020 13:07
  • Notícias
Reprodução
Aeroporto Zumbi dos Palmares

A partir deste domingo (1), a Azul Viagens - operadora de turismo da companhia área Azul - dará início à temporada de voos fretados para atender Maceió, um dos destinos que mais receberá operações deste tipo no Brasil. Até janeiro de 2021, serão 18 voos diretos aos finais de semana partindo de várias cidades das regiões Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste do país. 

De acordo com informações da assessoria, as operações são diretas e partem de cidades como Campinas, Presidente Prudente, Ribeirão Preto e São José do Rio Preto – todos no interior de São Paulo - e também de Uberlândia e Belo Horizonte, em Minas Gerais. Cuiabá, no Mato Grosso, e Recife, em Pernambuco, também integram as rotas para Maceió. 

Os voos acontecerão sempre aos sábados e domingos e serão feitos com as aeronaves modelo Airbus A320neo, com capacidade para 174 clientes, e os jatos da Embraer, que contam com até 136 assentos.

“Essa é uma tradição da Azul Viagens que, em parceria com hoteleiros e receptivos, busca oferecer mais comodidade e conveniência a seus clientes no período do verão. Temos como foco atender cidades menores, como as do interior de São Paulo, com voos diretos e dedicados para o Nordeste do país.

Com esse movimento, nossa operadora de turismo reforça a importância do cliente dessas cidades para nosso negócio e, ao mesmo tempo, estimula a demanda nessas regiões com o aumento da oferta de operações e destinos de lazer”, destaca Daniel Bicudo, diretor da Azul Viagens.

Para o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Rafael Brito, o número expressivo de fretamentos para o estado, mesmo diante das dificuldades impostas pela pandemia, evidencia a relevância do Destino Alagoas no mercado nacional.

“Dezoito voos fretados em três meses é um número muito relevante diante deste cenário que ainda estamos enfrentando de combate à pandemia. O Destino Alagoas está sempre entre os mais buscados na plataforma da Azul para viagens na alta temporada e esta demanda só evidencia este fato. Essas operações irão atrair ainda mais turistas para o nosso estado, movimentar a economia alagoana e garantir geração de emprego e renda para a população”, celebra Rafael Brito.

*Com Agência Alagoas 

Medicina Veterinária do CESMAC é destaque com estande na 70ª edição da EXPOAGRO

  • Assessoria
  • 30/10/2020 11:29
  • Notícias

O Centro Universitário CESMAC está com estande, apresentando o curso de Medicina Veterinária e também com espaço para inscrições no Vestibular On-Line e de Medicina 2021, na 70ª edição da Expoagro Alagoas 2020, no Parque da Pecuária, em Maceió, até o dia 01 de novembro. A feira agropecuária reúne diversos eventos voltados para o setor agrícola e também a participação de empresas e instituições. O público pode visitar o local no horário de 9h às 22h.

Por conta da pandemia o evento está funcionando seguindo as recomendações do decreto estadual e da Organização Mundial da Saúde (OMS) para prevenção da Covid-19. A capacidade de público foi reduzida e uso de máscaras é obrigatório, assim como o distanciamento recomendado. A Associação dos Criadores de Alagoas (ACA), responsável pela organização do evento, está disponibilizando álcool em gel, equipamentos sanitizantes e aferição de temperatura.

A graduação está com uma programação intensa todos os dias da feira. O estande recebe os alunos de todas as Ligas Acadêmicas do curso, que realizam um trabalho constante de pesquisa e ações nas diversas áreas da Medicina Veterinária, reforçando o aprendizado e fortalecendo a formação. O trabalho tem todo o apoio dos reitores Dr. João Sampaio e Prof. Dr. Douglas Apratto Tenório, da Pró-Reitora Acadêmica Adjunta Profa. Dr. Claudia Medeiros e do Pró-Reitor de Gestão e Planejamento João Sampaio Neto, além do Coordenador Geral de Extensão – Prof. Dr. Rodrigo Guimarães e de todos os docentes do curso.

Ao todo, são 11 equipes: Liga Acadêmica de Produção Animal e Forragicultura – (GEPFOR); Liga Acadêmica de Aquídeos – (GEPE); Liga Acadêmica de Clínica de Pequenos Animais – (LAPAN); Liga Acadêmica de Cirurgia e Anestesiologia Veterinária – (LACAVET); Liga Acadêmica de Animais Selvagens – (GEAS); Liga Acadêmica de Anatomia Veterinária – (LAAV); Liga Acadêmica de Bem Estar Animal – (LABEA); Liga Acadêmica de Fisiatria, Ortopedia e Neurologia Veterinária (LAFON); Liga Acadêmica de Diagnósticos Parasitológicos (LADP); Liga Acadêmica de Medicina Veterinária Preventiva (LAMVP); Liga Acadêmica de Cardiologia Veterinária (LACARDIO) e Liga Acadêmica em Medicina Felina (LAEFEL).

De acordo com a Profa. Gilsan de Oliveira, “a Expoagro é mais que um simples evento, trata-se de um encontro de trocas de conhecimentos e saberes de gerações que consolidam a cultura do Estado de Alagoas. Fomentando o seu desenvolvimento, por meio do excelente trabalho desenvolvido pelo Engenheiro agrônomo e presidente da Associação dos criadores de Alagoas (ACA) Domicio Silva e a Zootecnista e coordenadora da ACA, Dirlene Silva. É maravilhoso ver que o Centro Universitário CESMAC, através do curso de Medicina Veterinária, fazer parte, incentivar e acompanhar todo esse evento”, reforça.

A docente afirma ainda, que é uma oportunidade única para os nossos alunos terem a percepção da grandiosidade da pecuária alagoana, que hoje está representada por uma geração de criadores e Médicos veterinários que tanto orgulham a nossa Instituição, como: Aline Melo, Daniella Cortez, Davi Soutinho, Emílio Sarmento, Ilza Porto, Karina Costa, Marcelo Araújo, Paulo Lobo, Thales Firmino, Victor Carnaúba, dentre tantos outros, das inúmeras áreas que são destaque na Medicina Veterinária Alagoana.

A participação no evento possibilita aos acadêmicos seguirem os passos dos egressos e reforçar a formação desenvolvendo habilidades de identificar, analisar e julgar de forma crítica, as principais raças de animais comercializadas no Estado, preparando para atuar no agronegócio com ética, responsabilidade e excelência. “Desta forma, o CESMAC contribui com o desenvolvimento do Estado, disponibilizando profissionais com visão empreendedora, essenciais para o desenvolvimento econômico de Alagoas”, diz ainda a coordenadora Gilsan de Oliveira.

Detran/AL reforça operação Lei Seca e recomenda maior atenção no trânsito durante feriadão

  • Redação*
  • 30/10/2020 10:53
  • Notícias
Assessoria
Fiscalização Lei Seca

Por conta do feriado do Dia de Finados, muitos condutores devem pegar a estrada nesta sexta-feira (30). As longas viagens pedem que o cuidado no trânsito seja redobrado, por isso o Departamento Estadual de Trânsito de Alagoas (Detran/AL), que reforçará a operação Lei Seca nesses quatro dias, dá orientações aos condutores e passageiros.

De acordo com informações da assessoria, o órgão recomenda fazer uma revisão no veículo para verificar se está tudo em ordem com os pneus, a água do radiador, óleo, bateria e freios. É necessário estar atento tanto na ida quanto na volta, e a prevenção começa desde antes de sair de casa.

Ainda segundo informações também é importante estar descansado para dirigir com tranquilidade, paciência e evitar a fadiga e sono durante o percurso. A maioria dos acidentes é causada pela imprudência dos motoristas. Respeitar a sinalização, as leis de trânsito, os limites de velocidade da via e manter distância segura em relação ao veículo da frente podem salvar vidas.

Além disso, a atenção com as crianças no veículo é fundamental. Esteja atento ao uso correto dos dispositivos de segurança, como assento de elevação, bebê conforto e a cadeirinha, e lembre-se que as crianças só podem ser transportadas no banco da frente a partir dos dez anos de idade.

Lei Seca

Para contribuir com um feriadão seguro, coibindo a mistura de álcool e direção e fiscalizando as condutas no trânsito, a operação Lei Seca, política pública coordenada pelo Detran, será intensificada nesses dias. A fiscalização ocorrerá em pontos estratégicos da capital, como as saídas da cidade, que concentram uma grande quantidade de veículos.

A operação atuará para minimizar os riscos de acidentes, mas o Detran reforça que é necessária a contribuição de todos. Seguindo essas e outras orientações de segurança, a viagem será tranquila e com menos riscos.

 *Com Agência Alagoas

FAB conclui que condições meteorológicas e erro do piloto levaram à queda de avião de Gabriel Diniz

  • Redação*
  • 30/10/2020 10:09
  • Notícias
Foto: Reprodução
Gabriel Diniz

O relatório do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), da FAB, divulgado nesta quinta-feira (29) apontou que as condições meteorológicas adversas, a atitude e a indisciplina de voo levaram à queda da aeronave que transportava o cantor Gabriel Diniz, em maio de 2019. Gabriel estava vindo para Alagoas quando o acidente aconteceu.

Os profissionais, segundo o Cenipa, tomaram atitudes consideradas erradas durante a operação da aeronave Piper Cherokee PT-KLO. De acordo com o relatório, o piloto não avaliou adequadamente os parâmetros para a operação da aeronave com a decisão do prosseguimento do voo em condições meteorológicas desfavoráveis.

Além disso, segundo o relatório, o documento aponta que a aeronave, fabricada em 1974, não estava equipada com radar meteorológico e não era certificada para voar sob Regras de Voo por Instrumentos (IFR), sendo autorizada pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) operar sem Condições de Voo Visual (VMC).

O piloto Linaldo Xavier tinha 83h50m de experiência de voo e possuía licença de Piloto Privado - Avião (PPR), em curso realizado no Aeroclube de Alagoas, em 2017, e estava com a habilitação de Avião Monomotor Terrestre (MNTE) válida. Ele estava somente qualificado para realizar o voo em rota em condições estritamente visuais. 

A investigação entendeu que “não considerar os procedimentos previstos para se manter em condições de voo visuais concorreu para a exposição da aeronave a elevado risco de acidente” contribuiu para a queda da aeronave.

*com G1/SE

Dia de Finados: Centro de Maceió abrirá em horário especial

  • Redação*
  • 30/10/2020 09:14
  • Notícias
Foto: Divulgação
Centro de Maceió

Na próxima segunda-feira (2), Dia de Finados, os grandes shoppings da capital abrirão em horário normal, segundo informa a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Alagoas (Fecomércio AL). A entidade comunica também que, de acordo com a Aliança Comercial, o Centro de Maceió funcionará em horário especial, das 8h às 14h.

O Shopping Pátio Maceió, o Maceió Shopping e o Parque Shopping Maceió atenderão ao público das 10h às 22h, mas vale lembrar que os serviços públicos e as agências bancárias situadas nestes estabelecimentos não funcionarão. Já o Shopping Farol não abrirá.

Supermercados

A Fecomércio informa, ainda, que no Dia de Finados o Atacadão abrirá das 7h às 22h, mesmo horário que será adotado pelo Extra Mangabeiras. O Palato manterá o horário habitual de atendimento (Farol, das 7h à 0h; Ponta Verde, 24h; Parque Gonçalves Lêdo, 7h às 22h).

Interior

Os Sindilojas dos municípios de Palmeira e Penedo, entidades filiadas à Fecomércio, informaram que os estabelecimentos estarão fechados. Em União dos Palmares, o Sindilojas orienta as empresas que pretendem abrir na data a observarem a legislação trabalhista. Já o Sindilojas Arapiraca comunica que a abertura do comércio será parcial, pois somente funcionarão as empresas que firmarem acordo com seus colaboradores.

A Fecomércio ressalta a importância no combate à propagação do coronavírus. Por isso, a orientação é que as empresas e os consumidores continuem observando as medidas de distanciamento social para o bem da saúde coletiva, como o uso obrigatório de máscara, medição da temperatura, higienização com álcool em gel 70% e respeito à distância mínima entre as pessoas, dentre outras medidas.

*Com assessoria 

Presidente da CEI cobra da Braskem conclusão de estudos e definição total das áreas que podem ser atingidas com o afundamento do solo

  • Assessoria
  • 29/10/2020 13:30
  • Notícias
Foto: assessoria
Francisco Sales

Incerteza e preocupação. Esses têm sido os sentimentos dos moradores bairros de Bebedouro, Pinheiro e Bom Parto que permanecem nas áreas que ainda não afetadas pelo afundamento do solo. E a ausência de informações técnicas sobre a definição de quais áreas ainda podem ser afetadas também, tem sido o reflexo de pânico para os moradores dos bairros vizinhos, como Chã de Bebedouro, Chã da Jaqueira, Jardim Petrópolis, Santa Amélia, Pitanguinha, Gruta e Rotary.

O presidente da Comissão Especial de Investigação (CEI), vereador Francisco Sales (PSB), cobrou da Braskem a conclusão dos estudos para definição do todo mapa da área de risco e ingressará com ações junto ao Ministério Público Estadual (MDB) e ao Judiciário Estadual para exigir que a empresa apresente esses dados.

"Essas pessoas ficaram nesses locais, tiveram seus imóveis desvalorizados e ainda convivem todos os dias sem saber se vão ter que deixar suas casas. A Braskem precisa dizer para sociedade quais bairros ou áreas serão ou podem ser atingidas pelo afundamento", afirmou o vereador.  

Francisco Sales coloca que a cada atualização do mapa das áreas afetadas e a inclusão de outras famílias, o pânico acaba se instalando ainda mais nos moradores que  permanecem nesses locais, assim como a propagação de notícias falsas, principalmente sobre uma possível interdição da Avenida Fernandes Lima.

"As pessoas desses bairros precisam ter a certeza de que esses problemas não irão  chegar em suas ruas. Os moradores precisam ter paz. Já basta o sofrimento das famílias que foram obrigadas a sair de suas casas. Se a Braskem acha que pode chegar a 100% dos quatros bairro e outros locais que se diga logo",  disse o vereador.

Durante a audiência interna com os diretores da Braskem, o presidente da CEI salientou a preocupação com a mobilidade urbana da cidade com as interdições de vias e essa questão da Fernandes Lima tem deixado os comerciantes também preocupados.

"Estamos em  período eleitoral, onde naturalmente tem um aumento das fake news e temos essa situação complicada, principalmente para os moradores, e todos nós ficamos sem saber o que é verdade ou mentira. Por isso, é urgente que a empresa tome uma posição definitiva sobre essa área que pode ser atingida", completou Francisco Sales.

Mulheres na Mineração: Projeto Serrote tem mais de 120 delas trabalhando

  • Asssoria
  • 29/10/2020 10:29
  • Notícias
Muito além do Outubro Rosa,cenário está mudando em todo o mundo e a figura feminina conquistando espaços

Há quase 100 anos, a primeira mulher do mundo a ingressar no setor de mineração provava que elas são capazes de tudo.

Em 1926, Emily Hahn era uma então estudante de Artes da Universidade de Wisconsin-Madison, nos EUA, quando ouviu de um professor que a mente feminina não conseguiria “lidar com os princípios da mecânica, da alta matemática ou com qualquer fundamento do ensino da mineração”. Naquele ponto, ela resolveu mudar de curso e fazer Engenharia de Minas.

Essa tomada de decisão da estudante americana foi pioneira e reflete hoje uma pujante realidade em empresas como a Mineração Vale Verde (MVV).

No Projeto Serrote, em Craíbas-AL, e no escritório da companhia, em Belo Horizonte, ao todo, há 121 mulheres atuando em seus postos de trabalho, seja nos prédios administrativos ou no campo.

Os números demonstram que, ano após ano, as mulheres vêm rompendo obstáculos impostos pela sociedade e conquistando seu espaço de direito. Afinal, a figura feminina é capaz de estar onde ela desejar.

Para Fernanda Tavares, analista de Recursos Humanos (RH) da MVV, trabalhar em um local majoritariamente masculino é desafiador.

“Vivemos em uma sociedade ainda machista, infelizmente. Isso torna, portanto, o papel da mulher ainda mais contundente e brilhante nesses tempos de mudança. Além de profissionais, ainda somos mães, filhas e esposas. Com muita coragem, disposição e dedicação, buscamos alcançar cada vez mais nosso lugar no mundo corporativo”, diz ela, que já tem dois anos na empresa.

Já analista administrativa Leyla Bezerra está na MVV há apenas dois meses e destaca que o ambiente tem sido de muita ajuda mútua.

“Apesar de estar numa empresa onde a maioria é masculina, nunca me senti discriminada. Vivemos em um clima de muito respeito, de direitos e deveres iguais para ambos os sexos”, completa.

Segundo a engenheira de Minas, Ana Luisa Ramos, a MVV tem sido para ela uma grande experiência, onde está se “re-conhecendo” como profissional, de fato. E nesse caminho, Ana acredita que ser mulher só a fortificou.

“Ainda que aparente ser generalista, sinto que a sensibilidade da mulher, o tato na fala e uma melhor leitura dos sentimentos humanos têm acrescentado muito no meu trajeto por aqui. São características que tento trazer cada vez mais no meu dia a dia. Isso facilita na minha relação interpessoal e me ajuda a ter o ambiente harmônico que procuro no trabalho. De forma particular, sou uma mulher utópica e, até o fim, vou tentar acreditar que a verdade, o amor legítimo pelo ser humano, a alegria e a comunicação não violenta são características essenciais para se criar um novo jeito de se trabalhar em ambientes majoritariamente masculinos, onde um olhar cartesiano e egoico costumavam prevalecer”, coloca ela, que recentemente foi promovida à coordenadora de Planejamento de Mina da MVV.

Neste mês, reverencia-se o Outubro Rosa, que vai além da prevenção ao câncer de mama, com foco nas mulheres. Este mês traz o autocuidado, mas também a mostra de que elas podem andar no mundo de acordo com suas próprias vontades e competências. Isso também deve ser pontuado e comemorado.

SOBRE A APPIAN

Desde 2018, 100% do capital da MVV pertence a um fundo de investimentos administrado pela Appian Capital Advisory LLP focado em mineração. O fundo também possui um ativo no Brasil no município de Itagibá (BA), denominado Atlantic Nickel, com foco na produção de concentrado de níquel sulfetado e capacidade nominal de 120 mil toneladas/ano, que voltou a operar em janeiro de 2020. Sediada em Londres, a Appian possui ainda escritórios em países como África do Sul e Canadá.

PRF realiza fiscalização de caminhões canavieiros na BR-101

  • Redação*
  • 29/10/2020 10:14
  • Notícias
Foto: assessoria PRF
Caminhões canavieiros

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizou, entre os dias 27 e 28 de outubro, a Operação Canavieira, que teve o objetivo de fiscalizar os caminhões canavieiros que circulam pelas rodovias federais de Alagoas. Durante a operação 125 veículos de carga foram fiscalizados, foram feitas 351 notificações após as abordagens, resultando em 84 veículos e 18 Certificados de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV) recolhidos. Segundo informações da PRF, uma pessoa foi presa por uso de documento falso.

A ação aconteceu em trechos da BR 101, próximos às Unidades Operacionais de Rio Largo e São Miguel dos Campos.

A Operação teve o intuito de intensificar as ações de policiamento e fiscalização orientadas por análise de acidentalidade, visando incrementar a presença policial nos trechos que apresentam um aumento na circulação das Combinações de Veículos de Cargas - CVC que realizam o transporte de cana-de-açúcar, buscando coibir as infrações de trânsito que possam causar acidentes, principalmente aqueles graves, com mortos e feridos. 

Além das fiscalizações, foram realizadas ações  educativas de orientação aos motoristas sobre o perigo de transitar com esses veículos em desacordo com a legislação, em mau estado de conservação, em horários indevidos e transportando a carga de forma incorreta. 

*Com PRF

70º Expoagro/AL movimenta o mercado agro brasileiro em 2020

  • Redação*
  • 29/10/2020 09:11
  • Notícias
Foto: assessoria

De acordo com informações da assessoria, a 70º Exposição Agropecuária de Produtos e Derivados  de Alagoas (Expoagro/AL), que teve início no último sábado (24), no Parque da Pecuária em Maceió, capital de Alagoas, já soma R$ 10.867.000 em volume de negócios realizados em cinco leilões. A estimativa da Associação dos Criadores de Alagoas (ACA) é que o evento ultrapasse  a arrecadação de  R$ 16 milhões. 

Ainda segundo informações, até o momento foram comercializados 973 animais e outros 119 entraram em remate até este domingo (1). Para o presidente da ACA, Domicio Silva, os leilões revelaram rebanho valorizado com preço e liquidez. 

A Expoagro/AL  segue até domingo com atrações para todos os públicos do agronegócio e com opções de lazer para as famílias.  Os julgamentos  continuam para as raças nelore,  gir leiteiro,  santa inês e mangalarga marchador. O mercado também aguarda os leilões Maceió Horse's Show e Mais Leite que vão ofertar ,respectivamente, equinos quarto de milha e bovinos  girolando e gir leiteiro. O evento funciona  de 9h às 21h, sendo aberto ao público a partir das 16h com  a taxa de R$ 10,00.

Com o formato diferente e presente em multiplataformas, a Exposição alagoana também conseguiu se adaptar aos protocolos de prevenção a covid-19. “Houve uma redução na capacidade de público para 20 mil pessoas. Os visitantes estão respeitando as regras de circulação e sendo zelosos. São 70 anos de festa e mesmo sob restrições temos um grande evento que vai deixar saudades”, conta o presidente da ACA.

*Com assessoria

Quilombola defende formação de base, autocuidado e empoderamento da mulher, na Bahia

  • Portal Eufemea
  • 28/10/2020 13:07
  • Notícias

Portal Eufemea

Equatorial Alagoas vai doar R$ 580mil para incentivo à cultura no Estado, diz Secult

  • Ascom Direto da Província
  • 28/10/2020 11:30
  • Notícias

A Equatorial Alagoas foi a primeira empresa a aderir a modalidade de doação da Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Governo do Estado, doando R$ 580 mil para incentivar os segmentos culturais. A notícia foi dada pela superintendente de Identidade e Diversidade Cultural da Secretaria Estadual de Cultura (Secult), Perolina Lyra, na noite desta terça-feira (27), durante mais uma edição do Programa Direto da Província, transmitido pelo instagram do Portal CadaMinuto (portalcadamin).

De acordo com Perolina, essa lei vai permitir que a iniciativa privada possa contribuir com projetos culturais no Estado. “A lei veio para agregar e incentivar o segmento cultural em Alagoas, principalmente no período do pós-pandemia. Já temos aprovado 10 milhões e assim como a Equatorial, qualquer outra empresa pode ajudar fazendo sua contribuição”, disse.

Outra lei que vem contribuindo com o segmento é a Lei Aldir Blanc, uma das medidas emergenciais do Governo Federal para ajudar a classe artística durante o período de pandemia.  Alagoas recebeu um valor estimado de R$ 57 milhões, a superintendente explica que 70% desses recursos serão investidos em editais que beneficiará os segmentos culturais.

“Ao todo são 17 editais que contemplará todos os segmentos culturais do Estado como a música, artesanato, cultura, manifestação popular, etc. Os demais recursos serão destinados à renda básica desses artistas. São esses editais que darão sustentação ao segmento cultural no pós-pandemia”, afirmou.

Com relação às ações do governo do estado com a classe artística durante a pandemia, Perolina destaca que graças à internet as pessoas puderam ter a arte dentro de casa. “O segmento cultural foi o primeiro que parou e o ultimo que vai voltar, porque naturalmente ele gera aglomeração. As lives foram necessárias para nossa saúde mental. Claro que nada substitui o contato com os artistas, mas foi um momento importante para todos nós”.

Ela acrescenta que Alagoas, por meio da Secult, foi o primeiro Estado da Federação a lançar um edital – ‘Festival Dendi Casa Tem Cultura’ com investimento de mais de R$ 300mil - para estimular a cadeia econômica criativa no Estado e oferecer arte e cultura gratuita à população, além de ajudar classe artística, que passou por inúmeras dificuldades neste período. “Alguns artistas tiveram que vender seus próprios instrumentos para terem alimentos dentro de casa”, afirmou.  

Em relação ao retorno das atividades culturais em Alagoas, Perolina ressalta que tudo depende do quadro evolutivo positivo do vírus em Estado. “No protocolo já estabelecido estamos na fase azul, onde já são permitidos eventos limitados a 300 pessoas. Em outros estados alguns segmentos já retornaram as atividades, a tendência é que, se esses números continuarem satisfatórios, a gente consiga retomar as nossas atividades o mais breve possível. Estamos trabalhando conjuntamente para encontrar alternativas que nos permita avançar”, finalizou. 

Xuxa reúne Ana Maria, Angélica, Sasha e mais para resposta a Sikêra Jr.; vídeo

  • 28/10/2020 09:25
  • Notícias

Sala de Alerta prevê ventos de até 60km/h no Litoral, Zona da Mata e Baixo São Francisco

  • Redação*
  • 27/10/2020 11:33
  • Notícias

A Sala de Alerta da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) emitiu um aviso meteorológico, na noite dessa segunda-feira (26), para a ocorrência de ventos com intensidade entre moderada e forte e possibilidade de rajadas que podem atingir velocidade de até 60km/h, nas regiões do Litoral, Zona da Mata e Baixo São Francisco de Alagoas, desde a noite de ontem, podendo se estender durante toda esta terça-feira (27). 

De acordo com a assessoria da Semarh, o aviso ainda reforça a necessidade de atenção especial para quedas de árvores, placas e objetos que podem vir a atingir as redes elétricas nas regiões citadas. A previsão do tempo para o período é de céu claro com predomínio de tempo seco em todo o estado de Alagoas.

A Sala de Alerta segue monitorando as condições sinóticas e novas atualizações poderão ser enviadas a qualquer momento. O acompanhamento da previsão do tempo pode ser feito pelo site www.semarh.al.gov.br/tempo-e-clima/previsao.

* Com Ascom Semarh

Em entrevista a TV Cidadã, ministro do STF fala sobre grupo que praticava notícias falsas na internet

  • Redação*
  • 26/10/2020 11:42
  • Notícias
Foto: Assessoria
Ministro do Supremo Tribunal Federal, Luís Roberto Barroso

O programa TC News, da TV Cidadã (canal 35.2) do Tribunal de Contas de Alagoas, entrevistou o presidente do Tribunal Superior Eleitoral e ministro do Supremo Tribunal Federal, Luís Roberto Barroso, que comentou sobre a ação da Polícia Federal que desbaratou um grupo estava praticando notícias falsas na internet.

Barroso também falou sobre a importância da Lei da Ficha Limpa e das relações de gestores com contas rejeitadas pelos Tribunais de Contas e TCU.

Acompanhe a entrevista completa com o presidente Luís Roberto Barroso no canal 35.2 da tv aberta, no Facebook e no YouTube da TV Cidadã.

 

*com Ascom TCE

PRF prende homem por posse irregular de animais silvestres na BR-101

  • Redação*
  • 26/10/2020 10:58
  • Notícias
Foto: Ascom IMA/AL/Arquivo
Animais silvestres apreendidos

Um homem foi preso por posse irregular de animais silvestres neste domingo (25), no km 159 da BR-101, no município de Campo Alegre. Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acusado estava em uma motocicleta e tentava cruzar a rodovia com uma gaiola e um alçapão para capturar aves, escondidos embaixo de uma camisa.

Ainda de acordo com a PRF, dada a ordem de parada, o motociclista afirmou que a ave que carregava na gaiola era um pássaro popularmente conhecido como Papa-Capim (Sporophila caerulescens).

Ao ser questionado sobre a origem do animal, o condutor alegou não possuir nenhum documento. A ave silvestre não apresentava sinais de maus tratos, mas já estava em cativeiro há algum tempo. Quando perguntado sobre seus documentos e os do veículo, o homem informou que estavam em sua casa. 

Os policiais retiveram a motocicleta e seguiram até a residência do motociclista. Lá eles encontraram outra ave silvestre, dessa vez um Canário (Sicalis flaveola), também sem documentos que comprovassem a origem.

O pássaro foi apreendido pela PRF, juntamente com o primeiro, e o condutor foi enquadrado no crime de transportar e manter animal silvestre em cativeiro. 

Diante dos fatos, foi lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), após o homem se comprometer a comparecer em juízo.

*Com PRF

Direto da Província discute incentivos à cultura alagoana no pós-pandemia

  • Assessoria
  • 26/10/2020 09:50
  • Notícias

O setor cultural em Alagoas foi severamente afetado durante a pandemia e para discutir as ações e medidas de incentivo adotadas pelo Governo do Estado para minimizar esses impactos, o Direto da Província recebe a superintendente de Identidade e Diversidade Cultural da Secretaria Estadual de Cultura (Secult), Perolina Lyra.

O programa apresentado pelo jornalista Luis Vilar acontece ao vivo, nesta terça-feira (27), às 20h, no instagram do portal CadaMinuto (portalcadamin), onde também serão discutidas ações emergências destinadas ao setor cultural, a exemplo do Auxílio Cultura.

Convidada

Perolina Lyra é graduada em Administração de Empresas, com especialização em Marketing; Foi Secretária de Turismo de Maceió, Secretária Adjunta de Turismo do Estado de Alagoas e Coordenadora de Turismo do Estado de São Paulo; É consultora do Sebrae com experiência em elaboração, coordenação e desenvolvimento de projetos; Atualmente ocupa o cargo de Superintendente de Identidade e Diversidade Cultura da Secretaria de Estado da Cultural de Alagoas (Secult).

Alagoas não registra nenhum assalto a banco entre janeiro a setembro deste ano

  • Redação*
  • 26/10/2020 08:54
  • Notícias
Cortesia/Joseilton Farias
Banco roubado

Segundo os dados do Núcleo de Estatística e Análise Criminal (NEAC) da SSP, de janeiro a setembro deste ano, não houve registro de roubos a banco; roubos a casas lotéricas e casas comerciais também estão em queda. 

Ainda de acordo com os dados, no ano de 2019 o número de roubos a banco também foi baixo, com o registro de apenas quatro ocorrências. Outras duas modalidades de Crimes Contra o Patrimônio (CVP) que tiveram queda em 2020 foram roubos a casa comercial e a lotéricas. 

O NEAC aponta que as investidas criminosas contra estabelecimentos comerciais tiveram uma queda de 51% este ano, com o registro de 138 ocorrências. Já em 2019 o período de janeiro a setembro havia totalizado 281 casos.

Os roubos a lotéricas diminuíram 50% este ano, até setembro, com apenas um registro em todo o estado. No ano passado, o mesmo período contabilizou dois roubos.

Para o secretário da Segurança Pública, Lima Júnior, os resultados de redução a Crimes Contra o Patrimônio demonstram que a política de integração entre as forças de segurança tem sido fundamental para detectar a atuação criminosa em Alagoas, traçar a estratégia adequada e assim conseguir evitar que tais crimes ocorram.

“Nos últimos anos conseguimos desarticular quadrilhas especializadas em roubos a banco e mostramos que em Alagoas o crime organizado não irá se sobrepor ao Estado. Também com um trabalho de Inteligência muito forte e a atuação da Polícia Militar e Civil conseguimos reduzir os roubos a estabelecimentos comerciais e casas lotéricas. Agradeço ao empenho de todos os policiais, pois estes resultados demonstram a qualidade do trabalho técnico realizado em Alagoas”, afirmou.

O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Marcos Sampaio, destacou a importância dos investimentos do Governo do Estado para garantir boas condições de trabalho às polícias, o que também contribui para o resultado final.

 Já o delegado-Geral da Polícia Civil, Paulo Cerqueira, destacou a atuação dos integrantes da Polícia Civil e das demais forças de segurança de Alagoas “pela abnegação, compromisso e dedicação, requisitos fundamentais para alcançarmos tais resultados, aliados ao processo de integração entre todos os órgãos quem compõem a Secretaria de Segurança Pública, coordenados pelo secretário Lima Júnior”, disse. 

 

*Com Agência Alagoas 

Mortes por covid-19 chegam ao menor nível desde maio, diz Fiocruz

  • Redação*
  • 25/10/2020 17:53
  • Notícias
Foto: Reprodução/ Internet
Coronavírus

O Brasil registrou 461,14 mortes diárias por covid-19, de acordo com a média móvel de sete dias. Segundo os dados da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), esse é o menor patamar de óbitos diários desde 6 de maio, quando ocorreu uma média de 437,57 mortes pela doença.

Os dados divulgados neste sabádo (24) também mostram que houve quedas de 6,5% no número de mortes em relação à média móvel de sete dias registrada uma semana antes (493,43) e de 33,4% na comparação com os óbitos de um mês antes (692,43).

O pico de mortes por covid-19 no país (1.094,14) foi atingido no dia 25 de julho.

Casos

A média móvel de sete dias de novos casos ficou em 22.483,14 neste sabádo (24). Nesse tipo de análise, no entanto, houve alta de 11% em relação aos casos da semana anterior. Na comparação com o mês anterior, foi observada uma queda de 22,1%.

O pico de casos diários (47.514,57) foi registrado em 28 de julho.

Estados

Doze unidades da federação tiveram queda na média de mortes em relação à semana anterior. Entre os maiores recuos estão Rondônia (-47,9%), Ceará (-44,6%) e Distrito Federal (-33,8%). Dez estados tiveram aumento na média de óbitos, com destaque para locais como Pará (95,4%), Amapá (66,3%) e Acre (40,8%).

Os estados com maior média de mortes ontem foram São Paulo (104,86), Rio de Janeiro (65,14) e Minas Gerais (46,71). Santa Catarina manteve o número de mortes entre uma semana e outra. Roraima, Tocantis e Mato Grosso do Sul não tiveram seus dados divulgados.

*Com Agência Brasil

Boletim epidemiológico: Alagoas possui 90.177 casos e 2.211 óbitos

  • Redação*
  • 25/10/2020 16:10
  • Notícias
Foto: Reprodução
Coronavírus

O Boletim Epidemiológico divulgado na tarde deste domingo (25), aponta que mais 53 novos casos de Covid-19 em Alagoas, registrados nas últimas 24 horas. com isso, o estado tem um total de 90.177 confirmados do novo coronavírus, dos quais 724  estão em isolamento domiciliar. Outros 87.181 pacientes já finalizaram o período de isolamento, não apresentam mais sintomas e, portanto, estão recuperados da doença. Há 2.832 casos em investigação laboratorial. Foram registradas mais cinco mortes em território alagoano. Com isso, Alagoas tem 2.211 óbitos por Covid-19.

Ainda segundo o Boletim Epidemiológico, dos 2.211 óbitos confirmados oito deles, eram de pessoas residentes em Pernambuco, São Paulo, Santa Catarina e Bahia, tendo como vítimas seis homens e duas mulheres. Dos 2.203 óbitos de pessoas residentes em Alagoas, 1.238 eram do sexo masculino e 965 do sexo feminino. Eram 993 pessoas que residiam em Maceió e as outras 1.210 moravam no interior do Estado, segundo o Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (Cievs), da Sesau.

O Boletim revela também que mais cinco mortes foram confirmadas, laboratorialmente, por causa do novo coronavírus, sendo uma de um morador de Maceió e quatro de pessoas residentes no interior. A vítima residente em Maceió, era do sexo masculino, tinha 75 anos, era hipertensa e faleceu no Hospital Metropolitano.

 Dos 774 leitos criados pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) para atender, exclusivamente, pacientes com suspeita e confirmação de infecção pelo novo coronavírus, 167 estavam ocupados até às 17 horas do sábado (24/10), o que corresponde a 22% do total. Atualmente, 60 pacientes estão em leitos de UTI, 02 em leitos intermediários e 105 em enfermaria. Para acompanhar a evolução da ocupação dos leitos exclusivos para Covid-19, acesse http://www.alagoascontraocoronavirus.com.br/

Relação das mortes por Covid-19:

*Com Agência Alagoas

Pesquisa investiga transmissão de covid-19 entre homens e animais

  • Redação*
  • 25/10/2020 15:35
  • Notícias
Foto: Agência Brasil
Pesquisa investiga transmissão de covid-19 entre homens e animais

A Universidade Federal do Paraná (UFRP) coordena uma pesquisa nacional que vai avaliar cerca de mil animais, cujos donos tiveram diagnóstico positivo para o novo coronavírus, confirmado por exame laboratorial. A pesquisa tem como objetivo saber qual o risco de transmissão da covid-19 entre humanos e animais de estimação.

Sob coordenação do professor Alexander Welker Biondo, os pesquisadores farão testes gratuitos, por swab (coleta de amostra viral de orofaringe e nasofaringe) e sorológico, em cães e gatos em cinco capitais brasileiras: Curitiba (PR), Belo Horizonte (MG), Campo Grande (MS), Recife (PE) e São Paulo (SP).

Serão dois momentos de avaliação, com amostras biológicas coletadas com intervalo médio de sete dias, entre animais cujo tutor esteja em isolamento domiciliar, com diagnóstico confirmado.

Voluntários

Para ter mais informações sobre participação na pesquisa, o interessado pode enviar um e-mail para [email protected] Além de cumprir cumprir todos os requisitos, deve informar seu número de celular, e-mail, nome do tutor e do animal e especificar se é cão ou gato. A equipe do projeto entrará em contato o mais rapidamente possível. Os selecionados serão orientados sobre procedimento para a coleta de amostras.

Eles também serão informados sobre os aspectos envolvidos no estudo e, caso concordem com o protocolo da pesquisa, devem assinar o termo de consentimento livre e esclarecido e responder a um questionário para determinar as características ambientais e outros fatores associados à infecção nos animais.

Resultados

Os resultados dos testes serão informados aos tutores ou familiares através de contato telefônico e pela emissão de laudo eletrônico, que será enviado por e-mail ou aplicativo de comunicação. Em caso positivo, os demais animais da residência também serão testados . Além disso, os familiares serão orientados a estabelecer o acompanhamento veterinário por 14 dias, intensificando medidas de higiene e proteção individual e coletiva.

*Com Agência Brasil 

Feirão da Caixa conta com mais de 10 mil imóveis em leilão

  • Redação*
  • 25/10/2020 11:42
  • Notícias
Foto: Agência Brasil

A Caixa Econômica Federal participará de uma feira de imóveis no dia 30 de outubro que disponibilizará cerca de 10 mil imóveis novos, usados ou na planta. A Feira de Imóveis Online de Brasília será feita online.

A feira contará com a participação de agentes de crédito imobiliário como construtoras e corretores, além de correspondentes da Caixa, que prestarão consulta a quem tiver interesse em comprar algum imóvel. Também será disponibilizado o Simulador Habitacional do site da Caixa ou o aplicativo Habitação Caixa, para facilitar a comparação de taxas de juros e condições para o financiamento.

Por meio de nota, a Caixa informa que disponibiliza “taxas diferenciadas de acordo com as condições da operação e o perfil de relacionamento do cliente.

Ainda segundo o banco, os clientes que contratarem financiamento de imóveis novos até 30 dezembro terão a opção de carência de seis meses para começar a pagar. A contratação poderá ser feita pelo aplicativo Habitação Caixa, nos Correspondentes Caixa Aqui ou por meio das Agências.

*Com Agência Brasil 

Mega-Sena acumula e próximo concurso pode pagar R$ 45 milhões

  • Redação*
  • 25/10/2020 10:16
  • Notícias
Foto: Época / Negócio
Mega-Sena

O sorteio da Mega-Sena foi realizado neste sábado (24), no Espaço Loterias Caixa, localizado no terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo. No entanto, ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2312, o prêmio acumulou e a estimativa para o próximo concurso é R$ 45 milhões.

As dezenas sorteadas foram : 03 - 27 - 39 - 46 - 47 - 60.

A quina teve 43 apostas ganhadoras e cada uma delas vai receber R$ 71.554,38.

As apostas para o próximo concurso podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio, nas casas lotéricas credenciadas pela Caixa, em todo o país ou pela internet.

O volante, com seis dezenas marcadas, custa R$ 4,50.

*Com Agência Brasil

Restaurante da UFAL de Arapiraca é arrombado e tem objetos furtados

  • Redação*
  • 25/10/2020 09:45
  • Notícias
Foto: Assessoria UFAL
Restaurante Universitário Arapiraca

O restaurante Universitário da Universidade Federal de Alagoas (UFAL), localizado no bairro Bom Sucesso, em Arapiraca, foi arrombado e teve objetos furtados, na noite deste sábado (24).

Segundo a denunciante informou para a Polícia Militar (PM), foram levadas cadeiras, pratos e uma balança de precisão do estabelecimento comercial.

Agentes da Rocam realizaram ronda pela região tentando localizar algum suspeito, mas ninguém foi preso.

*Com Já é Notícia

Tinder eleitoral: plataforma ajuda a escolher e acompanhar vereadores para eleições

  • Redação*
  • 25/10/2020 08:28
  • Notícias
Celular na mão

A ferramenta se baseia em perguntas que auxiliam a apontar quais políticos têm ideias similares às do eleitor. Para participar dessa espécie de “Tinder eleitoral” e, possivelmente dar um match, o usuário precisa responder algumas questões, a exemplo dos temas que considera prioritários, como transporte, saúde, educação, cultura, entre outros.

A plataforma #TemMeuVoto surgiu em 2018, quando contribuiu para que eleitores optassem por deputados estaduais, federais e senadores de acordo com assuntos prioritários, ideias, propostas de campanha e afinidade ideológica. Similar aos aplicativos de relacionamentos, mas voltada para as eleições.

Na ferramenta são feitas algumas perguntas para ajudar a definir a orientação política do usuário. Não é necessário cadastro prévio. Após as respostas, a plataforma disponibiliza uma lista com os candidatos a vereador que mais mais se identificam com as preferências do eleitor.

Um clique em cada perfil apresentado mostrará mais informações sobre o candidato ou candidata: partido, minibiografia, sites oficiais, prioridades, posição ideológica. O eleitor poderá refinar a escolha e definir o sexo e a raça do candidato, de acordo com os critérios e registros oficiais do TSE. Ao final, poderá marcar seus favoritos e gerar uma espécie de "colinha eletrônica" com os seus candidatos escolhidos.

Mas para o “encontro” dar ainda mais certo, é necessário que os candidatos acessem o site e também respondam às perguntas, uma vez que a plataforma é colaborativa e depende de informações inseridas pelos candidatos. Inicialmente as informações do Tem Meu Voto são as disponibilizadas por fontes públicas oficiais como o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

*Com Agência Alagoas