Cultura

Agência Tatu é selecionada para projeto de jornalismo do Google

  • Assessoria
  • 29/10/2020 17:17
  • Cultura

A Agência Tatu de Jornalismo de Dados foi um dos dez projetos aprovados para integrar o Startup Lab, programa de aceleração de startups jornalísticas do Google News Initiative que apoia empresas comprometidas com o desenvolvimento de produtos inovadores que promovam jornalismo de qualidade.

A Tatu foi selecionada por um júri composto por membros das entidades parceiras do Startup Lab (Google for Startups, Insper e Echos) com base em alguns critérios, como: proposta de valor à sociedade clara e bem definida; adequação do produto às necessidades do mercado; qualificação da equipe; viabilidade de execução; contribuição para a diversidade, entre outros fatores.

Durante o programa, as empresas contempladas podem receber até US$ 20.000 em financiamento e terão acesso a mentoria, treinamento e workshops sobre assuntos como estratégia, produto, modelos de negócio, vendas e marketing, construção de comunidade e levantamento de fundos.

Genuinamente alagoana, a Agência Tatu é a única representante da região Nordeste. As outras nove iniciativas selecionadas são: Alma Preta, AzMina, Bori, Fervura, Galápagos Newsmaking, MyNews,  Núcleo Jornalismo, Ponte Jornalismo e São Paulo para Crianças. 

Com três anos de história e comprometida com a informação de utilidade pública, a Tatu conquistou diversos prêmios e é reconhecida pela produção de conteúdo e aplicativos inovadores para a realidade local e regional.

O programa do Google News Initiative tem início em novembro e a expectativa de duração é de 20 semanas, finalizando com um Demo Day, no qual as startups participantes terão a oportunidade de apresentar seu pitch para potenciais investidores.

Sobre a Tatu 

A Agência Tatu de Jornalismo de Dados surgiu como um veículo laboratorial desenvolvido por três estudantes de Jornalismo da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), os quais tinham o desejo em comum de fundar uma agência de notícias com foco em matérias produzidas com dados. Com o apoio de três professores do curso, muita pesquisa, estudos e investimentos, o veículo foi lançado oficialmente em abril de 2017.

A startup tem como foco o de produzir material jornalístico, relevante, sobre o estado de Alagoas a partir da exploração e visualização de dados, em múltiplos formatos, com a utilização de elementos como texto, vídeos e gráficos estáticos e interativos. Um conteúdo que fosse além da informação factual, utilizando dados dispostos em portais de transparência e acessados por meio de solicitações feitas aos órgãos pela Lei de Acesso à Informação (LAI).

A Agência Tatu busca extrair, estruturar, analisar e transformar dados brutos em histórias visualmente interessantes e compreensíveis. Focamos o trabalho em temáticas que acreditamos serem de interesse e relevância para a sociedade alagoana.

O nome da Agência surge devido à relação da prática que caracteriza o tatu (animal silvestre comum na mata atlântica), a da escavação. A atividade natural desse mamífero faz referência direta à primeira – e uma das mais importantes – etapas na elaboração de uma reportagem guiada por dados: a busca e extração das informações, seja nas páginas da internet, documentos físicos ou fazendo uso da Lei de Acesso à Informação (LAI).

CCXP Worlds anuncia Édgar Vivar, o Sr. Barriga em edição virtual 2020

  • 29/10/2020 13:20
  • Cultura

Festival de Música Instrumental de Palmeira começa nesta sexta-feira (30)

  • Assessoria
  • 29/10/2020 11:30
  • Cultura

Palmeira dos Índios respira cultura, seja na dança, na música, na literatura ou nas artes cênicas. E neste final de semana, a cidade abrigará um importante evento que reunirá grandes nomes da música alagoana, durante o Festival de Música Instrumental. O Festival é gratuito e acontecerá nos dias 30 e 31 de outubro e 1º de novembro, a partir das 16h, no Alto da Serra do Goiti, com uma programação variada e diversidade de ritmos, que vai do chorinho ao rock clássico e do bolero ao jazz. A produção do Festival é da HD Eventos e Produções Artísticas.

De acordo com o coordenador do evento Wellington Canuto, o Festival vai trazer para o município um novo modo de olhar a música instrumental brasileira, alagoana e internacional, além de despertar o interesse do público para esse estilo musical. 

“Apesar de ser um Festival de Música Instrumental, as músicas que serão executadas, em cada espetáculo, são conhecidas de todo o público. O que queremos é despertar na nossa população o interesse pela música instrumental, que apesar de muitas vezes ser difícil de ser executada, é agradável de ouvir. Convidamos todos os palmeirenses, e pessoas de outras cidades, para prestigiar o nosso evento. Tenho certeza de que ninguém vai se arrepender”, garantiu Wellington Canuto.

 

Confira a programação completa do Festival:

Sexta-feira (30/10)

16h: Abertura Oficial

1610: Instrumental HD (Participação: Dayse Frase- bailarina e Alex Ricardo- ator)

17h: Jorge Luiz- Trompete Solo (Traipu)

17h40: Trio Fusion

18h40: AraBrass Quintet (Arapiraca)

*Show do Intervalo com Dj Tavys (durante a transição das bandas)

 

Sábado (31/10)

16h: Choro das Palmeiras

17h: Os Simplícios – Chorinho (Maceió) Participação especial: Siqueira Lima - Trompete

18h30: Quarteto Trombone de Alagoas (Maceió)

*Show do Intervalo com Dj Tavys (durante a transição das bandas)

 

Domingo (1/11)

16h: Quarteto Pau e Ferro

17h: Tribone

17h30: Lecivan Martins – Piano (Arapiraca)

18h30: Orquestra Municipal Gracilinao Ramos

*Show do Intervalo com Dj Tavys (durante a transição das bandas)

Cantoras alagoanas LoreB e Maju Shanii entram em estúdio para gravar parceria inédita

  • Assessoria
  • 29/10/2020 09:47
  • Cultura
Foto: Assessoria
Cantoras alagoanas LoreB e Maju Shanii entram em estúdio para gravar parceria inédita

Após uma breve interrupção no cenário musical por conta da pandemia do Coronavírus, duas artistas alagoanas decidiram se unir para retornar ao mercado com uma parceria inédita: as cantoras Lore B e a drag queen Maju Shanii.

Lorena Firmino, conhecida pelo seu nome artístico LoreB, tem como influências artísticas a cantora Céu e lançou o seu primeiro registro autoral em 2019, Étereo, um disco pop com elementos de acid jazz e indie contemporâneo. Em sua nova canção de trabalho, ela reuniu os produtores do seu álbum de estréia, Junior Bragazion e Pedro Soares e decidiu adicionar um tempero especial: a voz e a co-autoria de Maju Shanii.

Shanii, drag queen alagoana conhecida nacionalmente e figurinha carimbada em playlists de plataformas como Spotify e Deezer, com números combinados de seus trabalhos que passam da casa dos 350 mil streams, aceitou imediatamente o convite para participar de “Haja Cor”. Delicada e cheia de essência, a canção aborda a diversidade no amor em todas as suas formas.

“O Erick [nome de batismo de Maju Shanii] participou do meu clipe de “Ska Amy” dançando. Mas a gente sempre quis trabalhar junto na música, ou seja, com a Maju”, revela LoreB. “Ela é uma drag queen preta e eu sou uma mulher cis bissexual, então acho que a gente conseguiu representar um pouco da diversidade que nos rodeia.”

A faixa já se encontra disponível para pré-venda em todas as plataformas de música e poderá ser ouvida a partir desta terça-feira (3).

Telecine abre o sinal para todas as operadoras de TV por assinatura

  • 28/10/2020 22:39
  • Cultura

Brasileiros Alok, Vintage Culture e Leandro da Silva estão no top 101 do ranking da 1001Tracklists

  • 28/10/2020 22:34
  • Cultura

Decoração de Halloween é tão real, que polícia já foi chamada ao local

  • 28/10/2020 16:18
  • Cultura

Tem jogo por menos de R$10: Xbox traz promoção; veja os títulos com desconto

  • 28/10/2020 16:06
  • Cultura

5 makes fáceis de Halloween; veja como fazer em casa

  • Junior Calheiros
  • 28/10/2020 08:51
  • Cultura

Astros sugerem trabalho em equipe para os geminianos; confira o horóscopo desta quarta (28)

  • 28/10/2020 07:58
  • Cultura

Café da manhã saudável: Aprenda a fazer um bolo de chocolate leve e rápido

  • 28/10/2020 07:45
  • Cultura

Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira prêmio de R$ 45 milhões

  • 28/10/2020 07:32
  • Cultura

Cristo Redentor será restaurado para celebração de 90 anos

  • 28/10/2020 07:23
  • Cultura

Confira os filmes de arrepiar para assistir no Halloween do Telecine

  • 28/10/2020 00:23
  • Cultura

Halloween no BK: Burger King dará sanduíche para quem passar “de vassoura” pelo drive-thru

  • 28/10/2020 00:22
  • Cultura

Confira o trailer de ‘O Céu da Meia-Noite’, estrelado e dirigido por George Clooney

  • 28/10/2020 00:20
  • Cultura

Lives do fim de semana: confira a agenda de shows para curtir em casa

  • 23/10/2020 23:31
  • Cultura

Salão do Imóvel Ademi 2020 vai até domingo (25) em Maceió

  • 23/10/2020 23:29
  • Cultura

Sony Pictures divulga fotos de “Uncharted”, estrelado por Tom Holland

  • 23/10/2020 23:27
  • Cultura

10º Circuito Penedo abre inscrições para propostas de show

  • Redação*
  • 23/10/2020 12:44
  • Cultura
Foto: Assessoria
Penedo, Alagoas

A 10ª edição do Circuito Penedo de Cinema está com inscrições abertas para atrações artísticas que irão integrar a programação que acontece de 23 a 29 de novembro. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site - www.circuitopenedodecinema.com.br - até o dia 30 de outubro, às 23:59, horário de Brasília.

Só serão aceitas propostas de artistas residentes na cidade de Penedo ou cidades vizinhas, já que a iniciativa do edital é valorizar a cena cultural local. Os interessados devem enviar o currículo artístico da atração musical e um vídeo de boa qualidade de imagem e som, no formato mp4, com uma apresentação ao vivo de duas músicas.

Em função da necessidade de cuidados especiais e do cumprimento das orientações dos organismos de saúde nacional e internacional e das normativas emitidas pelos governos do Estado de Alagoas e Prefeitura Municipal de Penedo em razão da pandemia de COVID-19, com restrições e orientações expressas para evitar aglomerações, serão aceitas inscrições de grupos e atrações musicais com até 3 integrantes.

As propostas serão avaliadas por uma comissão de especialistas indicada pela organização do evento. O resultado será divulgado até o dia 10 de novembro no site do Circuito.

*com Assessoria

Fundaj destina R$ 900 mil para projetos de Economia Criativa

  • Assessoria
  • 23/10/2020 11:07
  • Cultura

O Nordeste é, por excelência, uma usina geradora de ideias produtivas. Dos artesãos aos desenvolvedores de games e softwares. A fim de impulsionar a geração de empregos, renda e a diversidade cultural, a Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj) lança o Prêmio Delmiro Gouveia de Economia Criativa. No dia 28, o ministro da Educação, Milton Ribeiro, e o presidente da Fundaj, Antônio Campos, participam da cerimônia realizada na Sala Calouste Gulbenkian, campus Casa Forte da Fundaj. O evento é restrito a 40 convidados, seguindo as normas de prevenção ao coronavírus (Covid-19).

Proposto pela Diretoria de Memória, Educação, Cultura e Arte (Dimeca), da Fundaj, serão distribuídos R$ 900 mil, do orçamento da Instituição Federal, aos nove estados do Nordeste. Com isso, Pernambuco, Paraíba, Alagoas, Rio Grande do Norte, Ceará, Bahia, Sergipe, Piauí e Maranhão contarão com R$ 100 mil para projetos de caráter criativo e inovador. Os critérios de premiação levarão em conta, principalmente, o baixo custo e a quantidade de beneficiados. A estimativa é de que, no mínimo, sejam contempladas 90 iniciativas.

As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas via formulário, disponível no site fundaj.gov.br,  até 9 de novembro. Após fornecer todas as informações e documentos solicitados, é necessário selecionar um segmento. É facultado inscrever quantos projetos desejar. No entanto, apenas um será contemplado. Para concorrer como Pessoa Física, o candidato deve ser maior de 18 anos, brasileiro nato ou naturalizado. Enquanto para Pessoa Jurídica, a única restrição é para a natureza governamental, sendo possível que desde instituições privadas a ONGs participem. Confira, na íntegra, o edital do I Prêmio Delmiro Gouveia de Economia Criativa https://n9.cl/c5pch

Além dos artesãos, artistas e coletivos de cultura, o Edital contemplará diversos outros segmentos da Economia Criativa. Audiovisual, produtos tecnológicos de interesse cultural, espetáculos de arte, iniciativas relacionadas ao patrimônio material e ematerial estão entre as categorias contempladas. Discriminadas no texto geral, ações de apoio a manifestações culturais, sejam elas pesquisas ou atividades de acesso à cultura, também estão entre as ações pertinentes a concorrer ao certame, assim como obras de gênero: cinema, fotografia, ilustração, instalações artísticas e intervenções urbanas.

“A concessão de um prêmio como este representa um duplo reconhecimento: o primeiro, de que o destino do nordestino está em suas próprias mãos; e, outro consequente, de que é por meio da criatividade e da inovação que se pode enfrentar as mais difíceis crises e superá-las”, reflete o presidente da Fundaj, Antônio Campos. “O mundo foi tomado de surpresa com a crise sanitária que aprendemos a administrar dia após dia. O setor cultural e todos seus atores precisam mais do que nunca de apoio para atravessar esse momento, ao que somos solidários.

“O Prêmio Delmiro Gouveia é um dos itens de um trabalho mais amplo, que inclui a formação de um núcleo de estudos em permanente atualização, seminários e publicações”, explica o diretor da Dimeca, Mario Helio Gomes, a respeito da criação de um Núcleo de Economia Criativa na Instituição sediada em Pernambuco, em formato de observatório. “Não somente para pesquisar e estudar os problemas do Nordeste, mas para encontrar a solução deles. Solução que muitas vezes está, literalmente, nas mãos de uma rendeira, de um oleiro, virtuoses de artesanato tanto quanto é um programador de computadores na invenção de um aplicativo.”

Cursos de Economia Criativa e Empreendedorismo Cultural também estão previstos no escopo do Prêmio, para potencializar os resultados da ação.  A divulgação do resultado final do Prêmio Delmiro Gouveia de Economia Criativa será publicada no Diário Oficial da União e no site e canais da Instituição e do Ministério da Educação, no dia 4 de dezembro. Os vencedores terão do dia 8 a 31 de dezembro para a emissão do empenho. 

Homenageado

Visionário, o industrial  Delmiro Gouveia (1863—1917) modernizou o Sertão do Nordeste ao inaugurar a primeira usina hidrelétrica da região brasileira em Paulo Afonso, na Bahia, em 1913, e a primeira fábrica têxtil no estado de Alagoas, em 1914. Embora fosse natural do Ceará, foi em Pernambuco que iniciou sua trajetória como empreendedor, ligando o interior do Estado ao Exterior, com o comércio de peles de cabras e ovelhas. Em 1899, ainda no Século XIX, construiu o primeiro shopping center do Brasil, o Mercado-modelo do Derby, no Recife.

Serviço

Prêmio Delmiro Gouveia de Economia Criativa

Cerimônia de lançamento

Data: quarta-feira, 28 de outubro

Horário: 15h

Local: Sala Calouste Gulbenkian. Sede Fundaj (Av. Dezessete de Agosto, 2187 - Casa Forte, Recife - PE)

Restrito a 40 convidados

O que chega em novembro na Netflix; confira as novidades

  • 22/10/2020 12:17
  • Cultura

Livro sobre o Mundo pós-pandemia ganha lançamento digital

  • 22/10/2020 12:11
  • Cultura

Salão do Imóvel Ademi 2020 começa quinta (22) no Parque Shopping

  • 22/10/2020 12:09
  • Cultura