Cultura

Festival 125 Anos de Cinema resgata clássicos do terror no Telecine Cult

  • 19/01/2021 21:06
  • Cultura

BBB 21: Conheça os participantes da nova edição do reality da Globo

  • 19/01/2021 21:04
  • Cultura

10° Bienal do Livro e Caiite 2021 já têm data para acontecer em Maceió; confira

  • Redação*
  • 19/01/2021 12:46
  • Cultura
Fotos: Márcio Ferreira
Bienal atrai crianças e adultos para o mundo da literatura

Alagoanidade será o tema que se desdobrará na tradicional Bienal do Livro de Alagoas em 2021. A grande novidade desta edição é que será uma realização conjunta com o Congresso Acadêmico Integrado de Inovação e Tecnologia (Caiite), que compartilha com a sociedade alagoana a produção acadêmico-cultural da comunidade científica. São 20 anos de uma construção coletiva sócio-cultural-literária e 60 anos da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) comemorados no evento, que acontecerá entre os dias 12 e 21 de novembro, no bairro do Jaraguá, em Maceió-AL.

Para celebrar a elaboração do plano de ação para a execução dos eventos, Ricardo Wanderley, diretor-presidente da Fundação Universitária de Desenvolvimento de Extensão e Pesquisa (Fundepes), reuniu-se com instituições públicas e privadas de Alagoas, na manhã desta segunda-feira (18).

“A Bienal Internacional do Livro é um evento já consolidado no nosso Estado, e, neste ano, em especial devido às atuais circunstâncias, terá um formato híbrido que resgatará a nossa tradicional feira literária e oportunizará uma transmissão da nossa cultura aos mais diversos públicos espalhados pelo Brasil. Além disso, vale ressaltar a importância do Caiite que é um relevante evento de integração de tecnologia e inovação que acontecerá logo após a Bienal”, destacou Wanderley.

E completa: “As instituições de ensino públicas e privadas terão uma participação efetiva no processo de planejamento e execução da Bienal, e todos os conceitos que constituem o evento englobam todas entidades”.

Além do diretor-presidente da Fundepes, participaram da reunião o pró-reitor de Extensão da Ufal, Clayton Santos; o diretor da Edufal, José Ivamilson; a pró-reitora de Pesquisa e Pós-graduação da Ufal, Iraildes Assunção; a presidente do Conselho Editorial do Ifal, Adriana Thiara; representante da Faculdade Uninassau, Cristiane Rodrigues; da UMJ/FAT, Maria de Fátima; Cesmac, Giulliano Aires; a Gerente de Sistema de Informação da Secti, Pollyanna Simião; da Unit, Victor Vasconcelos; representante da Faculdade de Negócios, Graciela Luíza; da Uncisal, Ozarlan Oliveira; e representantes da Uneal.

“O evento em Jaraguá, nas edições anteriores, se mostrou bastante interessante e agregador. É uma grande oportunidade para que lançamentos de títulos próprios sejam realizados por meio da Edufal e de editoras próprias de cada instituição”, explicou o pró-reitor Clayton Santos.

A Bienal Internacional do Livro em Alagoas é o maior e já consolidado evento literário, cultural e social do estado. Constitui um evento completamente gratuito, com atrações diversas, voltadas aos mais plurais públicos, na promoção do acesso da sociedade à leitura, à cultura e à inovação.

*com Assessoria

Tiago Leifert dá dicas sobre os participantes do Camarote

  • 19/01/2021 10:22
  • Cultura
Globo
Tiago Leifert comanda o programa sensação desta Copa do Mundo

Canal 32 da TV aberta vai transmitir Campeonato de Free Fire

  • 19/01/2021 10:15
  • Cultura

Livro de Vanessa Guimarães é indicado em duas categorias no Prêmio Ecos da Literatura 2021

  • 18/01/2021 17:31
  • Cultura

LIVES BOMBANDO: veja os 5 shows nacionais que foram recorde de público nessa quarentena

  • 18/01/2021 17:28
  • Cultura

Record TV usa pela primeira vez na televisão brasileira holografia ao vivo e diária no estúdio

  • 18/01/2021 17:25
  • Cultura

‘BBB21’: Participantes do Camarote e da Pipoca serão revelados nesta terça (19)

  • 18/01/2021 17:24
  • Cultura

Ex-BBB Lipe Ribeiro termina noivado com Yá Burihan

  • 17/01/2021 06:25
  • Cultura

WandaVision estreou nesta sexta (15) no Disney+; saiba mais sobre a série

  • 15/01/2021 10:33
  • Cultura

AL RPG Club lança programa nerd TV em Maceió

  • 14/01/2021 12:52
  • Cultura
Foto: assessoria
Nerd Tv

Vencedora do edital Mestra Hilda, lançada pela Fundação Municipal de Ação Cultural (Fmac) no final do último ano, a Associação Alagoana de Role-Playing Game anunciou o projeto Nerd TV. Um programa em seu canal do YouTube, que vai focar em artistas da cultura nerd de Maceió. O programa será transmitido no canal de YouTube "desvendado RPG" e sua estreia está prevista para fevereiro.

A associação foi uma das poucas organizações do cenário nerd contempladas pela lei Aldir Blanc, por isso decidiu investir nos grupos e artistas nerds que não possuem a mesma oportunidade.

De acordo com o presidente da associação alagoana de RPG, mais conhecida como AL RPG CLUB, Marcus Kelly, o programa vai ao ar no início de fevereiro e contemplará mais de 40 artistas da cultura nerd de Maceió.

"É um momento novo para todos do cenário nerd, a AL RPG CLUB tem buscado parcerias para investir neste cenário e nada melhor do que dividir o prêmio mestra Hilda com estes coletivos. O programa NERD TV! será um projeto guarda chuva, permitindo que os grupos e artistas apresentem seu trabalho", disse o presidente.

O programa contará com 12 episódios em sua primeira temporada, mas este não será o único projeto da associação para este ano voltado a cultura nerd. "2021 será o melhor ano para este segmento, além do programa nerd TV, outros projetos nerds estão saindo do papel, um ano para colher o que plantamos", completou Marcus Kelly.

Seminários e shows ao vivo preparam Maceió para o carnaval de 2022

  • Assessoria
  • 14/01/2021 11:42
  • Cultura

Entre os dias 20 e 23 de janeiro, a Associação Cultural Alagoa do Sul, em parceria com o Centro Cultural Arte Pajuçara, irá realizar o seminário “Preparando o Carnaval… de 2022”. O evento, que será exclusivamente online, foi viabilizado pela Lei Aldir Blanc, por meio do Edital Mestra Hilda, lançado pela Fundação Municipal de Ação Cultural (FMAC) em 2020.

O seminário tem o intuito de discutir, sob perspectiva histórica, cultural e econômica, o Carnaval na capital alagoana, suspenso neste ano devido a pandemia do novo coronavírus. Os debates farão um resgate das tradições dos festejos carnavalescos maceioenses, desde os famosos carnavais de rua de Maceió das décadas de 50, 60 e 70, os novos formatos, os incentivos por meio do poder público e a importância que a manifestação popular exerce socioeconomicamente na cidade. Segundo o curador do evento e presidente da Associação Cultural Alagoa do Sul, Carlito Lima, o carnaval é uma festa com potencial para exercer um papel de destaque no calendário cultural e, consequentemente, na economia criativa de Maceió.

“O carnaval constitui uma das mais conhecidas expressões culturais do Brasil, e nele estão presentes diversos atores da economia criativa, tais como os grupos que formam os blocos, as escolas de samba, desde os bastidores até os desfiles, os músicos e outros profissionais que dão um show de criatividade numa festa culturalmente tão rica, além da gama de colaboradores da cadeia turística que se beneficiam do fluxo de pessoas que circulam na cidade durante esse período”, afirma o presidente da Associação.

Como resultado, será criado um planejamento para ser entregue à gestão municipal sobre a elaboração dos festejos carnavalescos de Maceió de 2022.

Durante os quatro dias de evento, fazendo referência às temáticas ligadas ao carnaval tradicional, a programação também contará com shows de grandes nomes da música local, como Igbonan Rocha, Nara Cordeiro, Pompe e Roberta Aureliano, além da apresentação da orquestra de frevo W&K.

A transmissão ao vivo do “Preparando o Carnaval… de 2022” acontecerá pelas redes sociais do Centro Cultural Arte Pajuçara: Instagram (instagram.com/artepajucara), Facebook (facebook.com/artepajucara) e YouTube (http://bit.ly/canalartepajucara).

 

Confira a programação completa: 

Quarta-feira (20/01)

16:30  – Seminário: História do Carnaval de Maceió

Convidados: Carlito Lima, Edberto Ticianeli, Geraldo Majella e Bruno César. Mediação de Mateus Magalhães.

19:30 – Show Revivendo Os Grandes Carnavais: Nara Cordeiro

 

Quinta-feira (21/01)

16h30 – Mesa Temática: Maceió, Cidade Sem Carnaval?

Convidados: Edson Bezerra, Carlito Lima e Marcos Sampaio. Mediação de Mateus Magalhães.

19h30 – Show Sambas Enredos e Alagoanos: Igbonan Rocha

 

Sexta-feira (22/01)

16h30 - Seminário: Carnaval e o Papel do Poder Público

Convidados: Paulo Poeta, Mirian Monte e Vinicius Palmeira. Mediação de Mateus Magalhães.

19h30 – Show Frevo dos Nossos Tempos: Pompe, Roberta Aureliano

 

Sábado (23/01)

16h30 – Seminário: O Carnaval Pós-pandemia.

Convidados: Carlito Lima, Prego, Marcos Sampaio e Weldja Miranda. Mediação de Mateus Magalhães.

19h – Show O Melhor de Todos os Carnavais. – Com a Orquestra De Frevo W&K de Marechal Deodoro.

 

Associação Cultural Alagoa do Sul

Criada em 2013, a Associação Cultural Alagoa do Sul atua em diversos eventos culturais de Maceió. Responsável pela realização dos desfiles do Bloco Nêga Fulô na orla marítima da capital alagoana desde 2014, a entidade também foi selecionada em chamada pública para a produção do Polo Orla no Carnaval de 2020, além de realizar as já tradicionais Festas Literárias em vários bairros da cidade. 

Whatsapp não é mais seguro? Entenda o que muda!

  • 14/01/2021 11:10
  • Cultura

Gaspar chama Fontenelle de "subcelebridade" e lamenta ocorrido com Henri Castelli

  • 12/01/2021 23:39
  • Cultura

Festival de lives abre inscrições para artistas do interior de AL

  • Assessoria
  • 12/01/2021 14:31
  • Cultura

Artistas de 15 municípios do interior de Alagoas poderão participar da segunda edição do Festival Riacho do Meio, que ocorre de 1 a 5 de fevereiro, na cidade de Viçosa. Trata-se de uma das primeiras iniciativas decorrentes dos editais de apoio ao setor cultural, viabilizados pela Lei Aldir Blanc e realizados pela Secretaria de Estado da Cultura de Alagoas (Secult-AL). As inscrições começam nesta terça-feira (12), seguem até o dia 21 de janeiro e podem ser realizadas pelo site: www.festivalriachodomeio.com.br.

Além de Viçosa, artistas de Major Izidoro, Cacimbinhas, Minador do Negrão, Estrela de Alagoas, Igaci, Palmeira dos Índios, Quebrangulo, Paulo Jacinto, Mar Vermelho, Belém, Tanque D’arca, Maribondo, Pindoba e Chã Preta podem se inscrever no festival online, que contempla bandas e artistas de outros segmentos, como atores e poetas populares.

Izabelly Sena, uma das produtoras do festival, explica que o evento teve a primeira edição em dezembro do ano passado, quando 15 bandas passaram pelo palco montado no município de Viçosa. Agora, o festival terá 5 dias, dois deles voltados para atividades de formação.

“Na primeira edição, 41 artistas viçosenses se inscreveram e conseguimos selecionar 15. Agora, com o apoio da Lei Aldir Blanc, ampliamos a possibilidade de participação para toda a região e mantivemos o festival na cidade de Viçosa. Além das bandas, teremos oficinas de iniciação musical, além de uma de teatro, outra de produção cultural e uma mesa redonda que reunirá artistas e gestores culturais em uma conversa franca sobre os desafios de produzir cultura no interior de Alagoas”, explica Izabelly Sena.

 

INSCRIÇÕES

Poderão se inscrever artistas comprovadamente residentes em uma das cidades localizadas no chamado Planalto da Borborema e contempladas pelo festival. As inscrições ocorrem por meio de um formulário online e o resultado será divulgado no dia 25 de janeiro, no site e no Instagram do festival (@festivalriachodomeio).  

A seleção possui duas categorias, a primeira é voltada para bandas e espetáculos teatrais de grande porte. O cachê para essa categoria é de R$ 1.800. A segunda categoria abrange poetas populares, músicos solo ou duplas, além de monólogos teatrais e espetáculos de pequeno porte. O cachê para a segunda categoria será de R$ 600. As inscrições são gratuitas.

 

EDITAL DINHO OLIVEIRA

O 2º Festival Riacho do Meio é uma iniciativa de Izabelly Sena Produções e foi contemplado pelo Edital Dinho Oliveira de Produção Cultural, da Secretaria de Estado da Cultura de Alagoas (Secult-AL), por meio da Lei de Aldir Blanc de Emergência Cultural.

O edital integra um pacote de 17 editais propostos pela Secult-AL e que viabilizaram o aporte de mais de R$ 27 milhões em diversos segmentos culturais, como: música, artesanato, literatura, cultura e manifestação popular, projetos culturais, pontos, coletivos e espaços culturais, artes visual e digital, artes cênicas, patrimônio e audiovisual.

Para Izabelly Sena, a realização do festival e o socorro dos editais aos artistas vieram em boa hora.

“Sabemos que 2020 foi um dos anos mais difíceis para todos, mais ainda para o setor cultural, que parou totalmente em decorrência da pandemia. Agora, quando ainda precisamos manter os cuidados de distanciamento, o Festival Riacho do Meio surge como uma oportunidade para que esse recurso angariado por meio do edital seja distribuído para outros artistas e para que o público possa conhecer o tanto de artistas incríveis que o interior de Alagoas guarda e que, muitas vezes, não recebem o devido valor. Esperamos muitas inscrições e vamos montar uma programação bonita para os artistas e para o público de casa”, conclui a produtora.

 

SOBRE O FESTIVAL

O Festival Riacho do Meio surgiu como uma resposta dos artistas do interior à crise que o setor cultural enfrenta desde o início da pandemia do novo coronavírus. A primeira edição ocorreu em dezembro de 2020, quando 15 artistas subiram ao palco do festival e mobilizaram um público de mais de 6 mil espectadores, somente no Youtube. Na segunda edição, a produção ampliou a participação para artistas regionais e acrescentou atividades de formação na programação do festival. O 2º Festival Riacho do Meio ocorre de 1 a 5 de fevereiro, com shows, oficinas, mesas redondas e diversas atividades, todas online e com acesso totalmente gratuito.

 

SERVIÇO

O quê: Inscrições para o 2º Festival Riacho do Meio

Quando: De 12 a 21 de janeiro

Onde: www.festivalriachodomeio.com.br

Informações: Site e Instagram (@festivalriachodomeio)

Youtube: Festival Riacho do Meio 

Chorando, Henri Castelli confirma ter sido agredido em Alagoas; veja o vídeo

  • 12/01/2021 10:28
  • Cultura
Foto: Reprodução
Henri Castelli

Boninho diz que já desclassificou três famosos que participariam do “BBB 21”

  • 11/01/2021 11:39
  • Cultura

Lançamentos da Netflix nesta semana (10/01 a 14/08)

  • 10/01/2021 23:13
  • Cultura
Netflix

Elon Musk se torna o homem mais rico do mundo; veja quem é ele

  • 10/01/2021 23:05
  • Cultura

11ª edição do “My French Film Festival” chega dia 15, ao Belas Artes à La Carte

  • 09/01/2021 20:12
  • Cultura

Liquidação de Verão do Parque Shopping reúne descontos de até 60%

  • 09/01/2021 19:57
  • Cultura

Covid-19: após Réveillon na Barra de São Miguel, Léo Santana testa positivo

  • Redação
  • 09/01/2021 16:04
  • Cultura
Léo Santana cantando em festa de Réveillon em Alagoas

Após participar de Réveillon com duração de mais de sete dias na Barra de São Miguel, em Maceió, o cantor Léo Santana testou positivo para o novo corona vírus. De acordo com as informações, o resultado do teste saiu na última terça-feira (5). 

O megaevento com participação de Léo Santana teve duração de mais de sete dias e contou com a presença de outras celebridades, como os atores Henri Castelli e Gil Coelho, além de influencers digitais e shows de artistas nacionalmente conhecidos.

Leia Mais: Réveillon de "classe A" na Barra de São Miguel desrespeita e desafia decreto em Alagoas; veja vídeos

Ainda de acordo com as informações, assim que soube do diagnóstico, o artista foi para o isolamento social e cancelou os compromissos. Nas redes sociais, o artista foi criticado por cantar em festas que registraram aglomerações no final do ano.

Veja a previsão do seu signo no Horóscopo

  • 09/01/2021 08:38
  • Cultura