Agreste

Em quatro anos, produção de água tratada cresce 25% no agreste alagoano

  • Assessoria
  • 12/04/2021 10:43
  • Agreste

No mês em que completa nove anos, a Agreste Saneamento comemora sua atuação no agreste alagoano com um importante resultado: a produção de água tratada aumentou 25% desde 2017. Isso se traduz numa crescente oferta do recurso à população, beneficiando mais comunidades e, consequentemente, gerando um importante impacto social. 

"É um cenário extremamente positivo, onde temos a água chegando em localidades mais afastadas, proporcionando qualidade de vida aos seus moradores. Tudo isso graças a um esforço conjunto que demonstra o compromisso e o cuidado das empresas Agreste e Casal com seu papel social, acima de tudo" enfatiza Sérgio Bovo, diretor operacional da Agreste Saneamento.

Bovo explica ainda que nesses nove anos de atuação, as conquistas da Agreste se multiplicam. Os benefícios representam uma mudança histórica para a região. Desde a construção do Sistema Adutor do Agreste, por exemplo, o acesso à água vem sendo ampliado.

"Nosso planejamento foi feito para suprir a demanda por água das 10 cidades da região agreste. No entanto, houve um aumento na produção em torno de 1.200 metros cúbicos por hora, incrementando os 1.800 metros cúbicos por hora já previstos. Isto resultou numa ampliação na oferta de água e no alcance de mais comunidades. Compete à Agreste fazer a gestão do recurso até à Estação de Tratamento de Água de Arapiraca. A partir daí, a água fica em reservatório e a distribuição é de responsabilidade da Casal", pontua Bovo.

Acesso à água tratada muda realidade de comunidades

Uma das consequências desse aumento na produção de água é a chegada recente de água tratada a duas comunidades rurais do município de Craíbas. Os moradores de Pau Ferro e Curupira passaram agora a ser beneficiados com a água que vem do Sistema Adutor do Agreste.

O sistema que chega a essas comunidades é fruto de investimentos da Agreste Saneamento colocados em prática desde 2014. Além disso, a distribuição do recurso ocorre por meio de uma parceria entre a Casal e a Mineradora Vale Verde, que apoiou a implantação do abastecimento para essas localidades. Atualmente, a Casal está na fase de cadastro dos moradores e instalação das ligações domiciliares, para posterior colocação de hidrômetros dos imóveis.

O presidente da Companhia, Clécio Falcão, ressalta que a Casal distribui água para centenas de comunidades rurais em todos os 77 municípios onde atua. “Estamos empenhados em levar água para um número cada vez maior de alagoanos, para que tenham melhoria de vida, mais saúde e conforto. Atendemos cerca de dois milhões de pessoas e sabemos da importância da Companhia para o bem-estar delas. Na região Agreste, contamos com a parceria da Agreste Saneamento para isso. Com o aumento da produção de água a partir da PPP, pudemos expandir a distribuição, e assim, contemplar outras comunidades”, acrescenta o presidente da Casal.

 

Sobre a Agreste Saneamento
A Agreste Saneamento atua junto com a Companhia de Saneamento de Alagoas (CASAL) desde 2012, através de uma parceria público-privada (PPP) com duração de 30 anos, com o objetivo universalizar o acesso da população à água de qualidade e assegurar melhorias nos sistemas de abastecimento de 10 municípios da região agreste do estado, beneficiando mais de 377 mil habitantes. Desde 2017, faz parte da Iguá Saneamento, companhia que está presente em 37 municípios brasileiros e que alcança 6 milhões de pessoas com o compromisso de ser a melhor empresa de saneamento para o Brasil. Foi eleita a melhor empresa de médio porte para trabalhar em Alagoas, em 2018, de acordo com pesquisa realizada pela consultoria Great Place to Work Brasil (GPTW). Em 2020 a concessionária foi eleita a terceira melhor empresa para se trabalhar em Alagoas pelo Great Place To Work (GPTW) e recebeu o destaque nacional entre as cem melhores empresas de pequeno porte do país pela Revista Pequena Empresas, Grandes Negócios e GPTW. Também em 2020, foi reconhecida pelo Instituto Trata Brasil como “Caso de Sucesso em Saneamento Básico”.
 

Sobre a Iguá Saneamento
A Iguá é uma companhia de saneamento, controlada pela IG4 Capital, que atua no gerenciamento e na operação de sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário por intermédio de concessões e de parcerias público-privadas. Atualmente, está presente em 37 municípios de cinco estados brasileiros – Alagoas, Mato Grosso, Santa Catarina, São Paulo e Paraná – por meio de 18 operações que, somadas, beneficiam cerca de 6 milhões de pessoas. O alcance dos serviços prestados pela companhia a coloca entre os principais operadores privados do setor de saneamento do país. Em 2020, a Iguá aderiu à Rede Brasil do Pacto Global, iniciativa da Nações Unidas (ONU) para mobilizar a comunidade empresarial na adoção e promoção, em suas práticas de negócios, de Dez Princípios universalmente aceitos nas áreas de direitos humanos, trabalho, meio ambiente e combate à corrupção. A companhia foi eleita, em 2020, pelo quarto ano consecutivo, uma ótima empresa para se trabalhar pela consultoria Great Place to Work (GPTW). Atualmente, emprega cerca de 1,5 mil pessoas. O nome Iguá é uma referência direta ao universo em que atua: em tupi-guarani, “ig” quer dizer água.

 

 

Arapiraca lidera número de casos de Covid no interior de Alagoas

  • Redação com Gazetaweb
  • 30/03/2021 08:41
  • Agreste

Segunda maior do Estado, Arapiraca é a cidade do interior de Alagoas com mais casos de Covid-19. A capital do Agreste tem 19.005 casos confirmados, segundo boletim divulgado nesta segunda-feira (29) pelo Governo de Alagoas.

Na sequência, aparecem Marechal Deodoro, com 4.353 casos, e Santana do Ipanema com 3.420 pacientes infectados pelo novo coronavírus, completando as três cidades do interior do estado com mais casos de Covid-19.

Palmeira dos Índios (3.048 casos), Coruripe (2.866), São Miguel dos Campos (2.713), Penedo (2.523), Delmiro Gouveia (2.363), Campo Alegre (2.300) e Rio Largo (2.197) completam as 10 cidades com mais casos da doença no interior do estado.

As três cidades com menos habitantes infectados são Olho D’Água do Casado (76), Jaramataia (73) e Mar Vermelho (70).

Maceió é a cidade de Alagoas com mais casos confirmados de Covid-19 em Alagoas. A capital já registrou a infecção pelo novo coronavírus em 59.735 pessoas.

Caminhão carregado de madeira perde a tração, sai da pista e fica pendurado em ponte na AL 220

  • Redação
  • 19/03/2021 10:11
  • Agreste
Foto: BPRv
Caminhão perdeu tração, saiu da pista e ficou pendurado em ponte

Um caminhão com carga de madeira ficou pendurado em uma ponte, na tarde desta quinta-feira (18), em um trecho da AL-220, no município de Jacaré dos Homens, Sertão alagoano. O acidente aconteceu após o veículo apresentar problemas técnicos.

De acordo com informações do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv), o condutor do caminhão Mercedes-Benz, Axor 2644, placa FEJ6F70, tracionado a um reboque, seguia sentido Jacaré dos Homens/ Batalha, quando o veículo perdeu a tração em um aclive, voltou de marcha ré, saiu da pista e ficou pendurado na ponte.

O caminhão estava carregado com madeira. Parte da carga caiu sobre o Rio Jacaré.

População se aglomera na frente de Centro Social para receber auxílio financeiro em Campo Alegre

  • Redação
  • 18/03/2021 17:40
  • Agreste
Foto: Cortesia ao CadaMinuto

Cidadãos de Campo Alegre, no interior de Alagoas, se aglomeraram em frente ao Centro Social do município, na manhã desta quinta-feira (18).

De acordo com o vereador Vanio, ontem (17), a grande quantidade de pessoas estava no local porque a prefeitura anunciou que haveria recadastramento do programa social Bolsa Alegre, que atende a população de baixa renda do município.

O prefeito Nicolas Pereira anunciou, neste mês, que o número de famílias atendidas pelo programa iria aumentar de 1.000 para 1.200 e que o valor, que anteriormente era R$ 80, será, nos próximos três meses, de R$ 200.

“Acho uma falta de respeito que eles peçam que a população fique em casa, fechem o comércio eles mesmos promovem esse tipo de aglomeração”, protestou o vereador.

 

O QUE DIZ A PREFEITURA

A prefeitura de Campo Alegre, por meio de nota, disse que a equipe técnica, com apoio da guarda municipal, tentou de todo modo organizar a fila para distribuir as fichas, porém não conseguiu contar com a colaboração de algumas pessoas que estavam na porta e por não chegar em um consenso. Por isso, houve suspensão temporária no cadastro das famílias e, em breve, será divulgado um novo calendário de seleção das famílias.

Confira abaixo a nota na íntegra:

A Secretaria Municipal de Assistência Social e Direito à Cidadania vem por meio desta nota esclarecer os seguintes pontos:

• Conforme vem sendo veiculado nas redes oficiais do município, foi anunciado um aumento de 200 vagas para o Programa Bolsa Alegre. Essas vagas serão distribuídas entre Sede, Luziápolis e Povoados;

• Já existe um cadastro de reserva para futuros beneficiários, entretanto, pensando em garantir que outros beneficiários tenham a chance de concorrer, foi decidido divulgar novos cadastros na modalidade livre demanda;

• Foi divulgado na rádio Campo Alegre FM quais critérios;

• No Distrito Luziápolis e no Povoado Chã da Imbira, onde foram atendidos também Mineiro e Usina Porto Rico não houveram aglomerações e os atendimentos seguem fluindo normalmente.

• Desde a noite do dia 17 fomos surpreendidos já com o inicio de aglomerações na porta do CESCA, solicitamos apoio e a situação foi resolvida. Entretanto, na manhã do dia 18 o número de pessoas que apareceram foi maior que o esperado;

• A equipe técnica, com apoio da guarda municipal, tentou de todo modo organizar a fila para distribuir as fichas. Porém não conseguiu contar com a colaboração de algumas pessoas que estavam na porta e por não chegar em um consenso, deliberou-se, pela própria segurança dos munícipes e dos profissionais, PELA TEMPORÁRIA SUSPENSÃO DE CADASTROS NA MODALIDADE DEMANDA ESPONTÂNEA na Sede do município;

• Logo será divulgada nova estratégia de seleção para essas famílias, que não as coloque sob o risco de aglomeração;

• Nos colocamos a inteira disposição para quaisquer esclarecimentos e pedimos desculpas aos munícipes pelos transtornos ocorridos.

Agreste e Sertão regridem para a fase vermelha. Saiba o que fecha e o que pode funcionar

  • Cada Minuto
  • 07/03/2021 21:05
  • Agreste

O governador Renan Filho anunciou neste domingo (07) as novas medidas para conter a covid-19 em Alagoas. Segundo Renan, a partir da meia-noite de hoje, o Sertão e Agreste vão para a fase vermelha e as demais regiões, incluindo Maceió, regridem para a laranja. O decreto vai até a terça-feira, dia 16.

“O Agreste explodiu a quantidade de casos. No Sertão, as pessoas que não se contaminaram na primeira onda, estão se contaminando nessa segunda onda. Por isso que eles vão para a fase vermelha", disse o governador.

Com relação as outras regiões que ficam na fase laranja, Renan disse que é preciso que se salve o maior número de vidas possível. “Vamos fortalecer as medidas. Reduzir um pouco as possibilidades de aglomeração como forma de ampliarmos a vacinação”.

Ainda conforme Renan Filho, é fundamental o esforço de isolamento social nesse momento, sobretudo que nas proximidades de mais pessoas vacinadas. “Até o fim do mês de março, o Estado espera, com o MS cumprindo o cronograma da entrega das vacinas, entregar a vacinação a todo mundo que tem 65 anos ou mais. Até o mês de abril, esperamos concluir a vacinação desse público, assim como as pessoas de mais de 60 anos. Assim que conseguirmos isso, vamos ver despencar o contágio e o número de mortes”.

A medida foi tomada após a taxa de ocupação de leitos exclusivos de UTI atingir 81%, segundo o boletim da Sesau divulgado no sábado (06).

O secretário de Planejamento, Gestão e Patrimônio, Fabrício Marques apresentou o plano de distanciamento social controlado e como a doença vem evoluindo. “Fechamos ontem a semana epidemiológica. Nas duas últimas semanas a taxa de ocupação acelerou muito”, disse. 

Fabrício também falou sobre o aumento no número de óbiCatos. “Nós tivemos um crescimento de 50% nas duas últimas semanas. Em Maceió, tivemos um aumento de 25% da última semana para essa”. 

O crescimento, segundo ele, nunca foi visto na pandemia. “Em uma semana, a ocupação subiu de 54% para 74%”.

O secretário da Saúde, Alexandre Ayres, reforçou que está trabalhando para ampliar o número de leitos, mas tem observado que a população não tem ajudado. “Nosso objetivo não é prejudicar o setor econômico, principalmente os que estão trabalhando corretamente. Infelizmente, o justo acaba pagando pelo injusto”.

O que pode funcionar?

De seis da manhã até às 20h, bares e restaurantes podem funcionar na capital. Durante o final de semana, os bares e restaurantes ficam fechados, funcionando apenas em sistema delivery ou pague leve. Academias e igrejas só podem funcionar com 30% da capacidade. Também fica determinado o fechamento das marinas nos finais de semana e clubes náuticos. 

Na fase vermelha, bares e restaurantes no Sertão e Agreste ficam fechados, funcionando apenas em sistema de delivery. Apenas serviços essenciais, como supermercados, farmácias e locais que prestem serviços de saúde, higiene, limpeza e alimentação podem funcionar. Academias ficam fechadas, e o comércio não essencial fecha aos finais de semana.

Arapiraca volta à Fase Amarela após aumento de casos e mortes por conta da Covid-19

  • Assessoria
  • 07/03/2021 09:28
  • Agreste

O prefeito de Arapiraca, Luciano Barbosa, assinou, na tarde desta sexta-feira (05/03), um Decreto Municipal com novas determinações sobre as medidas de segurança para os estabelecimentos comerciais que estão autorizados a manterem o funcionamento durante a Fase Amarela do Plano Estadual de Distanciamento Social Controlado.

O documento municipal ratifica as normas estipuladas através do decreto estadual, publicado nessa quinta-feira (04/03), pelo governador de Alagoas, Renan Filho, e estabelece algumas regras adicionais.

Além das medidas estaduais, o decreto municipal estabelece que:

  • Feiras Livres funcionarão das 5h às 11h;
  • Mercado Público Municipal funcionará das 6h às 14h;
  • Shopping Popular funcionará das 9h às 17h;
  • Feiras de Atacados funcionarão dias de quarta e quinta-feira, das 3h às 6h, no antigo Matadouro Público;
  • Feiras Noturnas estão suspensas por tempo indeterminado;
  • Qualquer atividade comercial em logradouros públicos será remanejada para ambientes adequados de acordo com sua atividade;
  • Fica proibido toda e qualquer atividade que provoque aglomeração;
  • Cirurgias eletivas ficam suspensas por 15 dias;
  • Aulas continuam autorizadas na modalidade híbrida.

As equipes de fiscalização das Secretarias Municipais de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente, Procon e Vigilância Sanitária estarão atuando de forma intensificada e em parceria com o 3º Batalhão de Polícia Militar (3º BPM) para coibir irregularidades.

É importante ratificar que as medidas de segurança devem ser seguidas por todos. Sendo assim, a Coordenação de Epidemiologia da Secretaria Municipal de Saúde orienta a população que intensifique os cuidados para evitar a proliferação do coronavírus, pois todos temos a responsabilidade de buscar o controle da pandemia.

Dentre os principais cuidados estão:

  • Lave suas mãos com frequência, utilizando água e sabão;
  • Leve consigo sempre álcool em gel para higienizar mãos e superfícies;
  • Utilize sempre máscara de proteção, de forma adequada, cobrindo nariz e boca;
  • Mantenha o distanciamento social de pelo menos 1,5m;
  • Evite tocar nos olhos, nariz ou boca;
  • Ao tossir ou espirrar, cubra nariz e boca com o braço dobrado ou com um lenço (o uso de máscaras já ajuda nesse caso);
  • Caso esteja com algum sintoma da Covid-19, procure o serviço de saúde e mantenha o isolamento social.

Por mês, cerca de 20 mil análises atestam qualidade da água no agreste alagoano

  • Assessoria
  • 04/03/2021 08:27
  • Agreste

Por mês, cerca de 20 mil análises são feitas para atestar a qualidade da água que chega a dez municípios da região agreste de Alagoas. O trabalho da Agreste Saneamento, empresa que atua na captação e tratamento da água do Rio São Francisco numa parceria público-privada com a Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal), se baseia numa gestão eficiente e minuciosa para garantir que o recurso chegue com excelência a 400 mil alagoanos.

As aferições consideram diferentes parâmetros. A média mensal é de mais de 8,4 mil análises no Sistema Novo e 10,4 mil no Sistema Antigo. Em meses como junho e dezembro, o número de exames ultrapassa a marca de 20 mil, porque inclui avaliações semestralmente.

A cada duas horas os técnicos da Agreste realizam as análises considerando parâmetros físico-químicos que verificam aspectos como pH, cor, turbidez e cloro. Semestralmente, outros testes acontecem em quatro pontos de coleta de cada sistema, onde são considerados mais de 100 parâmetros.

O coordenador técnico operacional da Agreste Saneamento Mikael Vasconcelos explica que o rígido controle de qualidade atende a três níveis de critérios: um previsto pelo Ministério da Saúde, outro pela Casal e um ainda mais complexo exigido pela controladora da Agreste, a Iguá Saneamento.

“O plano amostral que cumprimos é estabelecido pelo Anexo XX da portaria de consolidação Nº 5 do Ministério da Saúde. O documento já apresenta a quantidade de amostras que precisamos fazer para o atendimento da população. Além disso, a nossa controladora, a Iguá Saneamento também determina acompanhamento rigoroso tanto no laboratório interno, que tem equipamentos e reagentes certificados de última geração, como também em laboratórios credenciados. Além disso, passamos por análises da Vigilância Sanitária e todos os dados obtidos nas avaliações vão ao Sistema de Informação para Água (Siságua) do Governo Federal”, pontua.

Monitoramento da rede de abastecimento

O monitoramento também é realizado na rede de abastecimento, isto é, ao chegar até às residências. No fim do ano passado, a Vigilância em Saúde Ambiental, a Casal e a Agreste atuaram juntas na verificação destes padrões.

"Em novembro foram realizadas coletas em dois endereços dos municípios de São Brás, Olho d’água Grande, Campo Grande, Girau do Ponciano, Lagoa da Canoa, Feira Grande e Arapiraca.  Em dezembro pegamos amostras em dois endereços nos municípios de Girau do Ponciano, Lagoa da Canoa, Feira Grande, Coité do Noia e Arapiraca. Todos as amostras tiveram conformidade com os limites de potabilidade estabelecidos pela Portaria de Consolidação N°5/2017 do Ministério da Saúde", diz Mikael Vasconcelos.

“É um trabalho incessante, que assegura que a água que chega até às torneiras das residências tenha confiabilidade. Nosso papel é garantir que todos os processos de captação e tratamento envolvam o máximo de segurança, atendam às exigências legais e funcionem de acordo com nossos padrões de excelência. Água de qualidade é certeza de saúde e bem-estar social”, enfatiza.

Presidente da Casal, Clécio Falcão ressalta que a Companhia mantém o controle rigoroso da qualidade da água que distribui em todos os 77 municípios onde opera os sistemas, tanto no Agreste quanto nas demais regiões.

“O saneamento é um viés de saúde pública muito importante. Basta lembrar que a chegada da água canalizada, tratada e de qualidade foi um dos fatores que contribuíram para a redução da mortalidade infantil em todas as localidades de Alagoas. Por isso, não medimos esforços para levar esse produto sempre dentro do que preconizam os órgãos de controle, visando ao bem-estar da população e à qualidade de vida. Em todas as suas Unidades de Negócio a Casal mantém laboratórios de análise da água devidamente equipados e pessoal técnico qualificado, a exemplo de Arapiraca por meio da parceria com a Agreste Saneamento”, acrescentou Clécio Falcão.

Importância da qualidade da água

Dados da Organização Mundial da Saúde apontam que mais de dois bilhões de pessoas ao redor do mundo fazem uso de água sem tratamento adequado. A água apropriada para consumo humano deve ser sem gosto, sem odor, cristalina e livre de substâncias que podem causar o adoecimento como vírus e bactérias, entre outros aspectos.

Sistemas de abastecimento de água com rigorosos padrões de qualidade beneficiam diretamente a população, com a melhoria em seu bem-estar. “À medida que os esforços em torno da eficiência dos serviços de abastecimento de água são ampliados e contínuos, diminui-se a incidência de doenças relacionadas à água e isso se traduz na saúde, principalmente entre os mais vulneráveis”, acrescenta Angela Lins, diretora geral da Agreste Saneamento.

 

 

Moradores de Campo Alegre bloqueiam AL 220 e pedem construção de retorno e passarela

  • Adalberto Custódio
  • 02/03/2021 08:52
  • Agreste
Foto: Cortesia - CadaMinuto
Protesto Campo Alegre

Moradores da cidade de Campo Alegre, localizada na região Agreste do Estado, realizam neste momento um protesto no trecho urbano da rodovia AL 220, que está bloqueada no sentido para quem viaja de Maceió à Arapiraca. Com faixas e cartazes em punho, os manifestantes bloquearam a pista com pneus, galhos de árvores e atearam fogo.

O motivo do protesto foram as mudanças impostas pela obra de duplicação daquela rodovia, que segue desprovida de quebra-molas, sinalização, passarelas, além de retornos muito distantes. 

Os moradores reclamam da falta de passarelas para pedestres. Segundo eles, a cidade ficou segregada e para atravessar de um lado a outro se arriscam na travessia em pequenas passagens deixadas na mureta. Eles relatam que precisam dividir o mesmo espaço com motos, bicicletas, cavalos e até os cadeirantes e deficientes visuais precisam utilizar esse pequeno espaço para atravessar a rodovia.

O grupo também reclama da distância dos retornos para veículos, A falta de um retorno ou girador no trecho urbano obriga os motoristas se deslocarem até os povoados Pimenteira e Belo Horizonte a fim de chegarem do outro lado da rodovia.

De acordo com uma fonte do Minuto Arapiraca em Campo Alegre, os manifestantes aguardam a chegada de algum representante do DER ou do Governo do Estado para somente após algum entendimento, desbloquearem a rodovia.

Confira o vídeo enviado por um internauta:

 

 

Hospital Regional opera na capacidade máxima por conta dos atendimentos a pacientes com Covid

  • Redação com Assessoria
  • 28/02/2021 08:16
  • Agreste

O setor de COVID-19 do Hospital Regional Nossa Senhora do Bom Conselho, em Arapiraca, está operando com capacidade máxima.

Atualmente mais de 90% dos leitos estão ocupados. Dos 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) disponíveis no local, nove estão com pacientes. Já na área de enfermaria há apenas duas vagas.

O constante aumento de casos e a superlotação da unidade estão preocupando diretores e profissionais do hospital, que têm alertado a população para os riscos da doença e a importância da prevenção.

“O número de casos positivos está aumentando todos os dias em Arapiraca e por todo Estado. É essencial que cada um faça sua parte e siga todas as medidas de segurança, como usar máscara, higienizar as mãos com álcool e manter distanciamento social”, comentou o diretor médico Ulisses Pereira.

Ele também destacou o trabalhou da equipe que está na linha de frente. “Estamos todos em alerta. Todos os dias recebemos novos pacientes e os profissionais estão se dedicando muito para tentar salvar a vida deles. Mas o número de leitos não suportará um novo aumento”, colocou.

Desde maio, o Hospital Regional de Arapiraca atende pacientes com coronavírus. Uma reforma no estabelecimento garantiu um setor exclusivo para os casos.

“Muitos investimentos foram feitos, tanto em aumento de pessoal quanto na melhoria da estrutura. Mas a população precisa ter consciência de que ainda estamos em pandemia, que todos precisam se cuidar evitando aglomerações afim de contermos o contágio”, disse o provedor do Hospital, Magela Pirauá.

TRE e SSP se reúnem para discutir eleição suplementar de Campo Grande

  • Redação
  • 23/02/2021 08:00
  • Agreste
Portal 7 Segundos
Sede da Prefeitura de Campo Grande

Os moradores do município de Campo Grande irão as urnas para a eleição suplementar no dia 11 de abril. Nesta segunda-feira (22), o presidente e o vice e corregedor do Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE/AL), desembargadores Otávio Leão Praxedes e Washington Luiz Damasceno Freitas, se reuniram com representantes dos órgãos de segurança pública para tratar sobre o plano integrado de segurança.

Na reunião, representantes da Polícia Federal (PF), da Secretaria de Defesa Social (SDS), da Polícia Militar de Alagoas (PM/AL), do Conselho de Segurança Pública e da Associação dos Magistrados de Alagoas (Almagis), além do juiz eleitoral Raul Cabus, responsável pela 20ª Zona Eleitoral, estavam presentes. O juiz auxiliar da Corregedoria, Ivan Brito, o diretor-geral do TRE, Maurício Omena, a assessora especial da Presidência, Valeska Emídio e o coordenador de Serviços Gerais, André Bonaparte, também participaram da reunião.

Entre os temas abordados na reunião, destaque para o reforço no quantitativo de policiais federais, militares e civis na região alguns dias antes do pleito e a intensificação de ações de combate à compra de votos e propaganda eleitoral irregular também por parte das forças policiais.

“A eleição suplementar ocorrerá no dia 11 de abril mas é muito importante que os órgãos que integram a segurança pública tenham planejamentos individuais que se integram no plano de segurança, garantindo o bom andamento dos trabalhos eleitorais no município e a segurança de eleitores e candidatos”, evidenciou o presidente do TRE/AL, desembargador Otávio Leão Praxedes.

Em Arapiraca, 77% dos leitos de UTI exclusivos para Covid-19 estão ocupados

  • Redação c/ Agência Alagoas
  • 19/02/2021 13:42
  • Agreste
Foto: Márcio Ferreira
Governador anunciará abertura de novos leitos de UTI nesta sexta-feira (19)

A taxa de ocupação de leitos em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) exclusivos para Covid-19 chegou a 77% em Arapiraca. O índice foi registrado no boletim da última quarta-feira (17) emitido pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) e publicado no site www.alagoascontraocoronavirus.al.gov.br. Na segunda maior cidade de Alagoas, 36 dos 47 leitos de UTI estão com pacientes acometidos pelo novo coronavírus. Além disso, metade dos 85 leitos clínicos disponíveis no município já está ocupada.

De acordo com os dados, na média dos municípios, o percentual de ocupação em leitos de UTI ultrapassa os 70%. O índice supera a chamada “margem de segurança”, de acordo com relatório divulgado na última quarta-feira (17) pelo Observatório Alagoano de Políticas Públicas para o Enfrentamento da Covid-19, da Universidade Federal de Alagoas (Ufal).

Seguno as informações da assessoria, em Anadia após uma moradora apresentar a nova variante do vírus, a prefeitura publicou decreto na quinta-feira (18) que determina o fechamento do comércio, igrejas e eventos culturais pelos próximos 15 dias.

O fato ocorrido no Agreste chama atenção por se tratar, de acordo com informe da Sesau, de caso autóctone. Ou seja, como a paciente de 64 anos – que já está curada – não apresenta histórico de viagem ou de contato com alguém vindo do Amazonas ou de qualquer outro estado brasileiro, a investigação epidemiológica realizada pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) indica que a mutação desta variante de SARS-CoV2 pode ter ocorrido em Alagoas.

Noutro caso, os pesquisadores encontraram a variante brasileira originária do Amazonas numa mulher de 32 anos, natural da cidade de Viçosa, com passagem recente pelo estado situado na região Norte.

Governo do Estado autoriza duplicação do trecho da AL 110 entre Arapiraca e São Sebastião

  • Assessoria
  • 08/02/2021 08:18
  • Agreste

O Agreste é umas das regiões que mais cresce em Alagoas. A fim de fomentar ainda mais o progresso dessa região, o governador Renan Filho e o secretário de Transporte e Desenvolvimento Urbano, Mosart Amaral, assinam, nesta segunda-feira (8), a ordem de serviço para a duplicação da AL-110, no trecho entre Arapiraca e São Sebastião. A solenidade acontecerá às 14 horas, no Planetário e Casa da Ciência de Arapiraca.

O transporte rodoviário é o meio de transporte mais utilizado no Brasil, correspondendo a 58% do total. Além disso, 75% do escoamento de mercadorias em território brasileiro é feito pelas rodovias. A duplicação no trecho de 23 quilômetros entre Arapiraca e São Sebastião, proporcionará mais fluidez do tráfego, segurança e conforto aos usuários, além de contribuir diretamente para o escoamento da produção e integração das regiões Agreste e Sul do estado. A obra será executada pela Secretaria de Transporte e Desenvolvimento Urbano (Setrand) em parceria com o Departamento de Estrada de Rodagem (DER-AL) e conta com um investimento na ordem de R$ 50 milhões em recursos estaduais e federais.

De acordo com o secretário de Transporte e Desenvolvimento Urbano, Mosart Amaral, a duplicação da AL-110 vai alavancar ainda mais o progresso da região Agreste do estado.

“Essa é mais uma obra que vai integrar esse programa de duplicações no estado de Alagoas. Essas obras são sinônimas de desenvolvimento, facilitam o escoamento da produção, principalmente na região que mais se desenvolve que é o Agreste. É também importantíssima para a integração de regiões e, com certeza, vai melhorar muito a mobilidade das pessoas que transitam por essa parte do estado”, destacou.

A obra faz parte do programa Pró-Estrada, que já beneficiou até o momento 98% dos municípios alagoanos com pavimentação de vias urbanas, implantação e reconstrução de estradas.

Lagoa da Canoa inicia vacinação de idosos no sistema delivery

  • Assessoria
  • 03/02/2021 08:29
  • Agreste

Diferentemente de outras prefeituras que estabeleceram locais de vacinação para os idosos acima de 85 anos, a Prefeitura de Lagoa da Canoa montou uma estratégia para vacinar os idosos com idade acima de 85 anos : a vacinação é em domicílio promovendo conforto e comodidade para esse grupo de risco.

A secretária municipal de Saúde, Glaucia  Torres, informou que os técnicos que integram as equipes do  Programa de Saude da Família (PSF) já estão imunizados e estão se deslocando até as residências para vacinar os idosos.

" O municipio recebeu 265 doses de vacina, e desse total, 160 doses estão sendo direcionadas ao idosos com idade acima de 85 anos", informou Gláucia Torres.

A vacinação dos idosos iniciou nesta terça-feira (02) e  cronograma de vacinação segue até a próxima sexta-feira (05).

Os profissionais que  trabalham na linha de frente ao combate da covid-19 já foram vacinados, restando apenas um pequeno percentual que está recebendo a primeira dose de imunização gradativamente.

A prefeita Tainá Veiga, que tem formação acadêmica na área da saúde, sabe a importância da vacinação dos grupos de risco, e o município tem seguido todas as recomendações para cumprir os protocolos de saúde.

" Desde o início da pandemia os cuidados com a saúde dos canoenses tem sido uma das prioridades do nosso município.  Mesmo com a primeira etapa da vacinação contra a Covid-19, não vamos relaxar no distanciamento social, no uso de máscara e na higienização das mãos. Com a ajuda de todos, e a vacina, vamos vencer essa pandemia", finalizou Tainá Veiga.

Vacinação contra Covid-19 terá cinco pontos de imunização em Arapiraca

  • Redação com Assessoria
  • 20/01/2021 08:41
  • Agreste
Foto: assessoria
Arapiraca

A Prefeitura de Arapiraca, através da Secretaria Municipal de Saúde, vai atender, nesta primeira etapa da vacinação contra à Covid-19, os grupos prioritários inseridos no Plano Municipal e recomendados pelo Governo Federal e ratificados pelo Governo de Alagoas.

Receberão as doses da vacina, os profissionais de saúde que estão trabalhando na linha de frente do combate à doença, e também trabalhadores e moradores de abrigos para idosos, totalizando 1.646 doses.

O prefeito Luciano Barbosa esteve reunido, no início da tarde desta terça-feira (19/01), com a secretária municipal de Saúde, a médica infectologista Luciana Fonseca, e com integrantes do Grupo de Trabalho, formado por técnicos da Secretaria Municipal de Saúde.

Na ocasião foi apresentado o Plano Municipal de Vacinação, que definiu, geograficamente, cinco pontos de imunização dos profissionais de saúde e moradores de abrigos de idosos.

O Plano prevê a vacinação de 5.980 pessoas, nessa primeira etapa de imunização, com um total de 11.960 doses da vacina.

No encontro, o prefeito Luciano Barbosa destacou a competência e dedicação dos servidores da Saúde de Arapiraca e a importância da vacinação para o município.

“Sei da competência de vocês. O que me importa é o que cada um vai desempenhar para a saúde das pessoas e nossa cidade voltar a ser um modelo e uma referência no SUS”, ressaltou.

Sisvac

Ainda na reunião, Luciano Barbosa participou de uma videoconferência com o reitor do Ifal de Arapiraca, professor Fábio Ribeiro, e o professor Tarsis Marinho. O prefeito falou da importância da parceria com as universidades, incluindo Ufal e Uneal.

De acordo com o Grupo de Trabalho, neste primeiro momento, o município de Arapiraca vai adotar uma plataforma própria de vacinação, por meio do Sistema Sisvac.
O modelo tem uma lista nominal para evitar aglomeração e um agendamento com datas e horários específicos para a vacinação.

Com o recebimento de novas doses, os outros grupos prioritários serão vacinados, de acordo com o Plano Municipal de Vacinação.


 

Matrículas para alunos novatos da rede municipal começam em 26 de janeiro

  • Assessoria
  • 18/01/2021 11:35
  • Agreste

A Prefeitura de Arapiraca, através da Secretaria Municipal de Educação e Esporte, vai abrir o período de matrículas para alunos novatos na próxima terça-feira (26).

A Rede Municipal de Educação está ofertando vagas para creches, Pré-escola, anos iniciais (1º ao 5º ano), anos finais (6º ao 9º ano), e Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Pais e responsáveis devem procurar o Centro de Educação Infantil (Creche) ou Escola mais próxima de sua casa com a documentação necessária:

  • Cópia da Certidão de Nascimento do aluno (ou de Casamento, caso seja matrícula de EJA);
  • Original do Histórico Escolar ou Declaração;
  • Cópia do Registro Geral para maiores de 18 anos;
  • 2 fotos 3×4;
  • Cópia do Cartão do Programa Bolsa Família (para os beneficiados);
  • Cópia do Cartão de Vacina;
  • Cópia do Comprovante de Residência;
  • Cópia do RG e CPF dos pais ou responsáveis legais;
  • Cópia do Cartão SUS.
  • Obs.: caso falte algum dos itens acima descritos, a matrícula será efetivada e a escola estipulará um prazo para regularização.

O prazo para matrícula será de 26 a 29 de janeiro de 2021.

Com inadimplência, município de Traipu fica impedido de receber recursos federais

  • Redação
  • 15/01/2021 09:59
  • Agreste
Foto: Divulgação
Prefeitura Municipal de Traipu

O município de Traipu está inabilitado para receber recursos federais devido a situação de inadimplência no Cadastro Único de Exigências para Transferências Voluntárias (CAUC). De acordo com a gestão do prefeito Lucas Santos, a  situação acaba comprometendo o desenvolvimento da cidade. 

A verificação no Cadastro Único de Exigências para Transferências Voluntárias mostra que o município está negativado nos 16 itens de verificação e totalmente impossibilitado de receber transferências voluntárias. 

“Com esta sórdida realidade, o município ribeirinho está atualmente impossibilitado de receber transferências voluntárias (em regra convênios), o que acaba comprometendo o seu desenvolvimento, tendo em vista a pouquíssima  arrecadação, além dos repasses constitucionais (Transferências obrigatórias, tais como FPM, Fundeb dentre outros)”, informou a atual gestão. 

Devido ao número de itens negativados, a preocupação é que o município passe um maior tempo sem receber verbas, já que  municípios que quando ficam em tal situação passam anos para se regularizarem junto à União e voltarem a ser adimplentes.

Os setores jurídicos e financeiro do município estão coletando os dados para buscar regularizar a situação. 

Usina Porto Rico é multada e interditada por despejo de melaço no Rio Jequiá

  • Redação
  • 25/11/2020 16:38
  • Agreste
Foto: Ascom / IMA
IMA interdita usina Porto Rico

A Usina Porto Rico, situada no município de Campo Alegre, no interior de Alagoas, foi interditada e multada pelo despejo de mais de 10% de melaço no Rio Jequiá. De acordo com o Instituto do Meio Ambiente de Alagoas (IMA/AL), acredita-se que esse número seja ainda maior, mas somente o relatório das amostras vai expor o resultado real do dano ao meio ambiente. Com as autuações, a empresa terá que desembolsar cerca de R$ 33 mil e R$ 305 mil em multas.

Nessa terça-feira (24), quando havia registro de mortandade de peixes, as equipes do IMA, do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), da Secretaria Municipal de Meio Ambiente do município, do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) fizeram a coleta da água contaminada. O resultado do laudo deve ser emitido nos próximos dias.

A Usina recebeu duas autuações e uma intimação, sendo um auto lavrado por falta de licença ambiental e outro pelo dano ambiental causado devido ao derramamento do melaço em corpo hídrico e solo exposto, tendo sido interditada. A empresa vai ter que desembolsar cerca de R$ 33 mil e R$ 305 mil de multas, respectivamente.

Os responsáveis têm 10 dias para apresentarem ao IMA o relatório sobre as causas do acidente e as medidas de mitigação imediata.
 

EXPLOSÃO
 

Uma suposta explosão de gases no tanque da Usina Porto Rico causou o derramamento de melaço, que atingiu o Rio Jequiá, nessa segunda-feira (23). Cerca de 100 mil litros de melaço estavam no reservatório, atingindo o corpo hídrico através de uma galeria pluvial. 

Por meio de nota, a Industrial Porto Rico S/A afirmou que contatou as autoridades ambientais assim que tomou ciência do ocorrido e acompanha o desenrolar da situação para tomar as medidas cabíveis em parceria com os órgãos. "A empresa tem o cuidado de manter investimentos tanto na sustentabilidade ambiental quanto no desenvolvimento social das regiões em que atua". 
 

Morre secretário de Viação e Obras de Limoeiro de Anadia

  • Redação
  • 25/11/2020 16:27
  • Agreste

Faleceu nesta quarta-feira, 25, o secretário de Municipal de Viação, Obras, e Serviços Urbanos de Limoeiro de Anadia, José Barbosa Macedo Neto, 56 anos.

O secretário faleceu em decorrência de um infarto. Ele estava internado no Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió, mas não resistiu e faleceu nesta quarta-feira.

Devido ao falecimento de José Barbosa de Macedo Neto, a Prefeitura de Limoeiro de Anadia decretou luto oficial por três dias e se solidarizou com a família do secretário.

"Diante de toda a saudade e dor deixadas pela perda do senhor José Barbosa, a Prefeitura de Limoeiro de Anadia, através do prefeito Marcelo Rodrigues e dos demais secretários do Município, presta solidariedade à família, amigos, e companheiros de trabalho, ao tempo em que rende justa homenagem à dedicação de Barbosa, ressaltando sua inesgotável contribuição e respeito à comunidade limoeirense", diz a publicação da Prefeitura.

MVV divulga resultado final do Programa Aprendiz Operacional

  • Assessoria
  • 04/09/2020 16:17
  • Agreste

Ao todo, 50 pessoas de Arapiraca e Craíbas foram selecionadas; elas receberão treinamento por 6 meses

O início do processo seletivo para o Programa Aprendiz Operacional da Mineração Vale Verde (MVV) começou em setembro último. Os candidatos passaram todo o mês realizando diversas etapas até serem selecionados: prova objetiva, avaliação psicológica, dinâmica de grupo e exames médicos.

E nesta sexta-feira (4), conforme o regulamento, a MVV divulgou no www.vale-verde.com o resultado final das pessoas aptas a se tornarem “Operador de Planta”.

Os nomes dos 50 selecionados de Arapiraca e Craíbas – as duas cidades onde o Projeto Serrote está situado – podem ser vistos no site oficial da empresa.

Finalizando esta última etapa, o setor de Recursos Humanos (RH) da mineradora entrará em contato com cada um deles para a orientação sobre o processo admissional, informando data, horário, local e lista de documentos a serem entregues.

“A MVV adota como premissa aproveitar o máximo de moradores locais. Esse é um valor para a nossa empresa! Tivemos esse olhar quando fizemos o nosso ‘Mapa de Mobilização Para Fase de Operação’. Sempre com o cuidado com a segurança dos nossos empregados, a Planta foi uma das áreas que identificamos a possibilidade de contratar pessoas ‘sem experiência’ para ocupar o cargo de Operador de Planta. Ou seja, vamos capacitar 100% todos os que passaram agora pelo processo seletivo e, desses 50 classificados, 41 ficarão conosco efetivamente. Isso, para nós, é muito gratificante”, diz a gerente de RH e Administrativo do Projeto Serrote, Dione Queiroz.

O processo seletivo do Programa Aprendiz Operacional foi idealizado pela MVV e realizado por meio da Consultoria Análise Gestão Empresarial, em parceria com o Instituto Edna Tizeu. Todas as fases do certame respeitaram as recomendações de distanciamento social e uso de máscara de tecido no rosto, por conta do novo coronavírus (COVID-19).

O treinamento terá duração de aproximadamente seis meses, com bolsa-auxílio mensal de R$ 600, uma oportunidade única aos selecionados, visto que na região não existem ainda cursos técnicos especificamente nesta área.

As obras do Projeto Serrote seguem avançando com a implantação da planta de beneficiamento para a extração do minério de cobre. As 50 pessoas aptas pelo Programa ajudarão a erguer esse sonho no Agreste Alagoano.

 

SOBRE A APPIAN

Desde 2018, 100% do capital da MVV pertence a um fundo de investimentos administrado pela Appian Capital Advisory LLP focado em mineração. O fundo também possui um ativo no Brasil no município de Itagibá (BA), denominado Atlantic Nickel, com foco na produção de concentrado de níquel sulfetado e capacidade nominal de 120 mil toneladas/ano, que voltou a operar em janeiro de 2020. Sediada em Londres, a Appian possui ainda escritórios em países como África do Sul e Canadá.

Presidente e Conselheiros do COREN/AL sofrem acidente de carro na AL 450 em Anadia

  • Blog do Cayo Cesar
  • 03/09/2020 18:25
  • Agreste

Durante a entrega das máscaras PFF2, em hospitais de referências e centrais virais nos municípios no interior de Alagoas, o presidente do Conselho Regional de Enfermagem de Alagoas (Coren-AL), Renné Costa, e os conselheiros Paulo Guimarães e Maycon Correia, sofreram um acidente após o veículo oficial do Conselho capotar. O fato ocorreu em um trecho da AL-450, no município de Anadia, na última quarta-feira (2). Ninguém ficou ferido.

De acordo com os ocupantes do carro, de modelo Nissan Frontier, placas PWC 1219, eles saíram de Maceió para fazer a entrega dos materiais em 15 municípios. Eles estavam no povoado de Tapera, em Anadia, quando passaram por uma lâmina d’água que fez o carro girar na pista, bater em uma ribanceira e capotar.

“Estava chovendo muito e a nossa sorte é que estávamos em baixa velocidade. Por sorte os danos foram apenas materiais, acionamos o seguro do carro e conseguimos seguir viagem em outro veículo”, explicou o presidente Renné Costa. 

 

Moradores do Pau Ferro se capacitam em oficinas online sobre associativismo

  • Assessoria
  • 26/08/2020 11:54
  • Agreste

Consultoras terceirizadas pela Mineração Vale Verde (MVV) estão realizando encontros durante julho e agosto

A força de uma comunidade está no que reserva e significa o seu próprio nome. “Comunidade” deriva de “comum”. E o que é comum é de todos, é partilhado.

Por isso a Mineração Vale Verde (MVV) tem investido nesse olhar amplo, a fim de que os moradores das 14 comunidades vizinhas ao Projeto Serrote, situado entre Arapiraca e Craíbas, se fortaleçam cada vez mais e construam suas próprias bases de ação socioeconômica na região.

Recentemente ocorreu a “Oficina Online Cooperação e Gestão”, não presencial devido à pandemia, com integrantes da comunidade rural Pau Ferro, em Craíbas. O encontro foi ministrado pela empresa terceirizada Riccon Consultoria.

Temas como organização social; fatores de fracasso e sucesso; planejamento; e associativismo fizeram parte da pauta. Nas próximas reuniões virtuais, novos tópicos serão inseridos, a exemplo de “Como Vender Para o Governo” e “Benefícios Futuros”.

"Estou dia sim, dia não na roça. Trabalhando com fumo. Mas na hora das oficinas, eu venho para casa para assistir. Os cursos proporcionados pela Riccon e MVV são maravilhosos!", garante a aluna Denise Alves da Silva, moradora do Pau Ferro.

Segundo ela, as consultoras Rita Lopes e Maria Aparecida Santos passaram tudo de forma clara e objetiva, com máxima transparência, proporcionando uma experiência virtual ainda melhor.

"Elas falaram sobre cooperação e associativismo na comunidade, mostrando seu verdadeiro significado. Afinal, como podemos cooperar no ambiente em que estamos inseridos? A Rita e a Cida são mulheres de grande sabedoria e me sinto grata por elas estarem dividindo isso com a gente! Já estou ansiosa para os próximos cursos! Espero que mais pessoas possam participar e, assim como eu, adquirir novos conhecimentos", revela Denise.

TIRANDO DO PAPEL

“A ideia de trazer esse tema de cooperação é para que os moradores do Pau Ferro busquem alternativas para a realização de sonhos conjuntos que a comunidade possa eventualmente ter. Não adianta planejarmos e aquilo ficar apenas no papel. Temos que partir para a ação. Para isso, precisamos falar, pensar e fazer. Com muito foco, diálogo e união”, orienta Rita Lopes.

De acordo com a especialista da Riccon, é preciso ter visão de futuro, buscando desenvolver-se e não pensando “apenas” no agora, no momento ou no problema. “Pessoas de sucesso têm esse espírito empreendedor. Estão sempre olhando à frente! E é isso que queremos trazer para essa comunidade com essas oficinas online”, completa a especialista.

Conforme a analista de Relações Comunitárias da MVV, Gyslane Chaves, o plano era esses encontros acontecerem presencialmente.

“Devido ao momento que estamos vivenciando, o encontro presencial não foi possível. A depender dos novos decretos do Governo do Estado, em setembro deste ano talvez já poderemos fazê-los. As atividades não podem parar e a comunidade do Pau Ferro, igualmente! Precisamos seguir em frente, com resiliência, cuidado e confiança. Vamos juntos avançando e estudando a partir de cursos como esses, para que possamos melhorar o nosso olhar para as políticas públicas da nossa região”, pontua a analista da Mineração Vale Verde.

SOBRE A APPIAN

Desde 2018, 100% do capital da MVV pertence a um fundo de investimentos administrado pela Appian Capital Advisory LLP focado em mineração. O fundo também possui um ativo no Brasil no município de Itagibá (BA), denominado Atlantic Nickel, com foco na produção de concentrado de níquel sulfetado e capacidade nominal de 120 mil toneladas/ano, que voltou a operar em janeiro de 2020. Sediada em Londres, a Appian possui ainda escritórios em países como África do Sul e Canadá.

Vice-prefeito de Igreja Nova morre em Maceió vítima de Covid-19

  • Redação
  • 20/08/2020 17:05
  • Agreste

Depois de quase 30 dias internado em um hospital de Maceió, o vice-prefeito de Igreja Nova, Manoel Mateus, morreu na manhã desta quinta-feira (20), em decorrência de complicações provocadas pelo novo coronavírus.

O político passou a apresentar piora em seu quadro clínico há oito dias, e estava internado em um dos leitos da Santa Casa de Misericórdia de Maceió.

Além disso, Manoel Mateus foi submetido a sessões de hemodiálise, para restabelecer o funcionamento dos rins, mas acabou não resistindo à doença.

Empresário é autuado em mais de R$ 30 mil por extração mineral irregular em Girau do Ponciano

  • Redação
  • 14/08/2020 17:41
  • Agreste

Após denúncia, a equipe de fiscalização do Instituto do Meio Ambiente de Alagoas (IMA/AL) esteve no município de Girau do Ponciano e flagrou uma extração mineral irregular.

De acordo com a assessoria de Comunicação do IMA, a Gerência de Monitoramento e Fiscalização (Gemfi) do IMA constatou o dano causado por extração mineral sem licenciamento e o proprietário  da área foi autuado em R$ 33.264,53.

Casos como o que ocorreu no início desta semana em Girau do Ponciano podem ser evitados com a regularização da atividade, destacou a assessoria, lembrando que é  necessário o comprometimento do responsável pelo local para que a área seja recuperada, após o período de extração, e não resulte em severos impactos ambientais.

A população entrar em contato com o Instituto através dos canais de atendimento como o WhatsApp (82) 98833-9407 e o aplicativo gratuito IMA Denuncie http://ima.al.gov.br/appdenuncia/ , em que é possível fazer denúncias de forma anônima e com precisão de detalhes.

Aprendiz Operacional: MVV revela 100 candidatos classificados na 1ª etapa

  • Ascom MVV
  • 13/08/2020 18:18
  • Agreste

O processo seletivo para o Programa Aprendiz Operacional finalizou a sua primeira fase. A Mineração Vale Verde (MVV) divulgou nesta quarta-feira (12) o nome dos 100 candidatos classificados nas provas objetivas, realizadas no último sábado (8). A lista pode ser conferida no site oficial www.vale-verde.com.

A 2ª etapa é a de avaliação psicológica e já acontecerá nesta sexta (14), com os concorrentes de Arapiraca, e no sábado (15), com os de Craíbas.

Em Arapiraca, os testes de atenção concentrada, atenção difusa, raciocínio lógico e palográfico serão realizados na Consultoria Análise Gestão Empresarial, situada na Avenida Rio Branco, nº 680, bairro Cacimbas, com turmas nos horários de 8h às 10h; 10h às 12h; 14h às 16h; e 16h às 18h. Na cidade de Craíbas, serão feitos os testes apenas na parte da manhã, com turmas de 8h às 10h e 10h às 12h na Escola de Ensino Fundamental Tenente Coronel José Barros Paes, na Rua Francisco Gama da Silva, bairro do Centro.

No ato, é preciso levar original e cópia de documento de identidade oficial, com foto; cópia do Cadastro de Pessoa Física (CPF); original e cópia do certificado de escolaridade (diploma ou histórico escolar); comprovante de residência dos últimos 3 meses, em nome do candidato ou parente próximo; e currículo. A orientação no site oficial da MVV – que também está com os nomes dos candidatos e respectivos horários das avaliações psicológicas – é de que eles deverão comparecer ao local da seleção no mínimo 1 (uma) hora antes do horário de início, munidos de caneta esferográfica azul ou preta.

É obrigatório também o uso de máscaras durante o processo seletivo e que sejam devidamente respeitadas as recomendações de distanciamento social.

 

OPORTUNIDADE

As obras do Projeto Serrote estão avançando com a implantação da planta de beneficiamento para a extração do minério de cobre no Agreste Alagoano. Por isso, a MVV está selecionando residentes de Arapiraca e Craíbas para se capacitarem na função de “Operador de Planta”, a partir do Programa Aprendiz Operacional. O treinamento terá duração de seis meses, com bolsa-auxílio mensal de R$ 600, uma oportunidade única, visto que na região não existem ainda cursos técnicos especificamente nesta área.

Além da prova objetiva e a avaliação psicológica, a seleção dos interessados no Programa acontecerá em outras duas etapas: dinâmica de grupo e seleção do gestor (3ª) e exames médicos (4ª).

A lista final dos candidatos selecionados será amplamente divulgada no dia 4 de setembro, inclusive no próprio site da MVV.

 

SOBRE A APPIAN

Desde 2018, 100% do capital da MVV pertence a um fundo de investimentos administrado pela Appian Capital Advisory LLP focado em mineração. O fundo também possui um ativo no Brasil no município de Itagibá (BA), denominado Atlantic Nickel, com foco na produção de concentrado de níquel sulfetado e capacidade nominal de 120 mil toneladas/ano, que voltou a operar em janeiro de 2020. Sediada em Londres, a Appian possui ainda escritórios em países como África do Sul e Canadá.