83a16617 0ddc 48ec bad2 0825f355993d

A greve dos caminhoneiros e a falta de combustíveis no país afetaram as empresas do transporte público de Arapiraca, que estão com estoque do produto baixo e a frota de uma delas foi reduzida. A informação foi repassada à Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) nesta sexta-feira (25).

Segundo o superintendente da SMTT, Jodelmir Pereira de Souza, o gerente de Transporte do órgão municipal está monitorando a situação para informar à população qualquer tipo de decisão que for tomada pelos empresários.

“Estamos acompanhando a situação do país e, especificamente, das empresas aqui em Arapiraca para que a população não seja prejudicada com a redução da frota”, avisou Jodelmir de Souza.

De acordo com o gerente de Transportes da SMTT, Ailton Pereira, até o momento a empresa que reduziu a frota em 30% foi a Real Arapiraca. A empresa informou que a situação permanecerá assim até que o abastecimento de combustíveis seja regularizado nos próprios postos e no país.

“A empresa nos informou que dos três ônibus que circulavam em quatro comunidades apenas dois estarão cumprindo o itinerário, devido o baixo estoque do combustível nos postos da empresa”, frisou Ailton Pereira.

A redução da frota da Real Arapiraca atingiu a população das comunidades Vila Bananeiras, Povoado Pau D’Arco e Sítio Capim, na zona rural; e Residencial Agreste, na área urbana.

De acordo com a empresa, a frota é abastecida em posto próprio e o estoque do combustível só dará para abastecer os ônibus até o próximo domingo (27), caso a greve dos caminhoneiros continue e o abastecimento permaneça prejudicado.

Situação das demais empresas

Segundo os empresários do transporte coletivo de Arapiraca as demais empresas estão com o estoque reduzido, mas mantém 100% da frota circulando em Arapiraca.

A RM Viação, que abastece em posto próprio afirmou que o estoque de combustível dá para abastecer a frota por mais 12 dias.

No entanto, as empresas Mãe Salvador e São Judas Tadeu Turismo (SJT) abastecem suas frotas em postos externos e dependem do estoque do combustível do fornecedor.