A3e39b33 c32c 460d b956 eae38a821dd2

O procurador-geral de Arapiraca, Rafael Gomes, se reuniu no final da manhã de hoje (25) com o promotor de Justiça, Napoleão Amaral. Após duas audiências referentes a assuntos ligados à administração pública, o procurador e o promotor trataram da suposta denúncia envolvendo a gestão nos últimos dias, quando ficou garantida a colaboração incondicional dos órgãos municipais, com informações que venham esclarecer todo e qualquer fato que esteja sendo apurado.

“Garanti ao promotor o envio em tempo hábil de todos os dados solicitados pelo MP, bem como reafirmei a manutenção do diálogo interinstitucional aberto, com respeito e serenidade, que sempre caracterizou a relação entre a atual gestão e o Ministério Público Estadual”, afirma o procurador.

Rafael Gomes também deixou clara a posição da prefeitura em evitar embates midiáticos em respeito à verdade dos fatos, ao Ministério Público e Câmara Municipal. “Não recebemos qualquer denúncia formal sobre agentes públicos ou a própria prefeitura. Tudo que estava sendo veiculado pela imprensa local, até então, era parte da suposta denúncia entregue ao MP. A partir deste primeiro encontro com o promotor fomos oficialmente informados sobre a situação e vamos tomar todas as medidas cabíveis do ponto de vista legal, para colaborar com a apuração dos fatos que envolvem o ente público”, esclarece.

Segundo o procurador, após os trâmites do MP, tanto a Câmara de Vereadores quanto à sociedade arapiraquense, terão amplo conhecimento da verdade do ocorrido, quando ficará demonstrado que a Administração Pública sempre foi transparente e agiu dentro dos rigores do que preconiza a legislação.

“Afirmo que tudo foi feito para preservar o erário público, que em nenhum momento sofreu dano. Também não houve qualquer ato envolvendo autoridades municipais que desabonasse suas condutas. Volto a afirmar que não foi firmado qualquer tipo de contrato com pessoas físicas, empresas ou entidades afins para serviço que é objeto da suposta denúncia”, concluiu o procurador Rafael Gomes.