2711d08f 71ce 41c9 8f4b a009f90560ce

Funcionários da educação e membros do Sindicato dos Trabalhadores da Educação de Alagoas (Sinteal) paralisaram as atividades na manhã desta quarta-feira (25) para cobrar da prefeitura de Limoeiro de Anadia reajustes de salários.

De acordo com o presidente da Sinteal em Limoeiro, Carlos Jorge, a categoria solicita o reajuste de 6,81% do piso nacional dos professores. “O representante dele disse que o prefeito não vai atender e tem que marcar para outro dia e a categoria não quer sair daqui (d prefeitura) enquanto eles não atendem”, disse Carlos.

O presidente ainda disse que o prefeito Marcelo Rodrigues (PP) ainda não se prontificou a atender as solicitações da categoria. “Foi incrementado 10,91% de reajuste para educação à prefeitura, então sobra. O problema é que temos muitos contratados, muitos apadrinhados do prefeito que ganham mais de 15 horas de carga horária, muitos coordenadores e diretores sem necessidade. Então isso incha a folha de pagamento”, concluiu.

Cerca de 100 funcionários estão presentes na sede da prefeitura. A reportagem do Cada Minuto entrou em contato com a Secretaria Municipal de Educação de Limoeiro e com a assessoria de Comunicação, mas não obtivemos êxito até o momento.