E6e6b6d6 1ee5 4f5f 83cb 7fea8c18a371

Rotineiramente, o Restaurante Popular de Arapiraca fecha as portas no início do ano para manutenção dos equipamentos, garantido assim a qualidade no serviço prestado e prevenindo acidentes de trabalho.

Fogão, forno elétrico, máquina de lavar louça, exaustor, elevador, entre outros, passaram por uma criteriosa avaliação e foi detectado pelo técnico em manutenção industrial do Jerimum, Zenildo Ferreira, que as chapas, cantoneiras e barras chatas de um dos caldeirões industriais precisavam ser trocadas.

Caso os equipamentos, todos eles de ferro, não fossem trocados, o caldeirão corria risco de vazamento de gás, vapor e água quente, colocando em risco a vida dos funcionários do restaurante.

“Ao assumir, o prefeito Rogério comprou compressores novos para as câmaras frias e resgatou a estrutura física do Jerimum, mas os equipamentos da cozinha são os mesmos de 10 anos atrás, então essa necessidade de troca de peças é natural”, explicou a nutricionista e gerente do local, Ana Cristina Xavier Omena.

Enquanto as peças, que já foram solicitadas em caráter de emergência, não chegam, o estabelecimento passa por uma reformulação de cardápio e identidade visual, a qual nunca foi alterada desde a inauguração do Restaurante Jerimum. Então ainda no mês de fevereiro o local será reaberto e apesar da cara nova servirá a mesma comida de qualidade pelos mesmos R$ 4.