58462786 1750 49f2 a6f5 3a11316d656d

“Cinco, quatro, três, dois, um: parabéns pra você, nessa data querida!” Enquanto os fogos de artifício pipocavam no céu noturno arapiraquense durante o Réveillon, na madrugada de 2017 para 2018, algumas pessoas mudavam o coro.

Era o agente administrativo da Justiça Federal, Severino Rodrigues da Silva, que acabava de completar 42 anos de idade. Festa em dobro para a sua família e amigos.

Eles estavam comemorando tudo no Bosque das Arapiracas neste domingo (31), onde a Prefeitura montou uma programação especial com apresentação musical do cantor e violonista Nelsinho Silveira, dentro do Natal em Família.

Com a área verde iluminada como nunca antes foi vista, a população se aglomerou na grama e fez da festa um verdadeiro piquenique.

Severino (de boné preto) acabou de completar 42 anos de idade, em pleno Réveillon 

“O clima está muito bom e, como aniversariante, eu quero desejar a todos uma só coisa, que resume todo o nosso sentimento enquanto seres humanos: felicidade”, diz Severino, brindando com os seus.

Os braços dele estavam erguidos, abertos às possibilidades de um novo ano. Como também estavam os do casal Marcius e Patrícia Oliveira.

Empresários, os dois se lançaram no mercado em 2017 na esperança de movimentar a cidade culturalmente, com a abertura do Vinil Coffee Bar, um espaço alternativo com papos literários, música autoral e uma gastronomia genuína.

Em vez de praia, eles decidiram passar a virada no meio do povo, com os pés no chão, literalmente. “A aura aqui está muito boa! Isto tem que acontecer anualmente daqui por diante! É um notável resgate da autoestima do povo de Arapiraca. Nunca mais tinha visto tanta gente junta num Ano Novo aqui na nossa cidade”, pontua Marcius, que é também professor de português.

Perto da dali, os olhares se curvaram para o horizonte cósmico. Lá em cima, um verdadeiro espetáculo de luzes estava se manifestando. Protagonizado pela empresa Lanza Shows e Fogos, o evento durou 12 minutos, com explosões em forma de metáforas coloridas para o ano que estava apenas começando.

“Eu nunca vi nada igual no nosso céu até hoje. Foi maravilhoso poder estar aqui com meus parentes e presenciar isso… ainda mais com esse set list do Nelsinho! Tá tudo lindo”, vibra a advogada e superintendente de Gestão Administrativa e Financeira da Secretaria Municipal de Saúde, Karine Alécia.

Ela estava com a família reunida, com uma mesinha e cadeiras. Na ceia de Réveillon, bolinhos, queijos, petiscos de modo geral e algumas bebidas. “Preferi a festa aqui no Bosque. Tem ‘cara de virada’ por ter essa grama e ser justamente na região central, no coração do município”, conclui. Em redor, várias pessoas sentadas no chão, com cangas ou toalhinhas apreciando a movimentação de gente e os abraços fraternos.

Outro que estava extasiado era o vendedor Renato Lima, de 25 anos. Há 13 ele não voltava para Arapiraca. “Atualmente estou morando em São Paulo e fazia muito tempo que não retornava à minha cidade natal. Poder estar de volta num momento desses não tem preço e ainda rodeado dos amigos de sempre… o ano só pode iniciar bem!”, exclama ele, mandando boas vibrações a todos.

No local, havia todo um aparato de segurança com unidades do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e do Corpo de Bombeiros, homens da Força Tarefa, 3º Batalhão de Polícia Militar (BPM) e Pelotão de Operações Especiais (Pelopes) e equipes da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT). Tudo se deu de forma harmoniosa e tranquila, como tem que ser 2018.