01429521 d77e 493a a607 d648eaad68f5

Edilson dos Santos da Silva, 34 anos, que estava internado desde a noite de quinta-feira (16) na UTI do Hospital de Emergência do Agreste, faleceu nas primeiras horas deste sábado (18). A notícia foi confirmada pela assessoria de comunicação do hospital.

O paciente, que era deficiente mental, estava em estado gravíssimo desde a última quinta-feira, quando foi vítima de uma tentativa de homicídio, após ser espancado e ter 80% do corpo queimado.

O crime revoltou os arapiraquenses pela forma cruel e covarde. Duas pessoas teriam invadido a residência de Edilson, que foi amarrado e espancado. Os criminosos ainda resolveram jogar gasolina em seu corpo e atear fogo.

Desesperado, Edilson saiu correndo pra rua com o corpo em chamas. Vizinhos teriam jogado água e socorrido a vítima até o hospital, onde permaneceu na Unidade de Terapia Intensiva em estado grave.

Os suspeitos foram capturados. Luiz Paulo dos Santos, de 19 anos, e um menor de idade relataram à polícia que o crime foi motivado por raiva da vítima.