718487f0 4116 4e6c a3e1 f89f66a8eb33

A polêmica em torno dos novos valores cobrados pelo estacionamento do Arapiraca Garden Shopping chegou à Câmara Municipal na noite desta terça-feira (7). O assunto foi discutido pelos vereadores, que aprovaram o voto de repúdio contra os valores, que segundo eles, consiste numa cobrança abusiva por parte da administração do centro de compras. 

Os vereadores Rogério Nezinho (PMDB) e Dr. Fábio (PR) apresentaram o voto de repúdio que teve aprovação de todos os parlamentares presentes na primeira sessão ordinária desta semana. O assunto ecoou dentro do plenário da Casa Herbene Melo e a tônica foi única: O valor do estacionamento é exorbitante segundo os parlamentares.

Já os vereadores Willomaks da Saúde (PRP), Fabiano Leão (PMDB), Rogério Nezinho (PMDB), Pastor Marcos Caetano (PTC), Léo Saturnino (PMDB), Edvânio do Zé Baixinho (PSL) e Sinielza Pessoa (PSD) também se posicionaram contra a cobrança do estacionamento do shopping que chega a R$ 12,00 após três horas e pela redução em 50% da tolerância que agora é de apenas 10 minutos. 

De acordo com a assessoria de imprensa da Câmara Municipal, todos são unânimes em admitir que não podem legislar diretamente contra um órgão privado, como o Arapiraca Garden Shopping.

Ainda nesta semana, os parlamentares vão provocar o Ministério Público (MP) e o Órgão de Defesa do Consumidor - Procon, para que ambos tomem uma posição e punam com rigor os administradores do Garden Shopping que, segundo os vereadores, estão faltando com respeito aos clientes e funcionários das lojas do empreendimento.

Alguns vereadores sugeriram até que, por conta da taxa do estacionamento, as pessoas deixem de ir ao shopping como forma de protesto.