B46434d5 e602 4999 b23e 0c4a5b154225

Em uma entrevista concedida ao programa Manhã Interativa na rádio Imprima FM, a ex-prefeita de Arapiraca Célia Rocha (PTC), pré-candidata a deputda estadual, mudou radicalmente o seu dircurso com o seu ex-aliado o prefeito Rogério Teófilo (PSDB).

Após assumir o comando do executivo arapiraquense, o atual gestor apresentou um diagnóstico das finanças e débitos deixados pela ex-prefeita, que respondeu afirmando que hava inversão de informações. Na época, o clima ficou meio tenso entre os dois e a ex-prefeita através de sua assessoria apresentou sua defesa através de uma nota à imprensa.

Em 2012, durante a campanha para prefeito quando Rogério Teófilo disputava a prefeitura com Célia Rocha. Durante uma coletiva na então Governadoria do Agreste com o ex-governador Teotônio Vilela Filho, antes Teófilo conceceu uma entrevista a um pool de emissoras. A entrevista irritou Célia Rocha que entrou na governadoria bastante tensa e irritada e acusou Teófilo de está falando “abrobrinhas”. O clima ficou tenso, e em tom incisivo Rogério Teófilo respondeu- “Você não é a dona de Arapiraca”.

Atualmente pré-candidata a deputada estadual em 2018, indo de encontro a sua declaração em 2016, de que não seria candidata a reeleição para prefeita  e que estaria encerrando sua carreira politica. Agora ninguém sabe os motivos, Célia Rocha mudou seu comportamento em relação ao prefeito Rogério Teófilo, e descreveu  como “homem decente e honesto” que foi secretário municipal de Administração durante a gestão de Severino Leão na prefeitura arapiraquense, quando ela esteve à frente da Secretaria municipal de Saúde.

“Eu não tenho absolutamente nada contra ele, pelo contrário, tenho muito respeito por Teófilo, de modo geral”, afirmou Célia, justificando as diferenças que surgem por conta dos rumos definidos pela política e citando ainda a permanência de Ricardo Teófilo – irmão de Rogério – no primeiro escalão de sua última gestão na prefeitura de Arapiraca “até o último dia”, lembrou.

Quando Teófilo foi eleito deputado estadual, Célia assumia uma cadeira na Câmara de Vereadores. Ela também lembrou o apoio que prestou ao então candidato a deputado federal, campanha feita com Teófilo em uma cadeira de rodas, após sofrer um acidente em Natal RN. “Nós éramos as pernas dele”, lembrou Célia Rocha afirmando  que tentou aproximar, em vão, Rogério Teófilo de Luciano Barbosa.

Na primera gestão de Luciano Barbosa, Teófilo por imposição de Célia Rocha foi seu vice-prefeito. Após a diplomação e a posse não teve direito nem ao menos uma sala no Centro administrativo durante quatro anos da gestão de Luciano Barbosa.