0b06243c 4bf1 43a4 b503 521e847f766f
Um casal foi preso no início da tarde desta terça-feira (17), na cidade de Delmiro Gouveia, Sertão alagoano, acusado de estupro de vulnerável. Segundo a Polícia Civil, a vítima, de apenas 12 anos, é a própria filha da mulher presa. Ela teria sido abusada pelo padrasto e com o consentimento da mãe, em Campo Alegre, município do Agreste de Alagoas. O detalhe é que, em razão do crime, a menina deu à luz a um bebê, com quem passou a viver em um abrigo.
 
Daniela Pereira de Araújo, de 37 anos, e Fabiano Pereira dos Santos, de 31, eram considerados foragidos já há quase um ano. De acordo com o delegado do 75º Distrito Policial (DP), Alexandre César, a polícia começou a investigar o crime há cerca de oito meses, quando da confecção de um Boletim de Ocorrência (BO) sobre o caso.
 
Ainda segundo o delegado, a polícia descobriu que o casal vivia na cidade de Delmiro Gouveia há somente dois meses, quando os agentes começaram a percorrer a região, a fim de confirmar a denúncia, desencadeando nesta terça a operação que resultou na prisão dos suspeitos.
 
O casal, reforça o delegado, já foi transferido para a distrital de Campo Alegre. Após serem ouvidos, Daniela Araújo será encaminhada para o Presídio Feminino Santa Luzia, em Maceió, enquanto Fabiano dos Santos seguirá para a 6ª Delegacia Regional de Polícia, em São Miguel dos Campos, onde permanecerá à disposição da Justiça.
 
 
A polícia informou também que a adolescente, à época do crime, foi acolhida na Casa Lar, em Campo Alegre, onde mora com o bebê fruto da relação incestuosa.