9183c7ac 42da 4664 bfbc 25a4cfb47d75

O vice reitor da Universidade Estadual de Alagoas (Uneal), professor Clébio Araújo, rompeu com a atual gestão e será candidato ao cargo de reitor no próximo pleito da Instituição de Ensino Superior (em 2018), cuja sede está localizada na cidade de Arapiraca.

De acordo com Clébio Araújo, o professor Jairo Campos da Costa decidiu, desde o início de seu segundo mandato como reitor da Uneal (2014), que tentaria seguir a carreira política concorrendo ao cargo de deputado estadual na eleição de 2018, fato que provocou os primeiros conflitos de interesses dentro da Universidade. Jairo é filiado ao PCdoB.

“Sempre prezei para que houvesse separação entre o lado político e o acadêmico, mesmo sendo filiado a um partido antes do mandato nesta instituição. A partir do momento que a ideologia ou os interesses políticos pessoais começaram a ser introduzidos na Uneal, tive que tomar uma decisão em nome da Universidade”, conta Clébio.  

O vice reitor revela ainda que desde que as ideias político-partidárias começaram a ser mais relevantes do que os interesses acadêmicos, ele (Clébio) passou de aliado à inimigo do dia pra noite. E nem mesmo para as colações de grau está sendo informado pelo cerimonial da Instituição.

Demissões  

Recentemente, Clébio Araújo usou sua página na internet (face book) para relatar seu voto de repúdio pelas perseguições e demissões que o reitor Jairo Campos vem promovendo dentro da Uneal, meramente com intuito de formar um grupo para trabalhar sua campanha política do ano que vem, já que ele não pode mais concorrer ao cargo de reitor na Universidade de acordo com o estatuto.

“Apresentamos nosso repúdio às demissões dos servidores Vilcéia Melo, Manoel Joaquim, Cláudio Regis e Joana, lembrando o dever de defendermos a UNEAL para além de qualquer projeto político pessoal, de interesses econômicos ou políticos partidários. Por uma UNEAL soberana e Livre!!!”, postou Araújo.  

O professor Clébio avisa que não vai renunciar ao cargo e aguarda a abertura do prazo oficial de registro de candidaturas para oficializar sua chapa tendo seu nome como candidato ao cargo de reitor para o próximo exercício. Já o reitor Jairo Costa revelou, em conversas pessoais, que vai apoiar o professor Odilon Máximo, atual chefe de gabinete da Uneal.